Foto: Divulgação

Fórum discute a “Sustentabilidade na Mineração”; evento ocorre nesta quinta na FIEB

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) vai realizar nesta quinta-feira (9), o II Fórum de Inovação e Sustentabilidade na Mineração, a partir das 9h, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), no Stiep. O objetivo é discutir ações de sustentabilidade alinhadas à inovação, que é importante nos dias atuais, principalmente, no setor mineral.

Entre os nomes, que já confirmaram presença, está o diretor-presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), Raul Jungmann. Com extensa carreira profissional no setor público e privado, o novo diretor-presidente do IBRAM, vem à Bahia para discutir a situação atual da mineração brasileira e baiana, seus resultados e desafios, e também os planos e perspectivas do setor para os próximos anos.

Além disso, serão discutidos assuntos referentes ao reaproveitamento de resíduos de minérios, visando o cuidado com o meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Para tratar deste assunto o Fórum contará com a palestra do pesquisador da Embrapa, Drº Eder Martins, doutor em Geologia que irá palestrar sobre o potencial de aproveitamento de resíduos de mineração na agricultura.

“O Brasil é um país agrícola e dependente da importação de fontes NPK (adubo mineral composto por nitrogênio, fósforo e potássio) para realizar esta atividade. Fontes regionais podem aumentar a eficiência de uso de nutrientes e substituir parcialmente estas commodities fertilizantes. As fontes regionais podem vir, em parte, de resíduos de mineração, desde que sejam agronomicamente eficientes e seguros do ponto de vista da presença de metais pesados, explica Martins.

As pesquisas científicas e as inovações tecnológicas integram as iniciativas de sustentabilidade. Nesse ponto, outro participante do evento será o coordenador de Projetos do SENAI CIMATEC (Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia), Walter Pinheiro, que irá tratar sobre logística, ciência, novos negócios e sobre o projeto que trata do Hidrogênio Verde.

O produto é uma fonte de alta densidade energética e de carbono nulo, produzido a partir de fontes renováveis: eólica, solar, hidráulica, biomassa ou biogás. De acordo com as projeções da Agência Internacional para as Energias Renováveis – Irena, feitas em 2019, a fonte poderá representar 18% de toda energia consumida globalmente e se tornará competitiva, em relação ao de origem fóssil, antes de 2025.

O Fórum também vai contar com a participação do pesquisador e diretor do WWI – Worldwatch Institute, no Brasil, Eduardo Athayde, que vai abordar o equilíbrio entre as cadeias produtivas da mineração e o desenvolvimento sustentável.

Serviço:

O quê: II Fórum de Inovação e Sustentabilidade na Mineração

Quando: 09 de junho (quinta-feira) às 9h

Onde: Auditório da FIEB (Stiep, Salvador-BA)

Mais informações: http://www.cbpm.ba.gov.br