Foto: Reprodução / Polícia de San Antonio

Número de migrantes mortos dentro de caminhão no Texas, sobe para 50

O número de migrantes mortos dentro de um caminhão na cidade de San Antonio, no Texas, perto da fronteira entre o México e os Estados Unidos, subiu para 50. O anúncio foi feito nesta terça-feira (28), pelo presidente mexicano, Manoel López Obrador.

Os migrantes foram descobertos dentro da caçamba de caminhão abandonado na segunda-feira (28) em uma estrada na cidade. No local, as temperaturas atualmente chegam a 39,4ºC.

Segundo as autoridades locais, não havia água, ventilação nem ar-condicionado dentro do caminhão. Os bombeiros relataram que os sobreviventes estavam “quentes ao toque, sofrendo de insolação, exaustão”.

Nos Estados Unidos, o Escritório de Imigração e Alfândega afirmou que está realizando uma investigação criminal com suspeita de evento de tráfico de humanos. O caso está sendo investigado em ambos os países.

Segundo o Ministério de Relações Exteriores do México, 22 dos 50 mortos eram mexicanos. Entre os sobreviventes, estão 16 pessoas que estavam dentro do caminhão, entre elas quatro crianças, que foram levadas com vida a um hospital local.

Um encontro bilateral foi marcado para 12 de julho, entre o presidente mexicano, e o líder dos Estados Unidos, Joe Biden, com o objetivo de debater soluções para a questão migratória entre os dois países.