Foto: Divulgação / Rivian Automotive

Rivian: conheça o carro que vai incomodar a Tesla

A Rivian Automotive é uma fabricante de veículos elétricos, que foi fundada em 2009, mas seu primeiro carro, a picape R1T, só saiu em setembro de 2021. A montadora tem um projeto ambicioso, e quer chegar a 2030 fabricando 1 milhão de elétricos por ano. Atualmente, está entre as 20 melhores empresas para se trabalhar nos Estados Unidos.

O CEO da companhia, Robert “RJ” Scaringe, 39 anos, tem um patrimônio líquido estimado em US$ 1,7 bilhão. Por trás dos negócios o empresário tem investidores de peso: Amazon, Ford e Cox Automotive (dono das gigantes do ramo de automóveis Autotrader e Kelley Blue Book), entre outros.

Em 2021, a startup americana entrou no mercado de ações, com um valor de US$ 77 bilhões, e chegou a ultrapassar a marca de US$ 100 bilhões. Com isso, a montadora se tornou a segunda mais valiosa dos EUA, à frente de concorrentes como BMW e Ford e atrás apenas da Tesla, que recentemente atingiu o valor de US$ 1 trilhão.

Segundo a CNN, a companhia vendeu 135 milhões de ações. Com essa abertura de capital, a Rivian conseguiu arrecadar cerca de US$ 12 bilhões para financiar seu crescimento. Atualmente, a montadora afirma ter 54,5 mil reservas para a R1T e para a SUV R1S, que ainda não foi lançada.

Por enquanto, a produção está concentrada numa fábrica no estado de Illinois, mas uma segunda planta já está em estudo. A Rivian também está investindo em pontos de varejo, os Rivian Hubs, que podem ser visitados pelo público para que não apenas possam comprar, mas também aprender sobre eletrificação.

R.J. Scaringe, fundador e CEO da Rivian Automotive – Foto: Reprodução / Forbes