Foto: Jefferson Peixoto / Secom

Prefeitura anuncia mais flexibilizações como reabertura de circos e comércio de alimentos e bebidas nas praias em Salvador

O prefeito ACM Neto (DEM) nesta sexta-feira (16) durante a inauguração da Estação Cidadania de Itapuã, anunciou novas flexibilizações dentro do plano de retomada das atividades durante a pandemia do novo coronavírus.

Entre as novidades estão à reabertura de circos, ampliação das atividades esportivas coletivas em áreas públicas, liberação do comércio de alimentos e bebidas nas praias, além de definição de medidas protetivas para realização de eventos sociais.

“Todas essas novas flexibilizações integram a terceira fase do nosso plano de retomada e estão autorizadas a serem implementadas em 48 horas, claro que dentro dos protocolos gerais e específicos de cada uma. No caso dos anúncios relacionados às praias, eles só podem valer a partir de segunda, já que o uso da faixa de areia não é permitido nos finais de semana e nem em feriados”, disse ACM Neto.  

Após sete meses de paralisação devido às necessárias medidas de isolamento social e restrições para o enfrentamento da Covid-19, os circos voltam a funcionar. De acordo com protocolo setorial, os eventos nesses espaços poderão acontecer de segunda-feira a domingo, inclusive feriados, das 10h às 22h.

Os procedimentos serão da seguinte forma. Na compra de ingressos, poderão ser adquiridos até quatro assentos vizinhos. Além disso, deverá haver um distanciamento de dois assentos livres entre aqueles que podem ser utilizados. A capacidade de público em cada sessão será baseada no distanciamento dos assentos, não podendo exceder o máximo de 100 pessoas, incluindo neste limite os trabalhadores e prestadores de serviço. Já a duração máxima de cada sessão será de duas horas, com intervalo mínimo de uma hora entre as sessões.  

A venda de alimentos e bebidas nos circos deverá seguir o protocolo específico para o segmento de restaurantes e lanchonetes, inclusive quanto ao uso dos EPIs necessários. Ficam proibidas quaisquer atividades interativas que possam resultar em contato ou aproximação dos artistas com a plateia, inclusive fotos com esses profissionais antes, durante e após os espetáculos.

Já os eventos sociais como casamentos, noivados, aniversários, batizados, formaturas, confraternizações corporativas, poderão ser realizados de segunda-feira a domingo, inclusive feriados, das 12h à 0h.

Os eventos poderão ser realizados em locais específicos para esta finalidade, além de bares e restaurantes. Estarão permitidas apresentações musicais ao vivo com até dois integrantes, tipo voz e violão, voz e teclado ou formações similares, sem possibilidade de dança ou atividades que possam reduzir o distanciamento mínimo obrigatório.

O limite de convidados será de 40% da capacidade total do local ou uma pessoa a cada 6m² , o que for menor, não podendo exceder a capacidade máxima de 100 cidadãos por evento. Estarão proibidos os eventos e festas destinados ao público infantil e realização de feiras e similares para exposição e vendas de produtos.  

Além disso, os eventos com serviço de alimentação seguirão as medidas previstas no protocolo de restaurantes e bares. A distância entre as mesas deve ser de, no mínimo, 2m e entre as cadeiras de mesas diferentes, no mínimo, 1m.

As atividades esportivas coletivas em áreas públicas, como praias e parques, estarão liberadas, incluindo em campos e quadras, que serão reabertos a partir de segunda (19) em locais privados, como estabelecimentos de aluguel ou clubes. Antes, a realização de esportes na cidade estava limitada somente de forma individual ou em duplas, e sem contato físico.  

Nas praias, a Prefeitura também permitirá o aluguel de ombrelones (guarda-sóis) e comércio de alimentos e bebidas nas praias, de acordo com as normas já existentes, com protocolo específico para os permissionários. A locação de cadeiras e banquetas seguirá proibida. Isso vale para os dias em que as praias estejam abertas.

Foto: Jefferson Peixoto / Secom

Prefeitura interdita quatro praias de Salvador a partir desta quarta-feira

As praias do Canta Galo e da Boa Viagem, na Cidade Baixa, além de Amaralina e Piatã serão interditadas pela Prefeitura de Salvador a partir desta quarta-feira (30). A medida foi anunciada durante coletiva de imprensa pelo prefeito ACM Neto nesta terça-feira (29).

A interdição será física, em uma operação realizada hoje, com a presença reforçada de fiscais e a colocação de barreiras, pela Guarda Civil Municipal (GCM) e Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). 

“Claro que eu gostaria que todas as pessoas estivessem nas praias sem qualquer tipo de preocupação, se divertindo. Mas temos que ter cuidado em relação à pandemia. Outras cidades do Brasil que abriram suas praias sem regras e sem limites pagaram a conta depois, com o aumento do número de casos de Covid-19, da pressão sobre o sistema hospitalar, com crescimento da taxa de ocupação de UTIs e de mortes”, alertou ACM Neto. 

As praias em Salvador foram reabertas no dia 21 passado mediante um protocolo sanitário que visa justamente evitar aglomerações. As únicas que, desde então, permaneciam fechadas eram as do Buracão e Paciência, no Rio Vermelho, e a do Porto da Barra, por terem uma faixa de areia reduzida e pela intensa procura. 

Além disso, com exceção das praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã, que podem receber banhistas de terça a sexta (isso porque elas costumam ser muito procuradas às segundas), a utilização das demais estava autorizada de segunda a sexta, em horários livres e com exceção sempre de feriados. Com a decisão de hoje (29), além de Amaralina, voltarão a ficar fechadas Piatã, Canta Galo e Boa Viagem. 

Segue proibido o comércio de ambulantes na areia, inclusive alimentos e bebidas. Não há limite de pessoas, mas o distanciamento mínimo de 1,5m entre os frequentadores deve ser respeitado, bem como o uso de máscara (com exceção do momento do banho).   

Atividades esportivas estão liberadas somente de forma individual ou em duplas, com proibição daquelas que gerem contato físico. Além disso, não são permitidas atividades que gerem aglomerações, tais como piqueniques, luaus e outros eventos. Também está proibido o uso de cadeiras, ombrelones, guarda-sóis, sombreiros, caixas térmicas, instrumentos musicais e equipamentos sonoros.

Foto: Bruno Concha / Secom

Praias em Salvador estão liberadas a partir desta segunda; veja quais

A partir desta segunda (21), se inicia a reabertura gradual das praias da Salvador, que estavam fechadas há seis meses, como medida contra a proliferação da Covid-19. Entretanto, as praias do Porto da Barra, Buracão e Paciência no Rio Vermelho, segundo a prefeitura, ainda permanecem fechadas por possuírem uma faixa de areia muito estreia, e costumam ter um fluxo grande de pessoas durante a semana. 

De segunda a sexta, as demais praias podem receber normalmente os banhistas, com exceção de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Itapuã e Amaralina, que reabrem para o público de terça a sexta.

A Guarda Civil Municipal (GCM) montou um esquema especial de fiscalização que entra em vigor nesta segunda. Não há restrição de horário, e o uso nos finais de semana e feriados está proibido. Essa estratégia de liberar algumas praias em determinados dias e manter outras fechadas visa impedir aglomerações.

A operação se estende por 50km de orla, envolvendo 60 agentes, 12 viaturas e 6 motos, com intuito de monitorar o cumprimento dos protocolos fixados pela Prefeitura para garantir a segurança sanitária dos banhistas. As praias estavam fechadas há seis meses como medida contra a proliferação da Covid-19. 

Entre as regras do protocolo setorial estão o uso obrigatório de máscara (só pode tirar no momento do banho) e a proibição da utilização de cadeiras, sombreiros, caixas térmicas, instrumentos musicais e equipamentos sonoros, bem como a comercialização de produtos. Os comerciantes informais e barraqueiros que costumam trabalhar na faixa de areia continuam isentos de taxas municipais e recebendo o auxílio de R$270 da Prefeitura.  

A prática de atividades esportivas está liberada de forma individual ou em dupla – as que envolvam mais pessoas e/ou provoquem contato físico, a exemplo do tradicional “baba”, estão proibidas. 

Durante a operação, a GCM conta com o apoio de agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), Secretaria de Ordem Pública (Semop), Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) e da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). A população pode denunciar o descumprimento dos protocolos pelo Fala Salvador (156) ou Disque Coronavírus (160). 

Foto: Reprodução / Redes sociais

ACM Neto libera praias de Salvador para uso a partir de segunda

O prefeito ACM Neto (DEM), durante a inauguração das obras de requalificação da Lagoa dos Pássaros, nesta sexta-feira (18) no Stiep, anunciou a liberação das praias de Salvador. Estão liberadas para o uso as praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã, entre terça e sexta-feira.

Já as do Porto da Barra, Buracão e Paciência, no Rio Vermelho, devem permanecer fechadas. As demais poderão ser utilizadas de segunda a sexta. Em dias de feriado, nenhuma poderá abrir.

“Não estamos permitindo o funcionamento das praias no final de semana e nem feriados para evitar aglomerações. No caso do Porto da Barra, do Buracão e da Paciência, elas não vão reabrir porque possuem uma faixa de areia muito estreia, e costumam ter um fluxo grande de pessoas mesmo durante os dias de semana. É uma questão de segurança. No caso das praias do Subúrbio, Ribeira, Amaralina e Itapuã, elas também costumam reunir muita gente às segundas e por isso não estarão abertas nesse dia”, explicou ACM Neto.

A reabertura já começa a partir da semana que vem, na segunda-feira (21). A Guarda Civil Municipal (GCM) vai fiscalizar o cumprimento do protocolo. O horário de uso das praias será livre, mas com proibição do comércio de ambulantes na areia, inclusive alimentos e bebidas.

Não haverá limite de pessoas, mas o distanciamento mínimo de 1,5m entre os frequentadores deverá ser respeitado, bem como o uso de máscara (com exceção de quando as pessoas estiverem na água). 

Atividades esportivas serão liberadas, individuais ou em duplas, com proibição daquelas que gerem contato físico entre os praticantes e os coletivos, a exemplo do tradicional “baba”. Não serão permitidas atividades que gerem aglomerações, tais como piqueniques, luaus e outros eventos. Também será proibido o uso de cadeiras, ombrelones, guarda-sóis, sombreiros, caixas térmicas, instrumentos musicais e equipamentos sonoros. 

Foto: Márcio Filho / GOVBA

Porto Seguro anuncia acesso a praias e restaurantes a partir de julho

Um decreto publicado na terça-feira (23) pela prefeitura de Porto Seguro estabelece que a partir do dia 15 julho estará liberado o acesso às praias, hotéis, pousadas, bares e restaurantes no município baiano. Contudo, foram protocoladas algumas normas que deverão ser cumpridas nos estabelecimentos comerciais.

As praias serão liberadas para banhos e passeios, desde que as pessoas utilizem máscaras e evitem aglomerações. Os bares, restaurantes e hotéis deverão respeitar um cronograma que limita a capacidade máxima de clientes. No mês de julho os estabelecimentos funcionarão com apenas 50% da lotação máxima. Já no dia 15 de agosto, o limite de ocupação subirá para 70% do total. O decreto prevê que em outubro as unidades comerciais terão 100% das instalações liberadas para atendimento.     

Os hotéis e pousadas com apartamentos triplos ou quádruplos só poderão ser alugados para integrantes da mesma família, contudo, desde que as camas tenham um metro e meio de distância entre elas. O acesso à piscina será permitido, portanto com o uso obrigatório de máscara, e o limite máximo de pessoas será de um usuário a cada cinco metros quadrados.

O decreto libera também os passeios turísticos para os grupos com no máximo 20 pessoas, sobretudo que deverão utilizar a máscara e aferir a temperatura corporal.

A flexibilização das atividades comerciais de Porto Seguro foi iniciada na semana passada, com abertura de shoppings, galerias comerciais e lojas de atividades que não são consideradas essenciais. Todos os empreendimentos devem respeitar o distanciamento entre os clientes, limitar o número de pessoas na área interna, fiscalizar o uso de máscaras e oferecer álcool 70% para higiene das mãos.

Foto : Jefferson Peixoto / Secom

Fiscalização inibe acesso de surfistas e banhistas em praias de Salvador

Foi iniciada nesta quinta-feira (7), uma operação comandada pela prefeitura batizada de “Praia de Bulhosa”, que irá coibir a presença dos surfistas e banhistas nas praias de Salvador, durante o período de isolamento social, para evitar a disseminação da covid-19.

A ação será realizada através de uma parceria firmada entre as equipes de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) e da Guarda Civil Municipal (GCM), onde utilizarão botes, pranchas e jet-skis para se aproximarem dos surfistas no mar e orientá-los sobre a necessidade de deixarem a praia, como forma de preservação da saúde coletiva.

O decreto municipal que suspendeu o acesso às praias de Salvador foi estabelecido desde o dia 21 de março, pela prefeitura municipal, porém, muitos praticantes do esporte aquático têm descumprido à determinação, causando aglomerações dentro d’água. A Guarda Municipal vai intensificar o patrulhamento feito em toda a orla e dará apoio aos salva-vidas durante as abordagens.