Foto: Fernando Vivas / GOVBA

Toque de recolher e proibição de shows e festas são prorrogados na Bahia

As medidas restritivas em toda a Bahia estão prorrogadas pelo Governo do Estado. O toque de recolher noturno e a suspensão de shows, festas e atividades esportivas coletivas continuam até o dia 26 de abril. A prorrogação das medidas, que têm o objetivo de conter a disseminação da Covid-19, será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (17).

Segundo o governo, a restrição de locomoção noturna vale das 20h às 5h, sendo vedado a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas. Os shows e as festas, públicas ou privadas, continuam proibidos, independentemente do número de participantes, em todo território baiano.

Excepcionalmente, desde que respeitados os protocolos sanitários, os eventos exclusivamente científicos e profissionais podem ocorrer com público limitado a 50 pessoas. A exceção fica por conta de 99 municípios, onde permanecem suspensos eventos e atividades independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas.

Também fica proibida a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, das 18h de 23 de abril até as 5h de 26 de abril, em toda a Bahia.

Transporte

A circulação dos meios de transporte metropolitanos segue suspensa das 20h30 às 5h, até 26 de abril. A circulação dos ferry boats deve ser suspensa das 20h30 às 5h de 19 de abril a 23 de abril, ficando vedado o funcionamento nos dias 24 e 25 de abril.

Já a circulação das lanchinhas permanece suspensa das 20h30 às 5h, até 26 de abril, limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação nos dias 17, 18, 24 e 25 de abril.

Região de Irecê

Por conta do alto índice de contaminação da Covid-19, o Governo do Estado também decidiu prorrogar as restrições na região de Irecê. O toque de recolher permanece das 18h às 5h, em 23 municípios, até 26 de abril: América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Bonito, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Souto Soares, Tapiramutá, Uibaí e Xique-Xique.

Fica vedada ainda, nesses municípios, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, até as 5h do dia 26 de abril.

Eventos proibidos

Ao todo, 99 municípios não podem realizar qualquer tipo de evento, independentemente da quantidade de pessoas. São eles: América Dourada, Angical, Baianópolis, Barra, Barra da Estiva, Barra dos Mendes, Barreiras, Barro Alto, Bom Jesus da Lapa, Bonito, Boquira, Botuporã, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buritirama, Caculé, Caetité, Cafarnaum, Canápolis, Canarana, Candiba, Carinhanha, Catolândia, Caturama, Central, Cocos, Contendas do Sincorá, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Dom Basílio, Érico Cardoso, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Gentio do Ouro e Guanambi.

Os eventos estão proibidos ainda em Ibiassucê, Ibicoara, Ibipeba, Ibipitanga, Ibititá, Ibotirama, Igaporã, Ipupiara, Irecê, Itaguaçu da Bahia, Ituaçu, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, João Dourado, Jussara, Jussiape, Lagoa Real, Lapão, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macaúbas, Malhada, Mansidão, Matina, Morporá, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mulungu do Morro, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Paratinga, Pindaí, Presidente Dutra, Riachão das Neves e Riacho de Santana.

Completam a lista os municípios de Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Felix do Coribe, São Gabriel, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanque Novo, Tapiramutá, Uibaí, Urandi, Wanderley e Xique-Xique.

Foto: Fernando Vivas / GOVBA

Governo prorroga toque de recolher até 19 de abril em toda a Bahia

As medidas do governo do Estado de toque de recolher, a proibição das aulas presenciais e a suspensão de eventos em toda a Bahia, que venceriam nesta segunda-feira (12), passam a valer até 19 de abril. A prorrogação foi publicada no domingo (11), na versão on-line do Diário Oficial do Estado (DOE).

De acordo com o documento, também fica vedada a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, no período das 18h do dia 16 até as 5h de 19 de abril. Das 20h às 5h, em toda a Bahia, segue restrita a locomoção de pessoas, sendo vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas.

Segue proibida ainda, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até 19 de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações. Continua autorizado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

Transporte

A circulação dos meios de transporte metropolitanos deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, até 19 de abril. A circulação dos ferry boats também será suspensa das 20h30 às 5h do dia 12 a 16 de abril, ficando vedado o funcionamento nos dias 17 e 18 de abril.

A circulação das lanchinhas fica proibida das 20h30 às 5h, até 19 de abril, limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação nos dias 17 e 18 de abril.

Aulas presenciais e eventos

Continuam suspensas, até 19 de abril, as aulas presenciais nas unidades de ensino, públicas e particulares, ressalvados os estágios curriculares obrigatórios dos cursos da área de saúde.

Permanecem proibidos também os eventos e as atividades, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, como eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica.

Foto: Reprodução / YouTube Papo Correria

Rui Costa diz que toque de recolher voltará a ser às 20h

O governador Rui Costa (PT) anunciou nesta terça-feira (30), durante o Papo Correria, um encontro virtual, que o toque de recolher em toda a Bahia voltará a ser às 20h.  Além disso, o governador divulgou que o estado terá 200 mil vagas de cursos profissionalizantes.

Em relação aos cursos, Rui disse que 200 mil novas vagas para 44 cursos gratuitos de qualificação profissional à distância serão ofertadas para a rede estadual de ensino.

O programa que é chamado de “Educar Para Trabalhar” tem como objetivo promover a qualificação dos estudantes para o mundo do trabalho.

Estarão disponíveis 108 mil vagas para alunos da rede profissional, 70 mil para estudantes do ensino médio e 22 mil para egressos que saíram da rede nos últimos anos. O aluno também precisará ter 75% da frequência e de nota seis nas atividades.

Durante o ano, serão realizados dois processos seletivos via sorteio eletrônico, com editais que serão publicados nos meses de maio e julho, no Portal da Educação.

Foto: Fernando Vivas / GOVBA

Toque de recolher é prorrogado até o dia 5 de abril na Bahia

Está prorrogado o toque de recolher em todo o território baiano, até o dia 5 de abril, segundo decreto do Governo do Estado publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE), desta quinta-feira (25). A medida determina a restrição de locomoção noturna das 18h às 5h.

De acordo com o texto, está proibido a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas no horário estabelecido.

Ainda fica vedada, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até o dia 5 de abril. Serão permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.

Seguem suspensos eventos e atividades, em todo o estado, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica, até o dia 5 de abril.

Foto: Secom / PMS

Toque de recolher é antecipado para as 18h a partir desta segunda

Além do Governo do Estado e prefeituras municipais prorrogarem as medidas mais restritivas para a capital baiana e alguns municípios inseridos na Região Metropolitana de Salvador (RMS), também será antecipado o início do toque de recolher, a partir desta segunda-feira (22), em todo o território baiano, que passa a valer a partir das 18h. A medida tem validade até o dia 1º de abril.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do sábado (20). Com a medida, apenas o funcionamento das atividades consideradas essenciais continuará permitido até às 5h de 29 de março.

Não vão aderir à prorrogação do decreto e os serviços não essenciais, Itaparica, Vera Cruz, Madre de Deus, Pojuca e Mata de São João, e poderão funcionar até às 17h durante a semana. Entre os dias 22 e 26 de março, após as 17h, será permitido somente o funcionamento dos serviços essenciais nesses municípios.

Em Salvador, Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé e Simões Filho, somente as atividades relacionadas à saúde e ao enfrentamento da pandemia, à comercialização de gêneros alimentícios e feiras livres, à segurança e a atividades de urgência e emergência poderão ser realizadas.

Supermercados, hipermercados e atacadões poderão comercializar apenas gêneros alimentícios e produtos de limpeza e higiene. Já as farmácias somente poderão comercializar medicamentos e produtos voltados à saúde. A medida vale até as 5h do dia 29 de março para os seguintes municípios: Salvador, Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho, Itaparica, Vera Cruz, Madre de Deus, Pojuca e Mata de São João.

Os estabelecimentos que funcionem como supermercados, hipermercados e atacadões deverão isolar seções, corredores e prateleiras nos quais estejam expostos os produtos não enquadrados como gêneros alimentícios ou produtos de limpeza e higiene. A medida tem validade até as 05h do dia 29 de março.

Os estabelecimentos comerciais que funcionam como bares e restaurantes poderão operar apenas de portas fechadas, na modalidade de entrega em domicílio, até as 24h. A medida vale para Salvador, Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé e Simões Filho

Em Itaparica, Vera Cruz, Madre de Deus, Pojuca e Mata de São João, os bares e restaurantes deverão encerrar o atendimento presencial até as 17h.

A circulação dos meios de transporte metropolitanos será suspensa das 19h as 5h até o dia 29 de março. A circulação dos meios de transporte metropolitanos aquaviários, como ferry boat e lanchinhas, deverá ser suspensa nos dias 20 e 21 de março. A suspensão também vale das 20h30 às 5h de 22 de março a 29 de março, ficando vedado o funcionamento nos dias 27 e 28 de março.

Também continuam suspensos, no período de 15 de março até as 5h do dia 29 de março, os atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) em Salvador, Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé e Simões Filho.

A retomada escalonada das atividades econômicas fica condicionada à manutenção, por cinco dias consecutivos, da taxa de ocupação dos leitos de UTI em percentual igual ou abaixo de 80%.

Medidas válidas para toda a Bahia

Com exceção de deslocamentos por motivos de saúde ou em situações em que fique comprovada a urgência, segue proibida a circulação de pessoas entre 18h e 5h, até o dia 1º de abril, em todos os 417 municípios baianos.

O funcionamento dos serviços não essenciais está proibido em toda a Bahia entre as 18h de 19 de março até 5h do dia 22 de março. A medida também terá validade das 18h de 26 de março às 5h de 29 de março.

A restrição da venda de bebidas alcoólicas seguirá valendo, em todo o estado, a partir das 18h de 19 de março até 5h de 22 de março, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery). A mesma medida terá validade a partir das 18h de 26 de março às 5h de 29 de março.

Também segue vedada em todo o estado a prática de atividades esportivas coletivas amadoras até 1º de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomeração. O funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a prática de atividades físicas está proibido até 29 de março.

Os atos religiosos litúrgicos podem ocorrer na Bahia, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%, desde que o espaço seja amplo e tenha ventilação cruzada.

Ficam vedados, até 29 de março, também em todo o estado, os procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais nas unidades hospitalares públicas e privadas.

Segue proibida ainda, até 1º de abril, a realização de eventos e atividades que envolvam aglomeração de pessoas, independentemente do número de participantes, como cerimônias de casamento, solenidades de formatura, feiras, circos, passeatas, eventos desportivos, científicos e religiosos, bem como aulas em academias de dança e ginástica.

Foto: Alberto Maraux / SSP

Balanço registra 31 pessoas autuadas por descumprir toque de recolher

Entre as 22h de sábado (6) até às 5h deste domingo (7), trinta e uma pessoas foram autuadas por descumprir decreto de toque de recolher na Bahia.

Segundo a Secretaria de Segurança do Estado (SSP), as autuações aconteceram em Salvador e em 12 cidades do interior. No total, 195 pessoas foram autuadas desde o início do toque de recolher, que começou no dia 19 de fevereiro.

A medida estabelece a restrição de circulação de pessoas e paralisação das atividades não essenciais entre as 20h até as 5h do dia seguinte. O decreto de toque de recolher segue até as 5h do dia 1º de abril.

Foto: Alberto Maraux / SSP

Interior do estado concentra 85% dos autuados por desrespeito a toque de recolher

Em um balanço dos últimos 12 dias, revela que 85,2% das autuações por descumprimento do toque de recolher são nas cidades do interior da Bahia. A polícia conduziu e autuou, neste período, 118 pessoas.

A Região Metropolitana de Salvador (RMS) ficou na segunda colocação com 9,1% (13 autuados) dos casos e, na capital baiana, ocorreram 5,7% (oito autuados) dos flagrantes. No total, 139 infratores foram detidos e responderão à Justiça.

Na última parcial, das 20h de segunda-feira às 5h desta terça-feira (2), cinco pessoas foram conduzidas e atuadas por infringirem o toque de recolher. Os flagrantes ocorreram em Salvador (dois casos), na RMS, com uma autuação no município de Mata de São João, e mais duas ocorrências nas cidades de Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Os infratores foram autuados nos artigos 268 – infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa e 330 – desobedecer a ordem legal de funcionário público.

Foto: Haeckel Dias / SSP

Três infratores são autuados no quarto dia de toque de recolher

Foram registrados mais quatro flagrantes no quarto dia de toque de recolher, no estado da Bahia, que se encerrou com três pessoas autuadas. As infrações ocorreram nas cidades de Dias D’Ávila, Ilhéus e Santo Amaro, entre as 20h de segunda-feira e 5h desta terça-feira (23).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), na capital baiana, não houve registro de descumprimento do decretado estadual.

Os infratores foram indicados nos artigos 268 (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 330 (desobedecer à ordem legal de funcionário público).

Ao total, desde o início do toque de recolher, na última sexta-feira (19), 58 pessoas foram autuadas por descumprimento do decreto estadual.

Foto: Gilberto Júnior / Secom

Transporte tem mudança de horário devido ao toque de recolher

A operação de transporte em Salvador foi reajustada para garantir o atendimento aos usuários do sistema, após a mudança do horário do toque de recolher, que será das 20h às 5h e que começou na segunda-feira (22).

Com a última saída do metrô programada para as 20h30, os últimos ônibus sairão das estações de transbordo às 21h30. Já nos principais corredores de tráfego, os últimos ônibus passarão às 20h30. 

O serviço será retomado a partir das 4h30 do dia seguinte, para atender os usuários que necessitam do transporte antes das 5h, evitando, assim, aglomerações nos primeiros horários. Para atender à demanda, serão disponibilizados 21 veículos de frota reguladora, que ficarão distribuídos entre as estações da Lapa, Pirajá, Mussurunga e Acesso Norte. Além destes, serão mantidos os oito veículos reguladores para a operação assistida na região do Subúrbio. 

As mudanças têm início já nesta segunda-feira (22). Os agentes de trânsito e transporte estarão nos principais pontos monitorando o atendimento e realizando os ajustes necessários para garantir o atendimento de transporte.

Foto: Divulgação / PMVC

Prefeitura de Vitória da Conquista decide aderir novos horários do toque de recolher

Após a prefeitura de Vitória da Conquista ter publicado nas redes sociais que a cidade não iria aderir ao Decreto Estadual nº 20.240, de 21 de fevereiro, que amplia os horários do toque de recolher, a gestão municipal volta atrás e adere o decreto determinado pelo governo do estado.

Nas redes sociais, a prefeitura informou que iria manter as restrições das 22h às 5h, conforme decreto anterior, e não das 20h às 5h como publicado no novo decreto que passa a valer a partir de segunda-feira (22). Em contrapartida, o governador Rui Costa afirmou que o decreto teria que ser cumprido e que as polícias iriam fiscalizar.

Segundo a Central Integrada de Comando e Controle da Saúde do estado, nesta segunda-feira (22), a cidade registra 94% de taxa de ocupação tanto nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos, quanto nos pediátricos.

Já na manhã desta segunda-feira (22), a prefeita em exercício, Sheila Lemos, informou nas redes sociais que vai seguir o novo decreto.

“Na manhã desta segunda-feira (22), o Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da pandemia voltou a se reunir no Gabinete Civil. No encontro, ficou decidido que Vitória da Conquista irá aderir ao Decreto Estadual nº 20.240, de 21 de fevereiro, que altera os horários da restrição de circulação noturna em municípios baianos. A decisão avaliou o compromisso do governador da Bahia, Rui Costa, em abrir um hospital com leitos de UTI no município de Caetité, na região Sudoeste, até a próxima sexta-feira (26). O acordo ocorreu em conversa telefônica com a prefeita em exercício de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, nesse domingo (21). Com isso, a restrição na circulação de pessoas nas ruas passa a valer hoje (22), das 20h às 5h, até o dia 28 de fevereiro”.

Foto: Reprodução / GOVBA

Ocupação de leitos de UTI chega a 80% na Bahia; governador anuncia ampliação do toque de recolher

A Bahia alcançou a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI, e por isso, o governador Rui Costa (PT), afirmou neste domingo (21) que o toque de recolher em vigor desde sexta-feira (19) será ampliado a partir de segunda-feira (22). A medida será publicada em edição extra do Diário Oficial.

“Infelizmente, alcançamos a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI na #Bahia e a consequência será a ampliação do horário do toque de recolher. A partir desta segunda, dia 22, a restrição será das 20h às 5h”, afirmou Rui.

Nas 381 cidades baianas, a restrição na circulação de pessoas nas ruas passa a valer das 20h às 5h, até o próximo dia 28 de fevereiro. A região oeste é a única exceção.

O atendimento presencial em bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas será encerrado às 18h. Apenas o delivery de alimentos fica permitido até as 23h. Já o transporte metropolitano (ônibus, metrô, ferryboat e lanchinhas) pode funcionar até as 20h30.

A atualização do decreto nº 20.233, que instituiu o toque de recolher, será publicada em edição suplementar online do Diário Oficial do Estado (DOE) deste domingo (21). Conforme o decreto, no período das 20h às 5h, é permitido o deslocamento somente para ida a serviços de saúde ou farmácia, para compra de medicamentos, ou situações em que fique comprovada a urgência.

Não são alcançados pelo decreto os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; os serviços delivery de farmácia e medicamentos; e as atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

Fiscalização

Aqueles que descumprirem a medida podem ser autuados nos artigos 268 (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 330 (desobedecer a ordem legal de funcionário público) do Código Penal.

A população pode contribuir com a fiscalização. Denúncias para a Polícia Militar da Bahia (PMBA) devem ser feitas pelo 190 ou (71) 3235-0000, na capital, e pelo 181, no interior do estado. A denúncia é anônima.

Foto: Alberto Maraux / SSP

Balanço do fim de semana registra vinte e três pessoas infratoras no Toque de Recolher

No segundo dia de cumprimento do decreto estadual de toque de recolher, vinte e três pessoas foram autuadas por desrespeito a medida na Bahia. Os flagrantes aconteceram em Salvador, na Região Metropolitana e em cidades do interior do estado.

No balanço, entre 22h de sábado (20) e 5h de domingo (21), uma pessoa foi conduzida e autuada, em Salvador, e outro infrator foi localizado no bairro de Itinga, na cidade de Lauro de Freitas. 

Nos flagrantes, outras autuações acorreram nos municipios de Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Juazeiro, Jequié, Tanhaçu, Itapé, Camacan, Muniz Ferreira, Presidente Dutra, Itacaré, Barra da Estiva e Brumado. 

Ronda em bairros da capital 

Dez bairros de Salvador foram visitados, na madrugada deste domingo (21), pelo secretário e subsecretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino e Hélio Jorge, respectivamente. A “ronda” foi promovida com o objetivo de avaliar como a população se comportava no segundo dia do toque de recolher. 

O ‘tour’ começou pelo bairro de Mussurunga. Em uma das ruas, um bar instalado na varanda de uma casa foi flagrado aberto. Para tentar despistar a polícia, a porta metálica ficou fechada até a metade. Dentro do local, dois homens consumiam bebida alcoólica. Assim que o proprietário foi advertido, fechou o estabelecimento. 

Nos bairros de Cabula, Narandiba, Pau Miúdo, Pero Vaz, Liberdade, Uruguai, Ribeira, Barra e Rio Vermelho não houve anormalidade.

“Percebemos uma grande adesão da população em todo o estado. Esperamos que baianos e turistas continuem cumprindo o toque de recolher”, declarou o secretário Ricardo Mandarino.

Foto: Alberto Maraux / SSP

Doze pessoas são autuadas no primeiro dia do toque de recolher no interior baiano

No primeiro dia com toque de recolher na Bahia, doze pessoas foram autuadas pela Polícia Civil. Os flagrantes de desobediência do decreto estadual aconteceram entre 22h e 5h, em sete cidades do interior da Bahia.

As conduções dos infratores ocorreram nas cidades de Santo Amaro, Ipiaú, Anagé, Ruy Barbosa, Serrinha, Itabuna e Teixeira de Freitas. 

Os 12 foram autuados nos artigos 268, por Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa,  e 330, por desobedecer a ordem legal de funcionário público. 

Na capital, até a 0h de sábado (20), cinco pessoas foram conduzidas à delegacia, em Salvador, por descumprimento do toque de recolher.

Nos bairros de Itapuã, Rio Vermelho e Barra, onde se concentra grande número de bares, nenhuma anormalidade foi registrada.

Foto: Reprodução / Internacional Travessias

Confira horários especiais do ferry-boat e lanchas após decreto de toque de recolher

A partir da noite desta sexta-feira (19), os horários de funcionamento do sistema de travessia hidroviária entre a capital e as cidades de Itaparica e Vera Cruz sofrerão alteração, em virtude do decreto governamental que estabelece toque de recolher das 22h às 5h, até o dia 25 de fevereiro.

A Agerba determinou que as empresas operadoras passem a iniciar os serviços um pouco mais tarde e finalizem as operações mais cedo.

No sistema ferry-boat, o último horário de operação a noite será às 21h30 tanto em São Joaquim, como em Bom Despacho. A partir de sábado (20), o primeiro horário passa a ser operado às 5h30 em ambos os terminais, e a partir das 6h as saídas ocorrerão normalmente de hora em hora.

Já no sistema de travessias por lanchas, o último horário não sofre alteração, porque segue até as 20h. Pela manhã, a operação tem início às 5h20, no terminal Vera Cruz, e posteriormente realiza o cumprimento da grade regular de horários, de meia em meia hora.

Foto: GOVBA

Toque de recolher inicia nesta sexta na Bahia

Começa nesta sexta-feira, o toque de recolher no estado da Bahia, e valerá por sete dias, das 22h às 5h, em 343 cidades do estado. A medida foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (18) e anunciada pelo governado Rui Costa. (veja o vídeo abaixo e confira a lista completa das cidades que terão toque de recolher)

Entre as medidas estabelecidas, os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as suas atividades até às 21h30, para garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências.

Deverão estar fechados e vazios às 22h, estabelecimentos comerciais como shoppings, bares e restaurantes, além de postos de gasolina que vendem bebidas alcóolicas.

Os meios de transporte metropolitanos de ônibus, metrô, ferry-boat e lanchinhas devem ser encerrados o funcionamento às 22h30.

Na capital baiana, os ônibus urbanos deverão seguir decreto publicado pela prefeitura, que já determinou a circulação até 22h30.

Atividades essenciais

Os serviços de saúde e farmácias serão mantidos, inclusive a entrega de medicamentos por meio de motoboys. Entretanto, a partir das 22h, os serviços de delivery serão proibidos para bares, restaurantes e semelhantes, sendo permitidos apenas para farmácias.

Já o funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários e aeroviários ou ao deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização destas atividades fins, a determinação não se aplica.

O funcionamento de bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas, inclusive na modalidade delivery ficam expressamente vedados, entre as 22h e às 5h.

Confira abaixo lista dos municípios que terão toque de recolher:

1.Abaíra
2.Abaré
3.Acajutiba
4.Adustina
5.Água Fria
6.Aiquara
7.Alagoinhas
8.Alcobaça
9.Almadina
10.Amargosa
11.Amélia Rodrigues
12.Anagé
13.Andaraí
14.Andorinha
15.Anguera
16.Antas
17.Antônio Cardoso
18.Antônio Gonçalves
19.Aporá
20.Apuarema
21.Araçás
22.Aracatu
23.Araci
24.Aramari
25.Arataca
26.Aratuípe
27.Aurelino Leal
28.Baixa Grande
29.Banzaê
30.Barra da Estiva
31.Barra do Choça
32.Barra do Rocha
33.Barro Preto
34.Barrocas
35.Belmonte
36.Belo Campo
37.Biritinga
38.Boa Nova
39.Boa Vista do Tupim
40.Bom Jesus da Serra
41.Boninal
42.Bonito
43.Boquira
44.Botuporã
45.Brejões
46.Brumado
47.Buerarema
48.Caatiba
49.Cabaceiras do Paraguaçu
50.Cachoeira
51.Caculé
52.Caetanos
53.Caetité
54.Cairu
55.Camacã
56.Camaçari
57.Camamu
58.Campo Alegre de Lourdes
59.Campo Formoso
60.Canavieiras
61.Candeal
62.Candeias
63.Candiba
64.Cândido Sales
65.Cansanção
66.Canudos
67.Capela do Alto Alegre
68.Caraíbas
69.Caravelas
70.Cardeal da Silva
71.Carinhanha
72.Casa Nova
73.Castro Alves
74.Catu
75.Caturama
76.Chorrochó
77.Cícero Dantas
78.Cipó
79.Coaraci
80.Conceição da Feira
81.Conceição do Almeida
82.Conceição do Coité
83.Conceição do Jacuípe
84.Conde
85.Condeúba
86.Contendas do Sincorá
87.Coração de Maria
88.Cordeiros
89.Coronel João Sá
90.Cravolândia
91.Crisópolis
92.Cruz das Almas
93.Curaçá
94.Dário Meira
95.Dias d’Ávila
96.Dom Basílio
97.Dom Macedo Costa
98.Elísio Medrado
99.Encruzilhada
100.Entre Rios
101.Érico Cardoso
102.Esplanada
103.Euclides da Cunha
104.Eunápolis
105.Fátima
106.Feira da Mata
107.Feira de Santana
108.Filadélfia
109.Firmino Alves
110.Floresta Azul
111.Gandu
112.Gavião
113.Glória
114.Gongogi
115.Governador Mangabeira
116.Guajeru
117.Guanambi
118.Guaratinga
119.Heliópolis
120.Iaçu
121.Ibiassucê
122.Ibicaraí
123.Ibicoara
124.Ibicuí
125.Ibipitanga
126.Ibiquera
127.Ibirapitanga
128.Ibirapuã
129.Ibirataia
130.Ibitiara
131.Ichu
132.Igaporã
133.Igrapiúna
134.Iguaí
135.Ilhéus
136.Inhambupe
137.Ipecaetá
138.Ipiaú
139.Ipirá
140.Irajuba
141.Iramaia
142.Iraquara
143.Irará
144.Itabela
145.Itaberaba
146.Itabuna
147.Itacaré
148.Itaetê
149.Itagi
150.Itagibá
151.Itagimirim
152.Itaju do Colônia
153.Itajuípe
154.Itamaraju
155.Itamari
156.Itambé
157.Itanagra
158.Itanhém
159.Itaparica
160.Itapé
161.Itapebi
162.Itapetinga
163.Itapicuru
164.Itapitanga
165.Itaquara
166.Itarantim
167.Itatim
168.Itiruçu
169.Itiúba
170.Itororó
171.Ituaçu
172.Ituberá
173.Iuiu
174.Jacaraci
175.Jaguaquara
176.Jaguarari
177.Jaguaripe
178.Jandaíra
179.Jequié
180.Jeremoabo
181.Jiquiriçá
182.Jitaúna
183.Juazeiro
184.Jucuruçu
185.Jussari
186.Jussiape
187.Lafaiete Coutinho
188.Lagoa Real
189.Laje
190.Lajedão
191.Lajedinho
192.Lajedo do Tabocal
193.Lamarão
194.Lauro de Freitas
195.Lençóis
196.Licínio de Almeida
197.Livramento de Nossa Senhora
198.Macajuba
199.Macarani
200.Macaúbas
201.Macururé
202.Madre de Deus
203.Maetinga
204.Maiquinique
205.Malhada
206.Malhada de Pedras
207.Manoel Vitorino
208.Maracás
209.Maragogipe
210.Maraú
211.Marcionílio Souza
212.Mascote
213.Mata de São João
214.Matina
215.Medeiros Neto
216.Milagres
217.Mirante
218.Monte Santo
219.Mortugaba
220.Mucugê
221.Mucuri
222.Mundo Novo
223.Muniz Ferreira
224.Muritiba
225.Mutuípe
226.Nazaré
227.Nilo Peçanha
228.Nordestina
229.Nova Canaã
230.Nova Fátima
231.Nova Ibiá
232.Nova Itarana
233.Nova Redenção
234.Nova Soure
235.Nova Viçosa
236.Novo Horizonte
237.Novo Triunfo
238.Olindina
239.Ouriçangas
240.Palmas de Monte Alto
241.Palmeiras
242.Paramirim
243.Paripiranga
244.Pau Brasil
245.Paulo Afonso
246.Pé de Serra
247.Pedrão
248.Pedro Alexandre
249.Piatã
250.Pilão Arcado
251.Pindaí
252.Pindobaçu
253.Pintadas
254.Piraí do Norte
255.Piripá
256.Planaltino
257.Planalto
258.Poções
259.Pojuca
260.Ponto Novo
261.Porto Seguro
262.Potiraguá
263.Prado
264.Presidente Jânio Quadros
265.Presidente Tancredo Neves
266.Queimadas
267.Quijingue
268.Rafael Jambeiro
269.Remanso
270.Retirolândia
271.Riachão do Jacuípe
272.Riacho de Santana
273.Ribeira do Amparo
274.Ribeira do Pombal
275.Ribeirão do Largo
276.Rio de Contas
277.Rio do Antônio
278.Rio do Pires
279.Rio Real
280.Rodelas
281.Ruy Barbosa
282.Salinas da Margarida
283.Salvador
284.Santa Bárbara
285.Santa Brígida
286.Santa Cruz Cabrália
287.Santa Cruz da Vitória
288.Santa Inês
289.Santa Luzia
290.Santa Teresinha
291.Santaluz
292.Santanópolis
293.Santo Amaro
294.Santo Antônio de Jesus
295.Santo Estêvão
296.São Domingos
297.São Felipe
298.São Félix
299.São Francisco do Conde
300.São Gonçalo dos Campos
301.São José da Vitória
302.São Miguel das Matas
303.São Sebastião do Passé
304.Sapeaçu
305.Sátiro Dias
306.Saubara
307.Seabra
308.Sebastião Laranjeiras
309.Senhor do Bonfim
310.Sento Sé
311.Serra Preta
312.Serrinha
313.Simões Filho
314.Sítio do Quinto
315.Sobradinho
316.Souto Soares
317.Tanhaçu
318.Tanque Novo
319.Tanquinho
320.Taperoá
321.Teixeira de Freitas
322.Teodoro Sampaio
323.Teofilândia
324.Teolândia
325.Terra Nova
326.Tremedal
327.Tucano
328.Uauá
329.Ubaíra
330.Ubaitaba
331.Ubatã
332.Una
333.Urandi
334.Uruçuca
335.Utinga
336.Valença
337.Valente
338.Varzedo
339.Vera Cruz
340.Vereda
341.Vitória da Conquista
342.Wagner
343.Wenceslau Guimarães
Foto: Mateus Pereira / GOVBA

Governo detalha aplicação do toque de recolher na Bahia

O governo do estado informou alguns detalhes da aplicação do toque de recolher na Bahia que será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (18). Anunciado para iniciar na sexta-feira, o toque de recolher valerá por sete dias, das 22h às 5h, em 343 cidades da Bahia a partir de sexta-feira (19) e valerá até 25 de fevereiro.

Entre as medidas estabelecidas, os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as suas atividades até às 21h30, para garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências.

Deverão estar fechados e vazios às 22h, estabelecimentos comerciais como shoppings, bares e restaurantes, além de postos de gasolina que vendem bebidas alcóolicas.

Os meios de transporte metropolitanos de ônibus, metrô, ferry-boat e lanchinhas devem ser encerrados o funcionamento às 22h30.

Na capital baiana, os ônibus urbanos deverão seguir decreto publicado pela prefeitura, que já determinou a circulação até 22h30.

Atividades essenciais

Os serviços de saúde e farmácias serão mantidos, inclusive a entrega de medicamentos por meio de motoboys. Entretanto, a partir das 22h, os serviços de delivery serão proibidos para bares, restaurantes e semelhantes, sendo permitidos apenas para farmácias.

Já o funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários e aeroviários ou ao deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização destas atividades fins, a determinação não se aplica.

O funcionamento de bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas, inclusive na modalidade delivery ficam expressamente vedados, entre as 22h e às 5h.

Foto: Reprodução / GOVBA

Rui Costa decreta toque de recolher no estado a partir de sexta

O governador Rui Costa (PT) decretou toque de recolher a partir de sexta-feira (19), e ficará restrita a circulação de pessoas nas ruas e o funcionamento de serviços não essenciais após as 22h em grande parte da Bahia, exceto nas regiões oeste, de Irecê e de Jacobina, que apresentam os três menores índices de ocupação de leitos de UTI para Covid-19.

A medida veio após uma reunião com membros da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeitos e técnicos das secretarias estaduais da Educação e da Saúde. A restrição compreenderá o período das 22h às 5h.

“O decreto que será publicado nesta quarta-feira (17) irá valer por sete dias e proíbe atividades comerciais não essenciais. É uma medida que precisamos tomar para conter as taxas de contágios e o número de casos ativos que hoje ultrapassam 15 mil. É uma forma de conter o avanço desse número alarmante que, se continuar crescendo, irá levar ao total colapso do sistema de saúde”, disse o governador.

Rui afirmou ainda que, para a volta às aulas, três critérios precisam ser obedecidos: a redução do número de casos ativos, a diminuição do número de óbitos e a queda das taxas de ocupação de leitos. “Definimos que esses critérios são os requisitos mínimos necessários para que possamos ter um retorno sem colocar em risco a vida de nossos professores, pais, alunos e todos os seus familiares”, concluiu.

A declaração do governador seguiu uma apresentação de técnicos da Sesab mostrando que a Bahia alcançou uma taxa de 74% de ocupação dos leitos de UTI dedicados para atender pacientes com casos mais graves de Covid-19. “Os dados indicam um risco real de colapso do sistema de saúde e consequente aumento na mortalidade. Nesse momento, apenas medidas de distanciamento social mais severas minimizarão as altas taxas de transmissão do vírus”, explicou o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Foto: Carol Garcia / GOVBA

Governo da Bahia decreta toque de recolher em mais 33 cidades

A partir desta terça-feira (4) mais 33 municípios entrarão no toque de recolher para frear o avanço da pandemia nestes locais. Em algumas cidades, o decreto prorrogou toque de recolher que já estava em vigor. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado e tem validade até 11 de agosto.

Os municípios são: Alagoinhas, Almadina, Barreiras, Castro Alves, Ibirataia, Itaberaba, Jaguarari, Jitaúna, Salinas da Margarida, Tucano, Uauá , Várzea da Roça, América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Bonito, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Tapiramutá e Uibaí.

Já nas cidades de Alagoinhas, Almadina, Barreiras, Castro Alves, Ibirataia, Itaberaba, Jaguarari, Jitaúna, Salinas da Margarida, Tucano, Uauá e Várzea da Roça o toque de recolher valerá das 18h às 5h.

Entretanto, os municípios que já estavam em restrição, mas que medidas tiveram a validade vencida no domingo (2), o toque de recolher valerá das 20 às 5h. São estes: América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Bonito, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Tapiramutá e Uibaí.  

Ficam autorizados, nestas localidades, durante o intervalo do toque de recolher, somente o funcionamento dos serviços essenciais e, em especial, as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde.

Foto : Mateus Pereira / GOVBA

Mais 22 cidades adotam toque de recolher na Bahia

A partir deste domingo (26), mais 22 cidades baianas terão toque de recolher. A medida passa a vigorar em América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Bonito, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, São Gabriel, Tapiramutá e Uibaí, de acordo com publicação que será feita no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (25). 

A medida adotada pelo Governo do Estado nessas cidades tem validade até 2 de agosto e visa conter o avanço da contaminação pelo novo coronavírus no interior da Bahia. Fica estabelecida, das 18h às 5h, a restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas.

Também nessas 22 cidades fica autorizado, das 5h às 16h, somente o funcionamento dos serviços essenciais e, em especial, as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde. 

Durante os horários de restrição, estão autorizados, excepcionalmente, os serviços necessários ao funcionamento das indústrias e centros de distribuição e o deslocamento dos seus trabalhadores e colaboradores.

Neste momento, outras 23 cidades baianas estão com toque de recolher em vigor. Com decreto válido até o domingo (26), a restrição inclui Camaçari, Candeias, Dias d’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho, Mata de São João, Pojuca, Ibirataia, Conde e Terra Nova. 

Em Juazeiro, Cachoeira, Coribe, Correntina, Poções, Santa Maria da Vitória e São Félix, decreto estadual estabelece a restrição de locomoção noturna até o dia 29 de julho. Já em Cocos e Feira da Mata, a medida do Governo do Estado está vigorando até 30 de julho. 

Todas as medidas adotadas nessas 55 cidades estão em conformidade com as condições estabelecidas nos respectivos decretos municipais.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Coração de Maria

Prefeitura de Coração de Maria decreta toque de recolher durante 15 dias

A Prefeitura de Coração de Maria constatou o crescimento do número de infectados com a covid-19 e decretou toque de recolher no município pela segunda vez. O decreto foi publicado nesta quinta-feira (23), no Diário Oficial, e a medida começa a valer a partir desta sexta-feira (24) com o prazo de validade de 15 dias.

De acordo com a prefeitura do município baiano a medida proíbe a circulação de pessoas e veículos entre 18h e 5h. O prefeito decidiu decretar a medida após uma reunião com a Secretaria de Saúde, Policia Militar e Secretários municipais, sobretudo que visam controlar o aumento da covid-19 na região.

Segundo a gestão municipal, a ação contará com a colaboração da Policia Militar que garantiu apoio efetivo na fiscalização e cumprimento do decreto. O primeiro toque de recolher em Coração de Maria começou no dia 20 de maio e também foi válido por 15 dias. Até a tarde desta quinta (23), a cidade registrou 138 casos confirmados e duas mortes.

Na Bahia foram registrados 5.113 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,8%), 56 mortes (+1,9%) e 4.616 curados (+4,0%). Dos 138.358 casos confirmados desde o início da pandemia, 120.862 já são considerados curados, 14.452 encontram-se ativos e 3.044 tiveram óbito confirmado. Na Bahia, 13.538 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19, de acordo com o boletim desta quinta-feira (23) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Foto: Ascom / Juazeiro

Bahia tem toque de recolher em 6 municípios e prorroga medida em Juazeiro

Os municípios de Cachoeira, Coribe, Correntina, Poções, Santa Maria da Vitória e São Félix, estão em toque de recolher com decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (23). O governo prorroga medida no município de Juazeiro, que terminaria na quarta (22). O decreto têm validade até o dia 29 de julho. A ação adotada pelo Governo do Estado visa conter o avanço da contaminação pelo novo coronavírus no interior da Bahia.

Nos municípios fica estabelecida a restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 18h às 5h. 

Ainda nas seis cidades que entraram hoje nesta medida, fica autorizado, das 5h às 16h, somente o funcionamento dos serviços essenciais e, em especial, as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde.

Foto: Reprodução / Prefeitura de Barreiras

Barreiras decreta toque de recolher e medidas restritivas no comércio

A prefeitura de Barreiras decretou nesta quinta-feira (16) toque de recolher e outras medidas restritivas no comércio como forma de conter o avanço de casos do novo coronavírus que começam a valer a partir deste domingo (19) até 31 de julho.

De acordo com a medida, o toque de recolher determina a proibição da permanência e trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas da cidade, das 21h às 5h, e suspende também o atendimento ao público em bares, distribuidoras de bebidas, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, pastelarias, quiosques, trailers e lojas de conveniências, sendo permitido apenas o serviço de entregas em domicílio (delivery).

Proíbe também, os estabelecimentos que oferecem serviços relacionados à prática regular de exercícios físicos, como academias de ginástica, lutas, musculação, estúdios, danças, treinamentos funcionais, crossfit, natação, hidroginástica e também a comercialização de bebida alcoólica, em todo e qualquer tipo de estabelecimento comercial durante o prazo de 15 dias.

Ficam suspensos também todo tipo de festa, eventos e comemorações em residências, chácaras, clubes e locais afins, cujo número de pessoas seja superior a 10.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.380 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,0%), 55 mortes (+2,1%) e 4.388 curados (+5,1%). Dos 116.373 casos confirmados desde o início da pandemia, 91.096 já são considerados curados, 22.584 encontram-se ativos e 2.693 tiveram óbito confirmado de coronavírus. No estado, 11.984 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19, de acordo com o boletim desta quinta-feira (16) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Foto: Divulgação / PMJ

Juazeiro prorroga toque de recolher até 19 de julho

Foi prorrogada nesta terça-feira (7) as medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia da covid-19 pela prefeitura de Juazeiro. Pelo novo decreto, o fechamento do comércio e o toque de recolher passam a vigorar até o dia 19 de julho de 2020.

Com o crescente número de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, a gestão municipal suspendeu o funcionamento dos serviços não essenciais e todas as atividades que geram aglomeração de pessoas.

“Infelizmente ainda não podemos abaixar a guarda relaxando o distanciamento social, pois os números de novos casos são frequentes e já passamos de 30 mortes. Precisamos manter a rede hospitalar sob controle para que a mesma não entre em colapso e assim garantirmos o atendimento dos casos graves. Estamos trabalhando incansavelmente conseguindo ampliar os leitos, porém é muito importante a colaboração de todos no cumprimento dos protocolos sanitários e das medidas restritivas”, externa Paulo Bomfim.

Além dos serviços comerciais não essenciais, continuam suspensas até 19 de julho as atividades em shoppings e galerias, as Feiras e Mercados, as academias, os parques, equipamentos (esportivos e de lazer) públicos e privados, os cultos, missas e outras celebrações religiosas presenciais.

De acordo com o boletim diário da Secretária da Saúde do Município, divulgado na quarta-feira (8), Juazeiro já contabiliza mais de mil casos confirmados e 35 mortes. Foram realizados 8.778 testes, sendo 8.367 por testagem rápida e 411 por laboratório. Internados são 27 pacientes, sendo 18 na UTI e 09 em leitos intermediários. Enquanto 715 pessoas cumprem isolamento domiciliar com monitoramento da SESAU.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.582 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de + 3,9%), 61 mortes (+2,8%) e 3.343 curados (+5,3%). Dos 95.536 casos confirmados desde o início da pandemia, 66.550 já são considerados curados, 26.609 encontram-se ativos e 2.277 tiveram óbito confirmado. No estado, 10.561 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19, de acordo com o boletim desta quarta-feira (8) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Foto: Reprodução / Agerba

Onze municípios da Bahia terão “toque de recolher” a partir de domingo

A partir deste domingo (5) mais 11 municípios da Bahia terão que cumprir a medida de “toque de recolher” determinada pelo Governo do Estado, para pervenir o crescimento do número de infectados do novo coronavírus nas regiões.

A determinação passa a valer para as cidades de Camaçari, Candeias, Conde, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho, todas na Região Metropolitana de Salvador, e Correntina.

De acordo com o decreto, fica restrita a locomoção noturna, a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 18h às 5h, até o dia 12 de julho. Estarão autorizados a funcionar apenas serviços essenciais. Além disso, obras em hospitais e construção de novas unidades de saúde podem operar das 5h às 17h.

Em Correntina a medida vale até 10 de julho e a restrição será entre mesmo horário. Em todas as cidades será autorizado deslocamento noturno para ida a serviços de saúde ou farmácia, além de situações em que seja comprovada a urgência.

Foto: Ronaldo Silva / GOVBA

Itabuna e Itapetinga passam a cumprir toque de recolher a partir de hoje

A partir desta sexta-feira (3) os municípios de Itabuna e Itapetinga passarão a cumprir as determinações que visam o toque de recolher no período das 18h até 5h. A medida já foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) e tem como atuação conjunta dos poderes públicos estadual e municipal.

Em Itabuna, a restrição que proíbe a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias vale até o dia 8 de julho. Já em Itapetinga, a circulação noturna não será permitida até 19 de julho, das 19h às 5h. O mesmo decreto prorroga a medida em Itaberaba, onde a restrição noturna continua até 9 julho, das 18h às 5h.