Foto: Betto Jr / Secom

Confira como e onde se cadastrar no CadÚnico em Salvador

Além da sede do CadÚnico, no Comércio, outras 28 estruturas também podem ser procuradas pelos cidadãos, para evitar grandes filas e garantir um serviço de qualidade para a população. Segundo a Prefeitura de Salvador, o atendimento pode ser realizado mediante agendamento prévio que pode ser feito através do aplicativo Fala Salvador, pelo site www.horamarcada.salvador.ba.gov.br, ou via WhatsApp, no número (71) 98392-3927.

Os serviços para o CadÚnico podem ser acessados também nas dez Prefeituras-Bairro, sendo elas Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cajazeiras, Itapuã, Cidade Baixa, Barra/Pituba, Liberdade, Cabula, Pau da Lima e a Prefeitura-Bairro de Valéria.

Além disso, o atendimento também está sendo realizado na Casa do Trabalhador, em Cajazeiras; no Núcleo de Ações Articuladas para a População em Situação de Rua (Nuar), no Comércio; e no Subúrbio 360, em Coutos.

O serviço também é disponibilizado nos 15 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), situados na Ilha de Maré, Lagoa da Paixão, Lobato, Itapagipe, São Cristovão, Fazenda Grande, Calabetão, Castelo Branco, Ceasa, Cajazeiras, Bairro da Paz, Itapuã, Boca do Rio, Federação e Brotas. Nos postos do Cras os atendimentos são exclusivos para assistidos do equipamento, por meio do agendamento feito diretamente com a equipe da unidade.

Critérios

O CadÚnico é um programa do Governo Federal na qual são registradas informações como identificação de cada indivíduo que mora no lar, escolaridade, características do domicílio, situação de trabalho e renda, entre outros dados. Através do cadastro, diversas famílias têm acesso a benefícios sociais oferecidos pelos governos federal, estaduais e municipais.

Podem participar do benefício cidadãos que ainda não possuem cadastro, ou aqueles que já possuem, mas precisam atualizar as informações, além de famílias que possuem renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo; e cidadãos que possuem renda maior que meio salário mínimo, mas que estejam vinculados a outros programas ou benefícios.

No momento do atendimento, o cidadão precisa ter em mãos documento original com foto, CPF do responsável familiar e de todos os integrantes que moram na mesma residência, e comprovante de residência original. O cadastro é válido por dois anos.

Em Salvador, através da Prefeitura, beneficiários do programa podem ter acesso a auxílio moradia, emergencial, natalidade, viagem e funeral. Diariamente, a cidade registra nos postos uma média de mais de mil atendimentos. Em caso de bloqueio de benefícios, o cidadão pode entrar em contato com o Ministério da Cidadania, pelo telefone 121, ou acessar o site www.cadunico.cidadania.gov.br.