Foto: Reprodução / Redes sociais

Mergulhador sobrevive após ser engolido por baleia nos EUA

Após ser abocanhado por uma baleia jubarte na costa de Cape Cod, em Massachusetts, na manhã de sexta-feira (11), um mergulhador teve sorte e sobreviveu nos Estados Unidos.

Michael Packard, de 56 anos, é pescador profissional de lagostas e estava mergulhando a trabalho.  Inicialmente, ele achou que estava sendo vítima de um ataque de um tubarão, já que tudo aconteceu muito rápido.

Ao notar que não estava sentindo dores e não havia nenhum dente perfurando sua pele, ele percebeu o engano. Foi quando entendeu o que estava acontecendo. “De repente senti esse tranco e tudo ficou escuro”, disse à emissora NBC.

O mergulhador imaginou então que seria engolido e que iria morrer. Logo, ele pensou em sua família, especialmente em seu filho. Entretanto, em seguida, a baleia emergiu, chacoalhou a cabeça e o cuspiu. Colegas de trabalho, que estavam em um barco nas proximidades resgatou Packard.

Ele estima ter passado de 30 a 40 segundos dentro da boca do animal, onde conseguiu respirar graças ao seu tanque de oxigênio. No hospital, foi constatado que ele teve um joelho deslocado e apenas danos nos tecidos moles nas pernas.

O mergulhador revelou também que ficou com medo de ter sofrido uma lesão de mergulho por ter subido muito rápido ou uma embolia, mas agora está tudo bem.