Foto: Divulgação / Coppa

Cerca de 120 aves silvestres são apreendidas em feira de Simões Filho

A Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) apreendeu 120 aves silvestres em uma operação de combate ao tráfico e comércio ilegal de animais silvestres. Quatro homens foram presos na manhã deste sábado (9), na feira livre de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com a Coppa, entre as espécies apreendidas estão canário da terra, papa-capim, pássaro preto, cardeal, azulão, sangue de boi, sabiá, chapéu de couro, dentre outras.

“há duas semanas o setor de inteligência mapeou a ação dos infratores e, hoje, foi possível prendê-los logo após chegarem ao local, por volta das 7h30”, disse o comandante da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), major Sérgio Dias.

O major Sérgio Dias sinalizou que um dos presos foi preso pela Coppa em 2015 pelo mesmo crime, mas responde em liberdade. “Por ser um crime de menor potencial ofensivo, essas pessoas são soltas e voltam a reincidir no crime”, explicou.

O major alerta ainda que “além de prejudicar o ecossistema, esse tipo de crime coloca em risco os seres humanos. Muitos animais silvestres são hospedeiros de vírus que causam doenças como a febre amarela, leishmaniose e toxoplasmose”, pontuou.

Novas operações são previstas em outras feiras de Salvador e região metropolitana.Todos os suspeitos, as aves e os materiais apreendidos na ação deste sábado foram levados à 22ª delegacia de Simões Filho.