Foto: Leonid Shcheglov / BelTA

Soldados poloneses usam canhões de água contra imigrantes na fronteira

Em confrontos na fronteira com a Belarus nesta terça-feira (16), milhares de imigrantes do Oriente Médio acampados no lado bielorusso foram atingidos por canhões de água pela polícia da Polônia. Os imigrantes revidaram e jogaram pedras nos agentes de segurança.

Em vídeos divulgados nas redes sociais, é possível ouvir que nos alto-falantes é transmitida uma mensagem, que diz que se os imigrantes não obedecerem as ordens, será usado força. Imagens mostram que há uma escalada de agressividade na crise na fronteira com a Belarus.

Os imigrantes tentaram abrir a cerca e jogaram pedras, garrafas e pedaços de madeira nos soldados poloneses. Segundo o Ministério do Interior da Polônia, um soldado foi gravemente ferido por um objeto jogado do outro lado da cerca e precisou ser hospitalizado.

O ministro polonês do Interior, Mariusz Kaminski, disse em um comunicado divulgado nesta segunda-feira, que a Polônia começará a construção, ainda este ano, de um muro em sua fronteira com Belarus.

Em meio à crise migratória nas fronteiras orientais do bloco, o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, disse na segunda-feira, que os países da União Europeia devem adotar novas sanções contra Belarus nos próximos dias.