Foto: Divulgação / Codesal

Operação Chuva: Codesal divulga balanço do mês de maio

A capital baiana teve 1.224 vistorias de imóveis em áreas de risco entre 1º a 31 de maio, mês que registrou expressivos volumes de chuvas no período de 9 a 12 em várias regiões da cidade, segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal).

Os maiores acumulados foram registrados na Base Naval de Aratu (318 mm), Pirajá (303,5 mm), São Tomé de Paripe (270,6 mm), Ilha de Maré (269,6 mm), Rio Sena (268,9 mm), Itacaranha (267,2 mm), Pituba/Parque da Cidade (256,8 mm), Matatu (253,8 mm), Centro (250,5 mm) e Capelinha/Vila Picasso (249,4 mm).

Por outro lado, o acumulado de chuvas contabilizado pela estação pluviométrica de referência, em Ondina, foi de 190,4 mm, 37% a menos do que a média histórica para o período, que é de 302,2 mm. Estas informações estão presentes no balanço parcial da Operação Chuva 2022, divulgado nesta quarta-feira (1º), referente ao segundo mês da atividade.

Vistorias

Entre as vistorias realizadas, as ocorrências mais frequentes foram ameaça de deslizamento (275), ameaça de desabamento (250), orientação técnica (132), alagamento de imóvel (113) e deslizamento de terra (83). “As equipes da Codesal estão de prontidão e em plantão 24h para atender as demandas da população em instantes de risco apresentados pelas chuvas”, destaca o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

O gestor pede a colaboração dos cidadãos tanto em evitar jogar lixo nos locais inadequados, quanto para que fiquem atentos a qualquer situação de risco e acionem imediatamente a Defesa Civil. As ocorrências poderão ser comunicadas à Codesal por meio do número gratuito 199.

Ele destacou ainda que a sintonia com os órgãos do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (SPDC) permitiu apresentar resposta imediata às principais demandas e garantir a segurança da população.

Atividades preventivas

O órgão tem realizado atividades preventivas e educativas em áreas de risco, com a instalação de Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil (Nupdec), Nupdec Mirim, Programa Defesa Civil nas Escolas e a realização de simulados de evacuação nas comunidades.

Em parceria com a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), aplicou preventivamente 22.368m² de lona plástica em 134 áreas para impermeabilização de terrenos de encostas. Além da colocação de lona, as equipes da Limpurb realizaram serviços de capinação, roçagem, retirada de entulho, remoção de terra, lixo e limpeza de valetas. A manutenção da rede de micro e macrodrenagem, realizadas pela Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), também integra o escopo de ações contínuas.

Já o setor de Atendimento a Comunidades em Áreas de Risco da Codesal recebeu demandas de 592 pessoas pleiteando benefícios eventuais, como auxílio-moradia e auxílio-emergência, encaminhadas para a Secretaria Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer, Salvador (Sempre).

Como serviço essencial da Prefeitura de Salvador, a Defesa Civil mantém plantão 24 horas e atende as demandas da população pelo telefone gratuito 199.