Fotos: Flickr

Trump e Biden fazem último debate antes das eleições no Estados Unidos

Donald Trump e Joe Biden se enfrentaram nesta quinta-feira (22) no último debate antes da eleição presidencial de 3 de novembro nos Estados Unidos. Em relação ao encontro anterior, entre os dois candidatos, o clima estava mais calmo e quase sem interrupções.

Em alguns momentos, Trump tentou usar o nome do filho de Biden. O presidente acusa Hunter de ter usado a influência do pai em negócios na Ucrânia quando este era vice-presidente.

Biden, mais uma vez chamou Trump de racista e voltou a falar da sua proximidade com o presidente russo Vladimir Putin.

No primeiro tema da noite, a pandemia do coronavírus, Trump afirmou que a taxa de mortalidade dos Estados Unidos é menor do que a de muitos países, “uma das menores do mundo”, em relação ao número de casos, ainda que o país seja o que registra mais mortes por Covid-19.

Já Biden afirmou que qualquer um responsável por mais de 222 mil mortes no país, não deve continuar na presidência. Ele disse ainda que o presidente não tem um plano para impedir a morte de mais americanos. A expectativa dele é que haverá mais 200 mil mortos no país.

Segundo pesquisa do jornal The New York Times, 50% dos eleitores dizem que votarão em Biden, contra 41% que afirmam preferir o presidente americano. Outros 3% estão divididos entre os candidatos na disputa.

Foto: Divulgação / Fishermen and Friends of the Sea - FFOS

Navio corre risco de afundar na Venezuela e derramar no mar mais de 1 milhão de barris de petróleo

Um navio da estatal venezuelana de petróleo pode causar um desastre ambiental. O petroleiro Nabarima corre o risco de afundar com mais de 1 milhão de barris de óleo cru no Golfo de Paria, que separa a Venezuela de Trinidad e Tobago.  

A embarcação que é operada por uma joint venture entre PDVSA e a italiana Eni, está inclinada e emborcada em alto mar. Fotos foram tiradas na sexta-feira (16).

De acordo com a agência de notícias Reuters, outra embarcação foi enviada ao local. O plano da PDVSA é tirar parte do 1,3 milhão de barris de petróleo a bordo do Nabarima e passar para outro navio.

Em comunicado, a Marinha do Brasil afirmou que o petroleiro está a 1,3 mil quilômetros das águas brasileiras e a situação é acompanhada por um grupo que inclui o Ibama e a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

A Marinha disse ainda que apesar da corrente marítima do local, seguir em direção ao Mar do Caribe, vai continuar monitorando “o comportamento das correntes marítimas e condições meteorológicas da região, além dos fatores de segurança da navegação, de forma a antecipar qualquer ação necessária”.

Grupos ambientalistas demonstraram preocupação com a situação. O secretário-executivo da pescadores e amigos do mar, em tradução livre (FFOS), Gary Aboud, divulgou as imagens do Nabarima em uma rede social e afirmou que, “com base nas fotos, parece que as correntes das âncoras estão esticadas e sob extrema pressão”.

“Se as correntes da âncora quebrarem ou a âncora mudar, o navio vai virar e derramar cerca de 1,4 milhão de barris no ecossistema. É necessária a instalação de um equipamento de contenção de derramamento ao redor da embarcação, em preparação para o pior”, afirmou Aboud.

Pavel Grass e João Carlos Saad durante assinatura do acordo. Foto: Divulgação / Band

Band fecha parceria internacional com TV BRICS

Grupo Bandeirantes de Comunicação firmou nesta sexta-feira, 16 de outubro, um acordo de parceria e troca de conteúdo com a TV BRICS, empresa com sede em Moscou criada para congregar emissoras dos países pertencentes ao grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O conteúdo jornalístico produzido pelos veículos do Grupo Bandeirantes (TV aberta, rádios, plataformas digitais e canais por assinatura) será utilizado pela TV BRICS. Por outro lado, o Grupo Bandeirantes poderá reproduzir o material disponibilizado pela TV BRICS. 

 “Se levarmos em conta as populações, economias e o potencial de crescimento de cada país, o BRICS é o bloco mais forte que existe. Esse acordo é uma aliança estratégica extremamente importante. O Grupo Bandeirantes quer fazer parte dessa história e ajudar a mostrar o que são esses países para o público brasileiro e, em contrapartida, levar para eles nossos costumes e nossa cultura”, afirma João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

A emissora russa tem programação 24 horas em quatro idiomas (russo, inglês, chinês e português) e utiliza uma redação conjunta internacional que consolida informações dos maiores meios de comunicação dos países do BRICS. 

“Esse acordo é um passo muito importante no desenvolvimento e expansão não só da relação entre Brasil e Rússia, mas é um novo canal de comunicação que surge na troca de conteúdos na área midiática entre Brasil, Rússia e outros países do BRICS”, avalia Pavel Grass, representante da TV BRICS no Brasil.

The New York Times, China Media Group, Smithsonian Channel, ENEX (cooperativa sediada em Luxemburgo com algumas das principais emissoras de TV do mundo) e a emissora japonesa NHK também são veículos parceiros do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Foto: Reprodução / Bombeiros Cundinamarca

Bebê é único sobrevivente em queda de avião na Colômbia; foi salvo pela mãe

Um avião HK 2335-G, que fazia o trajeto Santa Marta-Guaymaral, na Colômbia, caiu na terça-feira (13), algumas horas depois da decolagem. Um bebê de menos de 1 ano de idade, chamado Martin, foi o único sobrevivente do acidente aéreo.

A bordo da aeronave estavam à mãe da criança, a babá do neném e o pai, que pilotava o avião. No momento da queda, o bebê foi salvo pela mãe. Ela usou o corpo para protegê-lo, envolvendo a criança em seus braços.

Logo após o acidente, a equipe de Bombeiros Cundinamarca foi acionada até o local. Ná página do Corpo de Bombeiros foi publicado o episódio. “Bombeiros de Ubaté atendem um acidente aéreo em Novillero. Um avião cobria a rota SantaMarta – Guaymaral. 3 pessoas morreram, uma criança de menos de um ano sobreviveu e foi transferida para um hospital em #Ubaté”,

Martin foi levado para o Hospital Universitário da Fundação Santa Fé de Bogotá. Ele está em tratamento e estável. Autoridades colombianas ainda investigam a causa do acidente, mas informações iniciais afirmam que a documentação técnica da aeronave estava em dia.

Foto: Official White House / Tia Dufour

Trump repercute em postagem que diz “estar imune ao coronavírus”

Um tweet do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, neste domingo (11), no qual afirma ser imune ao coronavírus repercutiu durante todo o dia. Para os representantes do Twitter, o comentário de Trump viola as regras da plataforma sobre disseminação de informações mentirosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19.

Em entrevista por telefone, também no domingo, Trump deu a entender que seu opositor, o candidato Joe Biden, estaria doente. “Olhe para o Joe, ele tossia terrivelmente ontem (no sábado), aí ele pegava a máscara, depois tossia”, disse ele. “Não sei o que isso significa, mas a imprensa não tem falado muito sobre isso”, concluiu.

O candidato Joe Biden faz testes diários da covid-19 e os resultados são publicados pela sua equipe. Até o momento, todos os testes apresentados foram negativos.

Foto: Rede social / ONU

Programa Mundial de Alimentos para combate à fome ganha Nobel da Paz de 2020

O anúncio do Prêmio Nobel da Paz de 2020 foi realizado às 11h em Estocolmo, na Suécia pela presidente do comitê, Berit Reiss-Andersen. A premiação vai para o Programa Mundial de Alimentos (PMA), a maior agência das Nações Unidas, por seus esforços no combate à fome e pela necessidade de solidariedade e cooperação multilateral.

Segundo Berit, o resultado deste ano para a agência é merecido por seus esforços de combate à fome, por sua contribuição para melhorar as condições para a paz em áreas atingidas por conflitos e por agir como força-motriz dos esforços para prevenir a fome como uso de arma de guerra e conflito.

O PMA é a maior organização do planeta de combate à fome e busca promover a segurança alimentar. A agência da ONU, só no ano de 2019, forneceu assistência para cerca de 100 milhões de pessoas em 88 países. Porém, a instituição tem dificuldades para receber os recursos necessários para expandir seu trabalho.

A presidente da ONU ressaltou que a pandemia de Covid-19 teve como consequência neste ano um número maior de vítimas da fome, principalmente, nos países africanos. Diante disso, o PMA “demostrou uma habilidade impressionante para intensificar seus esforços”.

Foto: Official White House / Tia Dufour

Boletim médico diz que Trump tem melhora substancial, mas ainda não está fora de perigo

A equipe que cuida do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou na noite deste sábado (3) um novo boletim sobre a sua saúde. Trump foi internado em um hospital militar desde sexta-feira (2) após ser infectado pela Covid-19.

Segundo nota escrita pelo líder da equipe de médicos da Casa Branca, Sean Conley, Trump teve “uma melhora substancial, embora ainda não esteja fora de perigo”.

No comunicado ainda diz que o presidente tomou uma nova dose do antiviral remdesivir e continua sem febre e sem oxigênio suplementar, com um nível de saturação entre 96% e 98% o dia todo.

De acordo ainda com a nota, o presidente passou a parte da tarde trabalhando, levantou e se movimentou pela suíte sem dificuldade, mas o médico alerta que a equipe continua “cautelosamente otimista”.

Foto: Official White House / Tia Dufour

Donald Trump é internado em hospital após diagnóstico de covid-19

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após receber diagnóstico de Covid-19, foi levado a um hospital nesta sexta-feira (2). Segundo a Casa Branca, a decisão pela entrada na unidade de saúde foi tomada como medida de precaução.

Em um comunicado, a porta-voz também disse que Trump trabalhou ao longo do dia, tem sintomas leves e “permanece animado”. Em uma nota divulgada anteriormente pela Casa Branca dizia que o presidente sentia fadiga e que ele recebeu uma dose de oito gramas de um coquetel antiviral ainda em fase de testes nos EUA.

Trump disse em um vídeo publicado nas redes sociais, que “acha que está muito bem”. “Mas vamos ter certeza de que as coisas vão dar certo”, afirmou o presidente sobre a ida ao hospital.

A primeira-dama Melania Trump, também foi diagnosticada com o novo coronavírus, e segundo Trump, ela passa bem. Segundo o governo americano ela teve tosse e dor de cabeça, mas não deu entrada no hospital.

Fotos: Carroll Shelton e Shealah Craighead / Official White House

Primeiro debate de Trump e Biden teve interrupções, acusações e ofensas

Em um debate com muitas interrupções e acusações, o republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden se enfrentaram diretamente pela primeira vez na noite desta terça-feira, 29/9, em frente às câmeras da rede de TV Fox News, a 35 dias das eleições presidenciais nos Estados Unidos.

Os dois candidatos estiveram por 90 minutos, sem intervalos, no palco da Fox News e com a moderação do jornalista Chris Wallace, que tentou controlar o debate. Entretanto, Biden e Trump protagonizaram um espetáculo confuso e com ofensas.

Em uma parte do confronto Biden chama o republicano de “palhaço”, “mentiroso”, “racista” e “fantoche de Putin”. O moderador tentou acalmar o debate e chegou a gritar com os dois candidatos.

Já Trump falou muito e interrompia a todo momento seu adversário e também o moderador. Biden, extremamente irritado chegou a pedir para que Trump se calasse para que pudesse falar: “Você quer se calar, homem?”.

No final do debate, quando discutiam a segurança da votação e dos resultados das eleições, Trump voltou a falar sobre haver fraude, especialmente nos votos pelos correios. Esta teoria ele apresenta há meses, sem comprovação.

Entretanto, Biden garantiu que é impossível que exista uma manipulação dos resultados e disse que irá aceitar o resultado oficial, aguardando a contagem total.

Foto: Official White House / Tia Dufour

EUA passam de 7 milhões de casos de coronavírus; diz monitoramento de universidade

Os Estados Unidos passam a ser o país com mais diagnósticos confirmados, em números absolutos, em todo o mundo, segundo mostrou nesta sexta-feira (25) o monitoramento da Universidade Johns Hopkins. Já são mais de 7 milhões de casos acumulados do novo coronavírus desde o início da pandemia.

De acordo com a Universidade, o país atingiu outro número elevado esta semana, chegando a 200 mil mortos pela Covid-19. Em relação a todos os países, o mundo tem mais de 32 milhões de casos confirmados do vírus e mais de 980 mil mortos.

Em janeiro, apareceram os primeiros casos confirmados do coronavírus nos EUA. A doença rapidamente se espalhou, principalmente, no oeste americano, e gerou um surto especialmente grave em Nova York.

Os efeitos econômicos da crise sanitária entraram na pauta da disputa eleitoral presidencial, quando o atual presidente, o republicano Donald Trump, enfrentará o democrata Joe Biden em 3 de novembro.

Em um livro publicado recentemente, pelo jornalista Bob Woodward, mostrou que Trump minimizou “propositalmente” o novo coronavírus quando já se sabia dos perigos da doença. O republicano disse que fez isso para “evitar pânico”.

Foto: Official White House / Joyce N. Boghosian

Trump proíbe downloads de TikTok e uso do WeChat a partir deste domingo

O governo do presidente Donald Trump anunciou nesta sexta-feira (18) que proibirá, a partir deste domingo (20), o download do aplicativo de vídeos TikTok e o uso do aplicativo de mensagens WeChat nos Estados Unidos. Trump alega ameaças à segurança nacional.

Quem tem o TikTok instalado no aparelho celular poderá continuar a usar, mas o App estará com suas atualizações restritas nas lojas de aplicativos.

Em 12 de novembro, passa a valer esta limitação caso não seja aprovado por Trump um acordo entre a desenvolvedora e a empresa americana Oracle.

O TikTok tem cerca de 100 milhões de usuários nos EUA e, o WeChat, 19 milhões. O aplicativo é desenvolvido pela empresa chinesa ByteDance, conhecido por vídeos curtos populares entre adolescentes.

O aplicativo é gratuito, uma espécie de versão resumida do YouTube. Os usuários podem postar vídeos de até um minuto e escolher entre um enorme banco de dados de músicas e filtros. Outra diferença, é que os vídeos têm sincronização labial de músicas, cenas engraçadas e truques de edição incomuns.

Segundo o departamento de Comércio dos Estados Unidos, o Partido Comunista da China mostrou que tem os meios e a intenção de usar esses aplicativos para ameaçar a segurança nacional, a política externa e a economia dos Estados Unidos.

Foto: Reprodução / NOAA Satellites

5 grandes tempestades se formam ao mesmo tempo e ameaçam EUA e Caribe

É comum nesta época do ano, na América do Norte e Caribe, a temporada de furacões e tempestades. Só que desta vez, meteorologistas afirmaram nesta terça-feira (15) que cinco ciclones tropicais simultaneamente ativos foram detectados no oceano Atlântico. Esta é a segunda vez na historia que cinco ciclones são vistos ao mesmo tempo na mesma região.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) a última vez que um fenômeno semelhante ocorreu foi em 1971. As formações são o furacão Paulette, o furacão Sally, as tempestades tropicais Teddy e Vicky e a depressão tropical René.

O Sally está prestes a entrar nos EUA, entre os Estados de Louisiana e Mississippi. Enquanto o furacão Paulette passa pelas Bahamas.

Segundo a NHC, não há uma resposta única para que o fenômeno tão incomum esteja ocorrendo ao mesmo tempo. O que se vê é a soma de muitos fatores que coincidem para produzir essas cinco tempestades tropicais.

Foto: Reprodução / Henry Chavez

Incêndio florestal que atinge o norte da Califórnia já deixa 3 mortos

Os incêndios florestais que atingem o norte da Califórnia, nos Estados Unidos, já causaram três mortes. Por causa do fogo que se alastra rapidamente, milhares de moradores da região tiveram de deixar suas casas. As informações são das autoridades locais nesta quarta-feira (9).

Em Paradise, uma das cidades mais ameaçadas pelo incêndio, centenas de pessoas tentavam deixar o local de carro, o que causou grande engarrafamento. A região já passou por um grave incêndio florestal há dois anos, e morreram 85 pessoas.

Segundo autoridades locais, a dificuldade de controlar o fogo é porque as chamas se alastram rapidamente por causa dos ventos fortes, comuns na região nesta época do ano.

Além da Califórnia, outras partes do oeste dos Estados Unidos registram incêndios como Oregon e Idaho que também receberam alertas de incêndio e precisaram deixar suas casas.

Ao total desde meados de agosto, os incêndios que atingiram a Califórnia, oito pessoas morreram e 3,6 mil casas foram destruídas por causa das chamas.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Farmacêutica suspende testes da vacina de Oxford após reação adversa em paciente

A farmacêutica AstraZeneca que desenvolve em conjunto o imunizante com a Universidade de Oxford anunciou nesta terça-feira que suspendeu temporariamente os testes da vacina contra a Covid-19

Segundo a empresa, após uma reação adversa em um dos voluntários no Reino Unido, foi acionado o protocolo de segurança para verificar se a reação pode estar vinculada a vacina.

Apesar da farmacêutica não ter divulgado detalhes do caso, o jornal “The New York Times” informou que o paciente teve mielite transversa, uma síndrome inflamatória que afeta a medula espinhal.

Segundo a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), uma das responsáveis pelo estudo no país, a suspensão vale também para o Brasil. A Unifesp afirma que 5 mil voluntários brasileiros já foram vacinados e que “não houve registro de intercorrências graves de saúde”.

A AstraZeneca, disse que esse é o procedimento padrão de revisão dos estudos, e que “a vacinação foi pausada voluntariamente para permitir a revisão dos dados de segurança por um comitê independente”.

Foto: Agliberto Lima / Fotos Públicas

Portugal registra o maior número de casos de covid-19 em 24h após reabertura

Portugal tem o seu maior número de novos casos diário desde maio, quando o país começou a reabertura. O governo português relatou 486 casos em 24h, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS) neste sábado (5).

Com 10 milhões de pessoas, o país tem 59.943 casos e registrou apenas 1.838 mortes até agora. Uma taxa per capita muito abaixo do que em muitos países europeus, incluindo a vizinha Espanha.

Inicialmente, a comunidade europeia elogiou o controle rápido em relação à pandemia, mas após novos surtos, principalmente, em Lisboa, preocupou as autoridades e forçou o governo tomar novas medidas restritivas.

O maior número de casos está em Lisboa e arredores e em toda a região norte, onde está localizada a cidade de Porto, a segunda maior do país.

O governo ainda não anunciou as novas medidas restritivas para este mês de setembro.

Foto: OMS / V. Martin

OMS não espera vacinação contra covid-19 antes de meados de 2021

Uma porta-voz da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (4), que a entidade não espera uma vacinação ampla contra a Covid-19 até meados de 2021. E mais, enfatizou a importância de checagens rigorosas para obter a eficácia e segurança das vacinas.

Segundo a porta-voz Margaret Harris, em relato a agência britânica Reuters, “nenhuma das candidatas à vacina que estão em testes clínicos avançados demonstrou, até agora, sinal claro de eficácia em um nível mínimo de 50% buscado pela OMS”.

Durante uma reunião em Genebra, Harris também afirmou que “realmente não está esperando ver uma vacinação ampla até meados do ano que vem”.

Os russos geraram desconfiança na comunidade científica internacional, após aprovar uma vacina contra a covid-19, chamada de “Sputnik V”, em agosto, com menos de dois meses de testes humanos.  

Os testes de fase 1 e 2 da vacina foram publicados na revista científica “The Lancet”, nesta sexta. A vacina não teve efeitos adversos e induziu resposta imune.

Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Pesquisa aponta que EUA e Brasil chegam a 35% de todas as mortes de covid-19 registradas no mundo

Segundo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins, até a madrugada deste domingo (30), mais de 25 milhões de casos de Covid-19 foram registrados no mundo.

O número oficial de casos de coronavírus ao redor do mundo, ao todo, são agora de 25.009.250 pessoas infectadas Cerca de 842.702 morreram pela doença.

De acordo com os dados da Organização Mundial da saúde (OMS), a contagem ainda é cinco vezes maior que o total de casos graves de influenza registrados anualmente.

Os cinco países com mais confirmações de Covid-19, segundo a instituição são: Estados Unidos com 5.961.582 casos; Brasil, 3.846.153; Índia, 3.542.733; Rússia, 982.573 e Peru com 639.435.

A universidade ainda aponta que a liderança em números absolutos em relação às mortes no mundo, estão os EUA com 182.779 e Brasil chegando a 120.262 casos.

Foto: SkyDrive / Cartivator

Empresa japonesa realiza teste bem-sucedido de carro voador

A empresa japonesa SkyDrive realizou esta semana um voo de teste bem-sucedido num projeto de carro voador. Não é ficção científica, a realidade pode estar perto. Com uma pessoa a bordo o veículo se manteve no ar por cerca de quatro minutos.

De acordo com a SkyDrive, a expectativa é que o veículo possa ser transformado em um produto real até 2023, e que a maior preocupação é torná-lo mais seguro.

A empresa fez um investimento no projeto de 3,9 bilhões de ienes, cerca de R$ 202 milhões. Por enquanto, o tempo de voo ainda é curto, e pode chegar entre cinco a dez minutos, mas a expectativa é que em breve, esse tempo chegue a 30 minutos.

A japonesa SkyDrive diz que o objetivo é oferecer a possibilidade de transporte rápido entre pontos específicos. Essa seria uma solução para o incômodo do congestionamento das cidades.

Confira a realização do teste:

Foto: Official White House / Tia Dufour

Na abertura da corrida para a Casa Branca, Trump diz que ”ninguém estará seguro nos EUA de Biden”

No encerramento da Convenção Nacional do Partido Republicano, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aceitou formalmente a candidatura à reeleição nesta quinta-feira (27).

As eleições americanas estão marcadas para novembro, e já com um discurso oficial, Trump abriu a corrida para tentar assumir novamente a Casa Branca.

“E em 3 de novembro, nós vamos fazer um país mais seguro, vamos fazer um país mais forte, vamos fazer um país mais orgulhoso e vamos fazer um país maior do que nunca”, disse o líder norte-americano.

Durante o discurso o presidente falou das vítimas do furacão Laura, concedeu orações e disse que vai visitar a região afetada. Chegou também, a homenagear perante o público presente o irmão, Robert Trump, morto há duas semanas.

Três frases ficaram emblemáticas no discurso:

“Vamos produzir vacina contra Covid-19 em tempo recorde”

“Vamos defender os EUA de todas as ameaças e proteger o país de todos os perigos.”

“Ninguém estará seguro nos EUA de Biden”, disse o líder republicano.

Foto: Reprodução / Pfizer

Farmacêutica Pfizer diz que vacina da covid-19 pode ser autorizada em outubro

As farmacêuticas Pfizer e BioNTech planejam fornecer 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 em todo o mundo, em outubro deste ano. Para isso, as empresas buscam aprovação regulatória do imunizante. Já em 2021, a pretensão é produzir mais 1,3 bilhão de doses.

Dados adicionais foram compartilhados pela empresa, em comunicado a imprensa, sobre a segurança e a imunogenicidade de estudos da fase 1, em andamento nos Estados Unidos. Humanos vacinados pela candidata a vacina BNT162b2, mostraram respostas positivas de células T específicas para o vírus SARS-CoV-2.

A Pfizer ainda afirma que em todas as populações, a administração da vacina BNT162b2 foi bem tolerada, apenas com febre leve a moderada em menos de 20% dos participantes.

As ações da Pfizer subiram 0,75% nas negociações pré-mercado da bolsa de Nova York, após a divulgação dos dados.

Catedral de Pisa e torre - Itália. Foto: Paulo Pinto / Fotos Públicas

Itália impõe novas restrições para evitar a propagação da pandemia

Para evitar uma segunda onda da pandemia do novo coronavírus, o governo da Itália anunciou neste domingo (16) o fechamento das discotecas e a obrigação do uso de máscara à noite em locais públicos entre 18h e 6h da manhã. O decreto do Ministério da Saúde italiano entra em vigor a partir desta segunda-feira (17).

A preocupação aumenta na Europa com a chegada de uma segunda onda da doença e vários países, como Reino Unido e França, estão impondo novas restrições para evitar a propagação da pandemia.

A medida também proíbe o funcionamento das discotecas, ao ar livre ou em espaços fechados.

A Itália registra mais de 35,2 mil mortes e passa dos 252 mil casos de coronavírus desde o início da pandemia. Na última semana, foram 3 mil novos casos da doença, segundo a Universidade John Hopkins. O mundo já superou 21 milhões de infectados pela covid-19.

Foto: Official White House Photo / Joyce N. Boghosian

Morre o irmão do presidente dos EUA, Robert Trump, aos 71 anos

O irmão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, morreu na noite deste sábado (15). A informação foi passada pelo próprio líder norte-americano. A causa da morte não foi informada pela Casa Branca.

O empresário Robert Trump, 71 anos, estava internado em um hospital de Nova York e um dia antes recebeu a visita do presidente. Segundo o jornal “The New York Times”, através de relatos de uma amigo da família, afirma que Robert Trump tinha um sangramento cerebral após ter sofrido uma queda.

Apesar de não ter filhos, Robert ajudou a criar Christopher Hollister Trump-Retchin, filho de sua primeira esposa, Blaine Trump, e deu a ele seu sobrenome.

“É com o coração pesado que compartilho que meu maravilhoso irmão, Robert, faleceu pacificamente esta noite. Ele não era apenas meu irmão, ele era meu melhor amigo. Sentiremos muito sua falta, mas nos encontraremos novamente. Sua memória viverá no meu coração para sempre. Robert, eu te amo. Descanse em paz”, disse Donald Trump.

Foto: UME

Surge novo surto de covid-19 na Espanha; governo determina fechar boates e discotecas

O governo da Espanha decidiu fechar as boates e os bares do país para conter um novo surto de covid-19. O país estabeleceu 11 medidas para frear o aumento de infecções, anunciadas pelo ministro da Saúde, Salvador Illa, nesta sexta-feira (14).

Após uma reunião de emergência, as autoridades sanitárias de todas as regiões da Espanha determinou a proibição do fumo em espaços públicos, caso não seja possível manter uma distância segurança das outras pessoas.

O Ministério da Saúde do país apresentou uma pesquisa, em julho, mostrando que há uma relação entre o fumo e a disseminação do novo coronavírus.

O território espanhol é um dos países do mundo mais afetados pela pandemia, e registrou 3 mil novos casos nesta quinta (13). Apesar do anúncio, ainda não há informações de quando as novas restrições vão entrar em vigor.

As medidas estabelecidas não serão só em bares, discotecas e ao fumo em público, mas também os restaurantes não poderão receber mais clientes a partir de meia-noite, e devem fechar até 1h. Diversos países europeus têm aconselhado sua população a não viajar à Espanha, por causa do alto índice de contaminação no país.

Foto: Kremlin

Putin afirma que Rússia registrou a primeira vacina do mundo contra coronavírus

A primeira vacina do mundo contra a Covid-19 foi registrada pela Russia. É o que afirma o presidente russo Vladimir Putin, em anúncio feito nesta terça-feira (11). Putin anunciou em uma videoconferência exibida na TV realizada com integrantes do governo. “Sei que é bastante eficaz, que proporciona imunidade duradoura”.

De acordo com o ministro da Saúde Mikhail Murashko, a vacina mostrou resultados de eficácia e segurança. O registro nacional de medicamentos da pasta indica que o imunizante será distribuído no dia 1º de janeiro de 2021.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS), pediu que a Rússia seguisse “todos os estágios” do procedimento, sem pular etapas, em respeito às diretrizes estabelecidas.

Em meados de julho, o governo russo foi acusado de usar hackers para tentar roubar a pesquisa de uma vacina contra a doença, segundo os governos do Reino Unido, Estados Unidos e Canadá.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), que é presidente também do Consórcio Nordeste, manifestou interesse da Bahia e de outros estados da região na vacina e afirmou que se reuniu semanas atrás com o embaixador da Rússia.

A Bahia já está participando dos testes da vacina Pfizer, de uma empresa americana.

Imagem: Reprodução / YouTube

Em 2º dia de protestos e confrontos, dois ministros renunciam em Beirute

Em um segundo dia de protestos contra o governo perante a explosão devastadora da última terça-feira (4) no Líbano, capital de Beirute, renunciaram ao cargo hoje, dois ministros do governo, fazendo criticas severas ao primeiro-ministro libanês.

Manal Abdel Samad, ministra da Informação, anunciou sua renúncia do cargo ontem (9), em seguida, Damianos Kattar, ministro do Meio Ambiente, também pediu demissão.

Neste domingo, a polícia libanesa lançou bombas de gás lacrimogêneo para tentar dispersar manifestantes que jogavam pedras e bloqueavam uma via perto do Parlamento em Beirute.

A explosão ocorrida na terça-feira (4) já matou 158 pessoas e feriu mais de 6.000, além de destruir parte da cidade, gerando fúria da população e pedido de renúncia do governo.

Os manifestantes invadiram os escritórios de ministérios e atearam fogo em uma entrada da Praça do Parlamento, bloqueando a via. Polícias entraram em confronto com milhares de manifestantes na Praça dos Mártires e 728 pessoas ficaram feridas, de acordo com a rede Al-Jazeera.