Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Presidente da Petrobras é demitido, após apenas 40 dias na estatal

O Presidente Jair Bolsonaro demitiu mais um presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, que assumiu o cargo há 40 dias, e que será substituído por Caio Mário Paes de Andrade na presidência da empresa. Essa é a terceira demissão de presidente da estatal no mandato de Bolsonaro.

Em nota, o Ministério de Minas e Energia divulgou, na noite da segunda-feira (23), que o governo federal, como acionista controlador da Petrobras, decidiu trocar o presidente da estatal.

Na nota, o ministério agradeceu a Ferreira Coelho pelos resultados alcançados pela Petrobras durante sua gestão à frente da Petrobras, mas destaca que o país vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais.

“Diversos fatores geopolíticos impactaram no preço da gasolina, do diesel e dos componentes energéticos e, para que sejam mantidas as condições necessárias para o crescimento do emprego e da renda da população, é necessário fortalecer a capacidade de investimento no setor privado. Trabalhar e contribuir para um cenário equilibrado na área energética é fundamental para a geração de valor da empresa, gerando benefícios para toda a sociedade”, disse o Ministério na nota.