Foto: Polícia Federal / Divulgação

Polícia Federal cumpre mandados da Lava Jato na Bahia e em mais dois estados

A Polícia Federal (PF) cumpre 17 mandados de busca e apreensão em mais uma fase da Operação Lava Jato Eleitoral em Salvador, Fortaleza e São Paulo nesta sexta-feira (16). De acordo com a PF, a operação batizada de “Marquetagem”, investiga políticos e empresários em condutas “potencialmente ilícitas” na liberação de créditos tributários provenientes do Programa de Incentivos às Atividades Portuárias e Industriais do Ceará (Proapi), em troca do recebimento de vantagens indevidas.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Eleitoral e tem a colaboração premiada dos executivos do Grupo J & F. Esta nova fase é continuidade das investigações iniciadas em 2018.

Os nomes dos alvos dos mandados não foram divulgados. A PF informou que “por determinação judicial não haverá coletivas” sobre a operação. Segundo a PF na Bahia, um mandado foi cumprido no Centro da capital baiana.

Os pagamentos de propina teriam ocorrido, entre 2010 e 2014, por meio da simulação da prestação de serviços publicitários, do uso de notas fiscais frias e de doações oficiais para campanhas eleitorais, e totalizam R$ 25 milhões.

Segundo a Polícia Federal, caso os crimes sejam comprovados, os investigados podem responder por corrupção, falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro e por integrar organização criminosa. Criado: 15 Outubro 2020

Foto: Valter Pontes / Secom

ACM Neto diz que só “após jurídico analisar inquérito” vai tomar decisão sobre senador flagrado com dinheiro na cueca

O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou na manhã desta quinta-feira (15) que só vai tomar uma decisão sobre o caso do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que foi flagrado pela Polícia Federal com dinheiro na cueca, após a equipe jurídica do partido analisar o inquérito.

O vice-líder do governo Bolsonaro no Senado foi alvo de uma operação de busca e apreensão no seu endereço. A investigação apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia da Covid-19.

Segundo o presidente do DEM, o parlamentar sofrerá as devidas punições podendo incluir a sua expulsão do partido, se a culpa do senador seja comprovada.

“Caso haja comprovação do envolvimento do parlamentar em atos ilícitos vamos estabelecer todas as punições previstas no estatuto. O Democratas já deu vários exemplos de que, em assuntos onde havia a comprovação de filiados, nós punimos”, afirmou.

ACM Neto disse que ainda não teve contato com a defesa do senador, e que até o momento, todas as informações vieram da imprensa.

“Não quero descreditar a imprensa não, mas precisa que o partido tenha acesso e isso já foi determinado. Tudo que eu tenho hoje são notícias da imprensa. Então, o adequado é que do jurídico do partido possa afazer o acompanhamento e tenha acesso aos detalhes do inquérito para determinarmos o que acontecerá”, concluiu.

A polícia Federal cumpria operação de busca e apreensão na residência do senador em Roraima, quando encontraram no local cerca de R$ 30 mil. Parte das notas de dinheiro estaria entre as nádegas do parlamentar. A PF registrou o momento da apreensão, com fotos e vídeos.

Senador Chico Rodrigues Foto: Jane de Araújo / Agência Senado
Foto: Divulgação / PF

PF prende 3 pessoas em Salvador suspeitas de tráfico internacional de drogas

A Polícia Federal anunciou nesta quinta-feira (24) uma ação para desarticular organizações criminosas estabelecidas na Bahia especializadas no tráfico internacional de entorpecentes. Nos últimos dias, foram cumpridos três mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão em Salvador.

Ao total nas ações realizadas, foram apreendidas quase três toneladas de cocaína no porto de Salvador. Ainda segundo a PF, durante o ano, já foram encontradas mais de seis toneladas da droga no porto da capital baiana, passando de 10 toneladas de cocaína apreendidas no estado.

As pessoas presas, não tiveram suas identidades reveladas e nem a função delas no esquema.

De acordo com a PF, as apreensões de cocaína no Porto de Salvador, ocorridas nos últimos meses, são desdobramentos de investigações de tráfico internacional que tinha como destino a Europa.

Foto: Divulgação / SSP

Preso em Paulo Afonso homem que se passava por delegado da PF

Um homem que se identificava como delegado da Polícia Federal foi preso em flagrante nesta segunda-feira (13) por policiais da 1ª Delegacia Territorial (DT), na cidade de Paulo Afonso, região do Vale do São Francisco.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) a prisão do suspeito aconteceu após ele cometer um roubo a um estabelecimento comercial. O delegado titular da unidade, Eduardo Henrique confirmou a posse de uniformes falsos com o suspeito.  “Ele costumava se apresentar como policial federal e possuía camisetas falsas daquela instituição”, detalhou Henrique.

O suspeito apresentou uma carteira funcional digital da Polícia Federal com o código de barras “QR-Code” falso. Com ele foram apreendidos uniformes camuflados, uma espingarda, duas réplicas de armas de fogo, duas camisas falsas da Polícia Federal, um chapéu, coturnos, uma luneta, além de um notebook e dois celulares roubados. O homem passou por exames de corpo de delito e segue à disposição da Justiça.

Foto: PMMG

PF conclui que ataque contra Bolsonaro não teve mandante, Adélio agiu sozinho

Foi constatado em segundo inquérito pela Polícia Federal (PF) que Adélio Bispo de Oliveira, agiu por conta própria e não teve nenhum mandante no ataque a faca ao presidente Jair Bolsonaro em Juiz de Fora (MG), durante sua campanha presidencial pelo PSL em 2018.

De acordo com as investigações, coordenada pelo delegado Rodrigo Morais e entregue nesta quarta-feira (13), foi comprovado que não houve participação de agremiações partidárias, facções criminosas, grupos terroristas ou mesmo paramilitares em qualquer fase do crime (cogitação, preparação e execução).

Com Adélio foram apreendidos e investigados um computador portátil, 2 terabytes de arquivos de imagens, 350 horas de vídeo, 600 documentos e 700 gigabytes de volume de dados de mídia, além de aparelhos celulares, documentos e 1200 fotos.

A Polícia Federal analisou mais de 40 mil e-mails recebidos e enviados em contas registradas por Adélio Bispo, vídeos e teorias sobre suposta ajuda recebida por Adélio no momento do atentado, veiculadas em redes sociais, que foram periciadas por técnicos da corporação, e nenhuma dessas apurações apontaram informações relevantes.

Foto: Divulgação / PF

PF apreende meia tonelada de cocaína no Porto de Salvador

Foi apreendida nesta segunda-feira (11), uma carga com 550 kg de cocaína armazenada em um contêiner com uvas, em um navio atracado no Porto Marítimo de Salvador. A carga foi avaliada em R$ 103 milhões, e  tinha como destino final o porto de Roterdã, na Holanda, de acordo com a Polícia Federal (PF).

A última apreensão de cocaína encontrada no mesmo porto foi realizada no dia 27 de abril, com 1,1 toneladas da droga. Uma semana anterior outra carga com 800 kg da mesma substância, e armazenada em um contêiner com mangas foi interceptada pela PF.