Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Senador Arolde de Oliveira morre no Rio, aos 83 anos, vítima de covid-19

Morreu na noite desta quarta-feira (21), o senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), aos 83 anos, vítima de Covid-19. O político estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo comunicado da família publicado no perfil do senador no Twitter, Oliveira teve falência dos órgãos em decorrência da Covid-19.  

“Comunicamos que nesta noite (dia 21 de outubro) o Senhor Jesus recolheu para si nosso amado irmão, Senador Arolde de Oliveira. Falecido vítima de Covid e como consequência a falência dos órgãos. A família agradece o carinho e orações. Mais informações à posteriori.”

A assessoria de imprensa do político confirmou que a internação do senador foi no dia 5 de outubro. Até aquela data, não havia informações sobre o estado de saúde dele.

Foto: Redes Sociais

Gerente de agência bancária de Teixeira de Freitas morre após batida entre carro e carreta na BR-101

Um acidente entre um carro e uma carreta na BR-101, em trecho da cidade de Teixeira de Freitas, sul da Bahia, provocou a morte do gerente da agência da Caixa da cidade de Itamaraju, Joab Oliveira Santos, de 33 anos, na manhã deste sábado (17).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro derrapou quando Joab Oliveira fez uma curva acentuada e bateu de frente com uma carreta que transportava material químico. O acidente aconteceu no KM 831.

Ainda de acordo com informações da PRF, a pista estava escorregadia, o trecho estava sujo com algum material viscoso. Os agentes federais solicitaram que os Bombeiros realizassem a limpeza do local.

A PRF informou que Joab Oliveira foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Municipal de Itamaraju, mas não resistiu aos ferimentos.

Foto: José Bassif

Jornalista e escritor Zuza Homem de Mello morre aos 87 anos em São Paulo

Um dos maiores nomes da produção, pesquisa e história musical no Brasil, o jornalista e escritor Zuza Homem de Mello, morre aos 87 anos, em São Paulo. A informação foi confirmada pela BandNews FM. 

O jornalista estava em seu apartamento em Pinheiros, na Zona Oeste, e foi vítima de um infarto enquanto dormia. O velório será reservado apenas para familiares por causa da pandemia do coronavírus.

A família assinou um comunicado lamentando a morte de Zuca, em nome da mulher, Ercília Lobo, filhos e netos. “Com enorme dor no coração comunico que perdemos nosso querido Zuza. Ele morreu dormindo, de infarto, após termos brindado na noite de ontem todos os projetos bem sucedidos. Em 35 anos de uma vida compartilhada, pude testemunhar o amor desse homem pela vida, pelo seu trabalho e pela música. Zuza nos deixou em paz após viver uma vida plena!”.

Zuza Homem de Mello, trabalhou ao lado de nomes como João Gilberto e ajudou a divulgar a música brasileira no exterior. Ele também se especializou na história da música popular brasileira (MPB). Na rádio BandNews FM, foi responsável pela plástica moderna e dinâmica que marca a programação da emissora.

Foto: Reprodução / SSP

Pistola e drogas são apreendidas pelo Batalhão de Choque no Lobato

Após denúncias de homens armados, em confronto com equipes da 14a CIPM, Guarnições da Companhia de Patrulhamento Tático Movel (Patamo) do Batalhão de Choque entraram em ação e apreenderam pistola e drogas, no bairro de Lobato, em Salvador. O flagrante aconteceu, na madrugada deste domingo (4),

Chegando no Jardim Lobato, células táticas da Patamo progrediram no terreno e cercaram a casa, onde estava um traficante. Quando o criminoso saiu do imóvel e percebeu que seria preso, reagiu atirando. Houve confronto e o criminoso acabou ferido.

Ele foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu. Com o traficante foram apreendidos uma pistola calibre 9mm (uso restrito), carregador, munições, 54 porções de maconha e duas trouxas de cocaína.

Foto: Divulgação / SSP

Polícia apreende pistola, munições e colete balístico no Arenoso; em confronto um traficante morre

Operação integrada da polícia na tarde desta segunda-feira (21), no bairro de Arenoso, apreendeu uma pistola, carregadores, munições, colete balístico, drogas e dinheiro. Em confronto com a PM, um dos traficantes ficou ferido e não resistiu.

A ação foi realizada pelas guarnições da Rondesp Central, da 23ª (Tancredo Neves) e da 48ª (Sussuarana) CIPMs. Poucas horas antes, na localidade de Beira Rio, já havia sido encontrado 100 kg de maconha em um imóvel.

Numa denúncia anônima, enviada ao Centro Integrado de Comunicações (Cicom), indicava a possível entrega de armas e drogas para traficantes. Então, os militares voltaram à região e localizaram homens armados. Na tentativa de prisão houve confronto e um dos criminosos acabou ferido. Ele foi socorrido para o Hospital Geral Roberto Santos, mas não resistiu.

Com ele e com os comparsas que conseguiram escapar foram apreendidos uma pistola calibre 9mm, sete carregadores, munições, um tablete de maconha, 37 pinos de cocaína, um colete balístico, 900 reais em espécie, roupa camuflada e um celular.

O caso foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), pois o resistente era suspeito de participar de homicídios na região.

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Pré-candidato a prefeito de Coaraci morre aos 39 anos com covid-19

Após ficar internado por 29 dias, por causa da covid-19, o pré-candidato a prefeito da cidade de Coaraci, sul da Bahia, Kadu Castro (PSD), de 39 anos, morreu neste domingo (20).

O político estava internado no Hospital Calixto Midlej de Itabuna. Segundo a família, Kadu Castro, não tinha doenças preexistentes.

Em 2016, Eduardo Haendel de Castro Santos, foi candidato a prefeito de Coaraci e ficou em 2° lugar. Ele foi também secretário municipal de finanças por oito anos, entre 2009 e 2016 e superintendente de saúde de Ilhéus.

Kadu Castro, que nasceu em Salvador, mas morava em Coaraci, era graduado em administração pela Universidade Estadual De Santa Cruz (Uesc). O político era noivo e de acordo com familiares, pretendia casar no final deste ano.

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Cantor da banda Chicana morre em acidente de carro na BR-116

Morreu em um acidente de carro, na tarde deste sábado (19), na BR-116, trecho entre as cidades de Tanquinho e Feira de Santana, o cantor da banda baiana Chicana, Tarcísio Freitas de Oliveira, de 36 anos. O artista, conhecido no meio artístico de Tay, teve sua morte confirmada pela família.

Segundo o irmão do cantor, Edilson Freitas, Tay voltava de um show na cidade de Candeal que fica há 60 km de sua casa, em Feira de Santana. Após a apresentação no município, o cantor retornou para Feira, quando o acidente aconteceu por volta das 17h.

Ainda de acordo com Edilson, um carro fazia uma ultrapassagem, quando Tay tentou desviar e o veículo acabou capotando e saindo da pista. Ele viajava sozinho e morreu no local do acidente.

A produção da Banda, postou no Instagram um símbolo em sinal de luto. Tay cantava desde os 17 anos, e há cerca de 18 estava à frente da Chicana, cantando axé. Fãs comparavam o timbre da voz dele ao de Bell Marques, ex-cantor da banda Chiclete com Banana.

Foto: Reprodução / SSP

Morre traficante baiano que exaltava facção do RJ nas redes sociais

Um traficante que liderava uma quadrilha com atuação na cidade de Feira de Santana, foi encontrado, na noite de sexta-feira (18), pela Polícia Militar, em Salvador, após denúncias anônimas. Ele possuía mandado de prisão e divulgava nas redes sociais apoio a uma facção do Rio de Janeiro.

Equipes do Bope, Cipe LN, TOR, COOPM e 66a CIPM foram até um imóvel, no bairro de IAPI, e avistaram o traficante. Ele atirou contra uma das guarnições, que revidou, e acabou fugindo para um matagal.

Minutos depois o criminoso foi encontrado ferido. Ele foi socorrido para o Hospital Geral do Estado, mas não resistiu. Com o foragido da Justiça foram apreendidas uma pistola calibre 40, uma pistola de airsoft, carregador, munições e uma algema.

Foto: Reprodução / Rede social

Produtor musical, Arnaldo Saccomani, morre em São Paulo aos 71 anos

O produtor musical Arnaldo Saccomani, 71 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (27), em São Paulo. De acordo com a família, ele sofria de insuficiência renal e diabetes e começou a fazer hemodiálise em julho do ano passado. Não foi divulgada a causa da morte.

Desde a década de 1960, no início de carreira, Saccomani produziu nomes como Tim Maia, Rita Lee, Ronnie Von, Fábio Júnior, Mara Maravilha, Chiquititas Brasil. Na Espanha produziu um disco do cantor mexicano Luis Miguel.

Na TV, o artista costumava desempenhar o papel de exigente, imprevisível e carrasco em programas de Caça-talentos. O último trabalho dele foi programa do Ratinho, no SBT.

Segundo a família, Saccomani faleceu em seu sítio em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Ele deixa a mulher e duas filhas.

O corpo de Saccomani será velado no Cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, às 10h.

Foto: Reprodução / Rede Social

Elsimar Coutinho, morre aos 90 anos, após não resistir a covid-19

Morreu nesta segunda-feira (17) o médico Elsimar Metzker Coutinho, 90 anos, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A assessoria de imprensa do médico confirmou a informação.

No dia 20 de julho, após apresentar caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave, decorrente da Covid-19, o médico foi internado no Hospital Aliança, em Salvador. A pedido da família, em 29 de julho, ele teve sua transferência para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

O governador da Bahia, Rui Costa, lamentou a morte do cientista e decretou luto no estado, na terça-feira (18). “O Brasil perdeu hoje um dos seus grandes cientistas. Uma das principais referências em reprodução humana do país, Elsimar Coutinho foi antes de tudo um homem inquieto, dedicado ao seu trabalho como médico e pesquisador, levando o nome da Bahia para todo o mundo”, disse o governador.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, ressaltou a importância do professor Elsimar Coutinho. “A Bahia e Brasil perdem um patrimônio, uma inteligência rara, com essa triste partida do professor Elsimar Coutinho, cuja contribuição para a medicina e para a ciência é reconhecida em todo o planeta”.

Elsimar Metzker Coutinho, é do município de Pojuca (BA), é um cientista, professor, médico ginecologista, é referência no campo da reprodução humana e personalidade da televisão brasileira, inclusive, com participações na Band Bahia. Como professor e pesquisador da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia, nos anos 60, o médico observou pela primeira vez os benefícios da supressão da menstruação.

Foto: Official White House Photo / Joyce N. Boghosian

Morre o irmão do presidente dos EUA, Robert Trump, aos 71 anos

O irmão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, morreu na noite deste sábado (15). A informação foi passada pelo próprio líder norte-americano. A causa da morte não foi informada pela Casa Branca.

O empresário Robert Trump, 71 anos, estava internado em um hospital de Nova York e um dia antes recebeu a visita do presidente. Segundo o jornal “The New York Times”, através de relatos de uma amigo da família, afirma que Robert Trump tinha um sangramento cerebral após ter sofrido uma queda.

Apesar de não ter filhos, Robert ajudou a criar Christopher Hollister Trump-Retchin, filho de sua primeira esposa, Blaine Trump, e deu a ele seu sobrenome.

“É com o coração pesado que compartilho que meu maravilhoso irmão, Robert, faleceu pacificamente esta noite. Ele não era apenas meu irmão, ele era meu melhor amigo. Sentiremos muito sua falta, mas nos encontraremos novamente. Sua memória viverá no meu coração para sempre. Robert, eu te amo. Descanse em paz”, disse Donald Trump.

Foto: Reprodução / CBMBA

Motorista morre após perder controle da direção em rodovia do sul da Bahia

Um caminhão caiu de um penhasco às margens da BR-101, em trecho da cidade de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, e o condutor do veículo não conseguiu sobreviver ao acidente, e morreu no local. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista teria perdido controle da direção do veículo.

Os bombeiros foram informados do acidente e estiveram no local, para tentar resgatar o homem que estava em estado grave e preso nas ferragens.

O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas, onde passou por perícia. Ainda não há informações sobre o que fez o motorista perder o controle da direção. Ele era a única pessoa dentro veículo.

O acidente ocorreu na tarde de segunda-feira (10), mas só foi divulgado na terça (11).

Foto: Camila Souza / GOVBA

Historiador e professor Jaime Sodré morre aos 73 anos após infarto

O historiador, escritor e professor Jaime Sodré, morreu em Salvador nesta quinta-feira (6) vítima de infarto, aos 73 anos. Sodré era referência na educação na Bahia e doutor em História da Cultura Negra.

O professor publicou diversos artigos sobre a Cultura Negra, ganhou diversos prêmios, como o troféu Caboclo da Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu, além de homenagens como a medalha Zumbi dos Palmares, da Câmara Municipal de Salvador.

Além disso, era graduado em Licenciatura e Desenho pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba), e possuía mestrado em Teoria e História da Arte.

O escritor era viúvo e deixa dois filhos. O corpo será sepultado no Cemitério do Campo Santo, nesta sexta-feira (7).

Foto: Carol Garcia / GOVBA

Morre o professor Jorge Portugal aos 63 anos

O Grupo Bandeirantes de Comunicação informa, com profundo pesar, a morte do professor e ex-secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, 63 anos, ao mesmo tempo em que se solidariza com familiares, amigos e colegas de trabalho enlutados.

Portugal foi internado no Hospital Geral Roberto Santos, na tarde desta segunda-feira (3). De acordo com boletim o educador baiano chegou à unidade com quadro de choque cardiogênico, em estado crítico e ficou em coma induzido. Segundo a nota de falecimento emitida pelo hospital, ele teve falência cardíaca aguda e teve o óbito confirmado por volta das 20h15.

O governador Rui Costa decretou luto oficial na Bahia. “Como diz um dos seus versos: “Uma nação diferente, toda prosa e poesia, tudo isso finalmente, só se vê, só se vê na Bahia”. Nossos sentimentos para seus amigos e familiares por essa grande perda. Decreto um dia de luto oficial na Bahia pela morte de Jorge Portugal”.

ACM Neto ressaltou as contribuições deixadas pelo professor. “A Bahia perde hoje um grande professor, poeta e compositor que trouxe valorosas contribuições para a educação e cultura da nossa terra. Que Deus conforte os familiares e amigos de Jorge Portugal neste momento de profunda dor”, disse em rede social o prefeito de Salvador.

Jorge Portugal, natural de Santo Amaro, recôncavo da Bahia, foi professor universitário, letrista, poeta e compositor. De 2015 até 2017, foi secretário estadual da Cultura na Bahia. Por 12 anos apresentou o programa Aprovado, na TV Bahia, sendo exibido também na TVE e TV Salvador. Na música escreveu “Só se vê na Bahia”, em parceria com Roberto Mendes.

Atualmente, na Band Bahia, Jorge Portugal apresentava o “Tô Sabendo” aos sábados, e na BandNews FM Salvador, fazia o quadro diário “Português com Portugal” onde a música e bom humor eram usados para explicar as regras e peculiaridades da Língua Portuguesa.

Enterro será em Santo Amaro, e está marcado para às 16h desta terça-feira (4).

Foto: Arquivo pessoal

Jornalista Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos

Morreu nesta terça-feira, aos 45 anos, o apresentador da Sport TV, Rodrigo Rodrigues, vítima de trombose venosa cerebral. Desde o último sábado o jornalista estava internado com complicações decorrentes da covid-19, na unidade de terapia intensiva do Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro. Segundo a emissora, o jornalista, além carismático, era bastante querido pelos colegas de profissão.

Rodrigo estava na Globo desde janeiro de 2019 e apresentava o programa esportivo Troca de Passes. De acordo com a equipe médica da emissora ele cumpria isolamento em casa e estava bem, apenas com sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas a situação mudou no último sábado, quando sentiu desorientação e dor de cabeça e vômitos.

Já no hospital, foi diagnosticada uma trombose venosa cerebral, e o apresentador passou por uma cirurgia na noite de domingo, mas não resistiu nesta terça com morte encefálica confirmada pelo boletim médico.

Foto: Reprodução / Band

Nota de pesar: morre o jornalista José Paulo de Andrade

O Grupo Bandeirantes de Comunicação informa, com profundo pesar, a morte do jornalista, radialista e bacharel em Direito formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, José Paulo de Andrade, ao mesmo tempo em que se solidariza com familiares, amigos e colegas de trabalho enlutados.

Casado e pai de dois filhos, José Paulo tinha 78 anos e contraiu a Covid-19. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein desde o último dia 7, mas não resistiu às complicações causadas pela doença e faleceu nesta sexta-feira, 17 de julho.

Nascido em São Paulo, José Paulo de Andrade começou a carreira profissional em 1960, como radioescuta do plantão esportivo da Rádio América de São Paulo. Em 1963, ingressou na Rádio Bandeirantes para atuar como locutor esportivo, função que exerceu ao longo de 14 anos. Depois disso, passou pelo jornalismo como apresentador e comentarista. Também fez aparições em debates políticos na televisão e foi âncora de telejornais como Titulares da NotíciaJornal de São PauloRede CidadeBand Cidade e Entrevista Coletiva. Ainda na Band, interpretou Don Diego/Zorro em As Aventuras do Zorro, em 1969.

O radialista foi sucessor de Vicente Leporace, morto em abril de 1978, no programa O Trabuco, que naquele mesmo ano foi substituído pelo Jornal Gente, permanecendo 35 anos no ar com ele, Salomão Ésper e Joelmir Beting. 

Em 1973, José Paulo de Andrade estreou no comando de O Pulo do Gato, considerado o mais importante trabalho de sua carreira e um dos programas de maior audiência do rádio brasileiro. A atração era apresentada ininterruptamente por ele desde então.

Em 2009, o jornalista foi eleito pela revista “Veja SP” como uma das pessoas que são a cara da cidade. Mas ele era mais do que isso: com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar.

Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades. 

Foto: Divulgação / GOVBA

Morre vítima da covid-19 diretora da Maternidade Albert Sabin

Morreu na noite desta sexta-feira (3), vítima da Covid-19, a diretora da Maternidade Albert Sabin, Maria da Conceição dos Santos de Jesus. A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

A diretora tinha 71 anos, e atuou por 30 anos no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 26 na maternidade.

“É com imenso pesar que recebi a notícia do falecimento da enfermeira Maria da Conceição Santos de Jesus, na noite de ontem (3), em Salvador. Ela era a Diretora da Maternidade Albert Sabin. Pessoa boníssima. Profissional exemplar. Sentirei muito a sua falta”, lamentou em rede social o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Foto: Arquivo pessoal

Morre de covid-19 aos 92 anos o ex-deputado Félix Mendonça

Morreu nesta sexta-feira (26), em Salvador, aos 92 anos, o ex-deputado Félix Mendonça (PDT). Ele estava internado em um hospital particular de Salvador após ter sido diagnosticado com covid-19.

O ex-parlamentar deixa a esposa, Maria Helena Mendonça, e os filhos Andrea (presidente da Juceb), Cristiana e o deputado federal Felix Júnior.

“Hoje é o dia mais triste da vida de nossa família. Perdemos agora nosso exemplo de caráter, honradez e dignidade. Um homem no verdadeiro sentido da palavra: vitorioso, justo, desprendido, generoso. Qualidades, as melhores que um ser humano pode ter. Ficaremos aqui, minha mãe e nós, seus filhos, netos e bisnetos tão amados, para continuar honrando seu nome”, lamentou a filha Cristiana Mendonça em sua rede social.

O governador da Bahia Rui Costa (PT) em rede social também lamentou a morte do ex-deputado.“Com muita tristeza, recebi a notícia da morte do ex-deputado e ex-prefeito de Itabuna, Félix Mendonça, aos 92 anos, na noite desta sexta. Ao seu filho, o deputado federal Félix Mendonça Jr, e todos seus amigos e familiares, meus sentimentos neste momento de profunda tristeza”.

O prefeito ACM Neto (DEM) elogiou a vida pública de Félix na rede social. “Tive o privilégio de conviver com Félix Mendonça desde criança. Pude admirar a amizade dele com o meu avô. Eram queridos amigos, amigos da vida inteira. Tive, também, a oportunidade de ser seu colega na Câmara dos Deputados. Era um exemplo de homem público”.

Félix Mendonça, empresário, engenheiro e político brasileiro filiado ao PDT, nasceu no município de Conceição do Almeida, no Recôncavo, foi prefeito de Itabuna entre 1963 e 1966 e deputado estadual entre 1967 e 1971. Depois, cumpriu sete mandatos como deputado federal, entre 1983 e 2011.

Foto: Reprodução / Twitter

Morre aos 63 anos em SP o jornalista Gilberto Dimenstein

O jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morreu em São Paulo na manhã desta sexta-feira (29), de acordo com a publicação da Catraca Livre, onde o jornalista foi fundador e dono.

Dimenstein morreu às 9h, enquanto dormia. O Jornalista deixa dois filhos, Marcos Dimenstein e Gabriel Dimenstein, a esposa, Anna Penido, e um netinho. Ele travava uma luta contra um câncer no pâncreas há nove meses.

Dimenstein ganhou dois Prêmios Esso de Jornalismo – em 1988, na categoria Principal, com a reportagem “A Lista da Fisiologia”, e, no ano seguinte, na categoria Informação Política, com “O Grande Golpe”, ambas publicadas pela Folha de S.Paulo -, dois Prêmios Líbero Badaró de Imprensa e o Prêmio Jabuti de Literatura de Melhor Livro de Não-Ficção em 1993, com “O Cidadão de Papel”.

Diz em nota a Catraca Livre. “Mas, muito mais do que isso, Dimenstein inspirou uma legião de jornalistas, educadores e comunicadores, ávidos por Justiça, por verdade e por conhecimento. Ao nosso mestre, nosso muito obrigado”.

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Morre ex-deputado federal Sérgio Gaudenzi aos 78 anos

O ex-deputado federal Sérgio Gaudenzi morreu na madrugada desta terça-feira (26). Na carreira política, nos anos 80, foi Secretário da Fazenda do Estado da Bahia, deputado estadual e secretário-geral do Ministério da Previdência Social do governo de Waldir Pires.

A deputada Lídice da Mata, presidente estadual do PSB Bahia, lamentou a morte de Gaudenzi. “Meus sentimentos de pesar a toda família deste grande companheiro de partido e de luta democrática. Sérgio Gaudenzi foi um grande quadro do PSB, sempre emprestando seu talento e competência por onde passou. Estamos todos muito tristes, pois em meio a essa pandemia, ele não terá uma despedida a altura do que sempre representou”.

Nos anos 2000, o ex-parlamentar foi também presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), a convite do então Ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, também do PSB e presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Foto: Walter Craveiro / Divulgação

Morre o escritor Sérgio Sant’Anna, com suspeita de covid-19

Sérgio Sant’Anna, um dos principais autores do país, morreu hoje (10), aos 78 anos, com suspeita de covid-19. O escritor estava internado no Quinta D’Or, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, desde o dia 3 de maio, com os sintomas da doença.

O escritor carioca foi um dos principais autores do país. Seu romance mais conhecido é “As Confissões de Ralfo”, publicado em 1975. Ele é reconhecido como um dos grandes contistas de sua geração e seu primeiro livro de contos foi “O sobrevivente”, publicado com dinheiro emprestado do pai.

Os seus contos mais emblemáticos são: “Um discurso sobre o método”, “Marieta e Ferdinando”, “A mulher-cobra”, “Estranhos” e “O vôo da madrugada”. O autor já ganhou por duas vezes o prêmio Jabuti e, também por duas vezes, foi agraciado com o prêmio Status de Literatura, além de ter traduções de sua obra lançadas na Alemanha e na Itália.

Foto: Reprodução

Compositor Aldir Blanc morre aos 73 anos vítima de covid-19 no Rio

O compositor e escritor Aldir Blanc morreu aos 73 anos vítima de Covid-19 no Rio de Janeiro na madrugada desta segunda-feira (4). Ele estava internado desde o dia 10 de abril, e seu quadro de saúde era considerado grave.

Aldir foi hospitalizado com pneumonia e infecção urinária. O resultado do exame dando positivo para coronavírus saiu no dia 22 de abril. A família de Blanc chegou a informar uma melhora no quadro clínico dele na semana passada. No entanto, o escritor permaneceu em estado grave, sedado, entubado e não resistiu.

A esposa de Aldir, Mari Blanc, também foi internada com suspeita de covid-19, mas teve alta no dia 27 de abril.

Aldir Blanc notabilizou-se como letrista a partir das parcerias com João Bosco, compondo músicas como Bala com Bala (sucesso na voz de Elis Regina), O Mestre-Sala dos Mares, De Frente Pro Crime (sucesso na voz de Simone) e Caça à Raposa.

Uma das canções mais conhecidas, em parceria com João Bosco, é O Bêbado e a Equilibrista, lançada em 1979, que se tornou um hino contra a ditadura militar, também tendo sido gravada por Elis Regina. Em um de seus versos, “sonha com a volta do irmão do Henfil”, faz-se referência ao cartunista Henrique de Sousa Filho, o qual na época tinha um irmão, o sociólogo Betinho, em exílio político no exterior.