Foto: Força Aérea Indiana

Chuvas causam deslizamentos de terra e deixam 67 mortos na Índia

As chuvas torrenciais das monções, no estado de Maharashtra, no oeste da Índia, causaram ao menos 67 pessoas mortes e dezenas de pessoas estão desaparecidas, após deslizamentos de terra.

A dificuldade dos trabalhos de resgate é gerada pela magnitude dos danos. Centenas de vilas e cidades estão sem energia elétrica e água potável.

Mumbai, capital do estado e polo financeiro do país está com as estradas bloqueadas por causa dos deslizamentos. Em Bengaluru, polo tecnológico, milhares de caminhões ficaram presos na via.

Segundo o governo indiano, parte da costa oeste da Índia recebeu quase 600 milímetros de chuva em 24 horas, forçando autoridades a evacuar pessoas que vivem em áreas vulneráveis e a liberar água de represas que já estão transbordando.

As chuvas intensas e ininterruptas, no período de 24 horas, fizeram o rio Vashishti transbordar, e alguns bairros da cidade de Chiplun, a cerca de 250 km ao sul de Mumbai, estão sob 3,5 metros de água.

Em Taliye, a 180 km a sudeste da capital financeira, ao menos 36 pessoas morreram após um deslizamento de terra arrasar a maior parte da pequena vila.

Outros 27 óbitos foram registrados em diversas regiões de Maharashtra devido a deslizamentos de terra e acidentes ligados às fortes chuvas.

As chuvas torrenciais na Índia ocorrem dias após mais de 190 pessoas morrerem na Europa devido a inundações, mais de 50 serem vítimas de alagamentos na China e a ondas de calor nos Estados Unidos e no Canadá.