Foto: Reprodução / Suez Canal Authority

Engarrafamento no Canal de Suez é normalizado e todos os navios atravessam a via

O tráfego marítimo do Canal de Suez ficou interrompido de 23 a 29 de março, após o cargueiro gigante Ever Given encalhar e bloquear a via. Neste sábado (3), depois de cinco dias o navio ser desencalhado, todas as embarcações paradas puderam atravessar a ligação marítima.  

Em comunicado, a Autoridade do Canal de Suez (SCA), disse que o fim do engarrafamento levou um pouco mais de tempo que o previsto inicialmente. Inicialmente, o presidente da SCA, almirante Ossama Rabie, havia dito que levaria “cerca de três dias e meio para resolver tudo”.

Em 29 de março, após uma longa e complexa operação, o Ever Given, com mais de 400 metros de comprimento, foi desencalhado. Ele foi rebocado para o Grande Lago Amargo, no meio do Canal de Suez, pelo navio de bandeira panamenha, operado pelo armador taiwanês Evergreen Marine Corporation. Com o desencalhe, o tráfego foi retomado entre o Mar Vermelho e o Mediterrâneo.

Canal de Suez

A passagem é uma via navegável artificial ao nível do mar, localizada no Egito, entre o mar Mediterrâneo e o mar Vermelho, que permite que navios viajem entre a Europa e a Ásia Meridional sem ter de navegar em torno de África, reduzindo assim a distância da viagem marítima entre o continente europeu e a Índia em cerca de 7 mil quilômetros.  O canal é uma das principais rotas comerciais do planeta, tendo 12% do comércio global passando por ele.