Veículo autônomo Cruise Origin. Divulgação

Montadoras pedem autorização para testar carros autônomos sem volante e pedais

A Ford e GM têm planos de lançar uma frota limitada de carros-rôbos sem controles humanos típicos, como volantes e pedais. As empresas entraram em contato com agências de segurança automotiva dos EUA na tentativa de obter incentivos e autorizações relacionados a carros autônomos.

Segundo uma matéria da Reuters, a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), órgão de Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário, pode permitir que um número limitado de carros autônomos, rodem em estradas dos EUA sem esses controles.

Conforme a agência reguladora, a NHTSA está aberta para comentários públicos para os próximos 30 dias. Em 2018, a GM fez um pedido onde a empresa queria testar um carro autônomo sem volante ou freios construídos em uma plataforma Chevrolet Bolt EV. Entretanto, a montadora retirou o pedido em 2020.

O limite máximo é de 2.500 veículos autônomos na estrada para este ano, para fins de compartilhamento de viagens e entregas. As empresas informaram que não estão pedindo permissão para vender os carros aos clientes.

Um dos veículos que a empresa planeja introduzir ao mercado é o GM Cruise Origin. Um carro autônomo que tem portas similares a de um vagão de metrô, e não tem volante. A montadora afirma que os passageiros só precisam apertar os cintos de segurança antes de começar a viagem.

A administração da NHTSA afirmou que a agência reguladora examinará cuidadosamente as petições para garantir que os veículos sejam seguros.

Veículo autônomo Cruise Origin. Divulgação