Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence o Santos e garante vaga na Copa Sul-Americana

O Bahia derrotou o Santos por 2 a 0 nesta quinta-feira (25), na Arena Fonte Nova, pela última rodada do Campeonato Brasileiro e garantiu vaga na Copa Sul-Americana.

O time da Vila Belmiro veio desfalcado, sem oito titulares. Soteldo, Luan Peres, Pará, Felipe Jonatan, Alison e Lucas Braga foram liberados. Madson está com a costela fraturada e Marinho foi diagnosticado com Covid-19.

O primeiro gol saiu aos 14 minutos do primeiro tempo, após cobrança de escanteio, Rossi abriu o placar com um golaço de voleio. Nos minutos finais, Juninho Capixaba toca dentro da área para Alesson fechar o placar, 2×0.  

O Tricolor finaliza a sua participação no Brasileirão na 14ª posição, com 44 pontos.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 2 x 0 SANTOS
Data:
 25 de fevereiro de 2021, quinta-feira
Horário: às 21h30
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Gols: Rossi, aos 14 minutos do primeiro tempo; Alesson, aos 45 minutos do segunto tempo

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Gregore, Patrick e Ronaldo (Ramon); Rodriguinho (Daniel), Rossi (Thiago Andrade) e Gilberto (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti

SANTOS: João Paulo; Fernando Pileggi (Gabriel Pirani), Luiz Felipe, Alex e Wagner; Vinicius Balieiro, Sandry (Tailson) e Jean Mota (Ivonei); Ângelo (Lucas Lourenço), Arthur Gomes (Allanzinho) e Bruno Marques. Técnico: Marcelo Fernandes

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia vence o Doce Mel por 2 a 0 no Joia da Princesa

O Bahia venceu sem dificuldades a equipe do Doce Mel, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (24), no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana. Os gols foram marcados pelos meias Caio Mello e Daniel Penha.

Com o resultado, o Bahia sobe para a 3ª posição na tabela de classificação, com 3 pontos, atrás de Juazeirense que tem 6 e Vitória 4.

A próxima partida do Tricolor é nesta quinta (25), contra o Santos, na Arena Fonte Nova, na despedida da equipe no Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA:

Doce Mel 0 x 2 Bahia

Campeonato Baiano – 2ª rodada

Local: Joia da Princesa, em Feira de Santana

Data: 24/02/2021 (quarta-feira)

Horário: 18h

Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista

Assistentes: Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José dos Santos Amador

Cartão amarelo: Elyonai; Renan; Edy (Doce Mel).

Gols: Caio Melo; Daniel Penha (Bahia).

Bahia: Leandro; Renan Guedes; Gustavo Henrique, Everson e Mayk (Felipinho); Raniele (Jeremias), Caio Mello e Bruno Camilo; Daniel Penha (Ignácio), Ronaldo (Chrystian) e Marcelo (Gustavo). Técnico: Cláudio Prates.

Doce Mel: Nilton; Edy, Carlão, Hebert e Henrique; Joadson (Pires) e Elyonai (Carnaíba); Lauder (Jones), Alef (Arthur), Bravo e Jean (Robinho). Técnico: Índio Ferreira.

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia confirma sequência na Série A do Brasileiro, após rodada do final de semana

Após golear o Fortaleza por 4×0 no sábado (20), e empates de Vasco e Goiás no domingo, o tricolor não tem mais como ser alcançado e não corre mais nenhum risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série A.

O Bahia está na 15ª posição, com 41 pontos, ao lado de Fortaleza, com a mesma pontuação e na 16ª colocação.  

Na turma dos matematicamente rebaixados para a Série B está Goiás, seguido de Coritiba e Botafogo.

O técnico Vanderlei Luxemburgo já admite o rebaixamento do Cruz-Maltino, mesmo tendo a chance de um milagre. Para sair do Z-4 o Vasco precisa vencer o Goiás em São Januário, com uma diferença de 12 gols de saldo para o Fortaleza. Além disso, o time cearense precisa perder para o Fluminense, no Maracanã. As duas disputas estão marcadas para a próxima quinta-feira (25).

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia goleia o Fortaleza no Castelão e abre quatro de distância do Z-4

O Bahia goleou o Fortaleza por 4 a 0 e segue vivo na briga para fugir da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com o triunfo na Arena Castelão, o time chegou aos 41 pontos e abriu quatro de distância para o Z-4 da competição. Além dos três gols marcados por Rodriguinho, o Tricolor baiano fechou a noite com mais um de Rossi, aos 33 da etapa final.

Apesar do Fortaleza ditar o ritmo no começo da partida, o Bahia respondeu rapidamente e venceu a defesa exposta do time cearense.

Com quatro pontos de vantagem para o Vasco e cinco para o Goiás, a equipe pode confirmar a permanência na elite se os dois tropeçarem contra Corinthians e Bragantino neste domingo (21).

O Bahia encerra a sua participação no Brasileirão, na quinta-feira (25), às 21h30, contra o Santos, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:
FORTALEZA 0 X 4 BAHIA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 20 de fevereiro de 2021 (sábado)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: Gabriel Dias, Luiz Henrique e Mariano Vázquez (Fortaleza); Matheus Bahia e Ronaldo (Bahia)
Cartão vermelho: Felipe (Fortaleza)

GOLS: Rodriguinho, aos 6 minutos do 1ºT, aos 16 do 2ºT e aos 20 do 2ºT; Rossi, aos 33 do 2ºT (Bahia)

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias (Tinga), Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe, Juninho e Luiz Henrique (Mariano Vázquez); Romarinho (Osvaldo), David (Bergson) e Wellington Paulista (Ronald)
Técnico: Enderson Moreira

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando (Juninho), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Ronaldo, Gregore, Patrick de Luca e Rodriguinho (Juninho Capixaba); Gilberto (Gabriel Novaes) (Daniel) e Rossi (Thiago Andrade)
Técnico: Dado Cavalcanti

Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

Bahia empata com Atlético-MG no Mineirão e continua na luta contra o rebaixamento

O Bahia empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG na noite do sábado (13), no Mineirão, e deixou os mineiros com menos chances de serem campeões do Campeonato Brasileiro. O Galo abriu o placar com Sasha, mas o Tricolor deixou tudo igual com Rossi no primeiro minuto do segundo tempo.

Com o resultado, o Atlético permanece em terceiro lugar e vai aos 62 pontos, ficando a quatro do líder Internacional, que ainda tem um jogo a menos.

Com o resultado, o Bahia vai para os 38 pontos e permanece na16ª posição, mas pode voltar para o Z-4 em caso de vitória do Vasco para o Internacional neste domingo (14).

Já o Atlético-MG permanece em terceiro lugar e vai para 62 pontos, ficando a quatro do líder Internacional, que ainda tem um jogo a menos.

O Bahia teve as melhores oportunidades do jogo, e o resultado no Mineirão poderia ser diferente, se não fosse o goleiro alvinegro.  O Esquadrão se fechou com cinco jogadores na defesa, mas não deixou de atacar o Galo.

A próxima partida do Bahia é contra o Fortaleza no sábado (20), no Castelão. Os dois times brigam contra o rebaixamento. 

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 1×1 BAHIA

Motivo: 36ª rodada do Brasileirão

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rafael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

GOLS: Eduardo Sasha, 19’1ºT (1-0); Rossi, 1’2ºT (1-1)
Cartões amarelos: Savinho (CAM), Ronaldo (BAH)
Cartão vermelho: Não teve.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Nathan (Alan Franco) e Hyoran (Vargas); Savarino, Sasha e Marrony (Savinho). Técnico: Jorge Sampaoli.

BAHIA: Matheus Claus; Nino Paraíba, Ernando (Juninho), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Gregore, Ronaldo e Patrick (Elton); Rossi (Luiz Felipe – Juninho Capixaba), Gabriel Novaes (Marcelo Ryan) e Rodriguinho. Técnico: Dado Cavalcanti.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia cede empate para o Goiás no último lance da partida e segue colado no Z-4

O Bahia não conseguiu o resultado esperado e empatou em 3 a 3 com o Goiás na noite deste sábado (6), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 35ª rodada da Série A. Marcaram para o Tricolor, Gilberto, Gabriel Novaes e Alesson, enquanto Fernandão, duas vezes, e Vinícius fizeram os gols do Esmeraldino.

Estava nos minutos finais da partida, quando aos 49, no último lance, Fernandão empatou para o Goiás e jogou uma ducha fria no Tricolor baiano.

Com o resultado, o Bahia chega a 37 pontos e deixou o Z-4, mas pode voltar para a zona de rebaixamento caso o Vasco pontue na partida contra o Fortaleza, na próxima quarta-feira. O Goiás segue no Z-4 na 18ª posição, com 33 pontos.

O Bahia enfrenta no próximo sábado (13), o Atlético-MG no Independência, às 19h.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 3X3 GOIÁS

Local: Arena Fonte Nova
Data: 06 de fevereiro de 2021, sábado
Horário: 19h de Brasília
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Bruno Boschilia e Helton Nunes (SC)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira
Cartões Amarelos: Rossi, Nino Paraíba e Gregore, pelo Bahia; Jeferson, Fernandão e Ariel Cabral, pelo Goiás.
Cartão Vermelho: Daniel (20′ 1T)

GOLS:
BAHIA: Gilberto (25′ 1T) e Gabriel Novaes (47 1T); Alesson (33” 2T)
GOIÁS: Fernandão (18′ 1T e 49′ 2T) e Vinícius (3′ 2T)

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba (João Pedro), Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Ramon (Daniel) e Ronaldo; Rossi (Fessin), Gilberto (Juninho), Gabriel Novaes (Alesson).
Técnico: Dado Cavalcanti

GOIÁS: Marcelo Rangel; David Duarte (Taylon), Fábio Sanchez, Iago Mendonça e Índio (Miguel Figueira); Breno (Gustavinho), Henrique Lordelo (Ariel Cabral), Shaylon e Jeferson (Rafael Moura); Vinícius e Fernandão
Técnico: Glauber Ramos

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia perde partida importante para o Fluminense dentro de casa e permanece próximo do Z-4

Bahia desperdiçou a chance de se afastar do Z-4 nesta quarta-feira (3), na Arena Fonte Nova, em Salvador, em duelo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando perdeu por 1 a 0 para o Fluminense-RJ.  

O gol do fluminense veio, aos 31 minutos, de um cruzamento de Nenê com categoria para área e Luiz Henrique, apesar de ter apenas 20 anos, mostrou tranquilidade para finalizar e decidir a partida: 1 a 0.

A expectativa do goleiro Douglas ser escalado para a partida, não aconteceu. O arqueiro tomou cinco pontos após entrada dura no rosto do zagueiro Leandro Castan do Vasco. Anderson foi o substituto.

Com o resultado, o Tricolor continua com 36, e estacionou na 15ª colocação e vai depender das últimas rodadas para fugir da Série B.

O próximo desafio do Bahia é contra o Goiás, no sábado (6), às 19h, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 X 1 FLUMINENSE

BAHIA – Anderson; João Pedro (Zeca), Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Gabriel Novaes), Daniel (Fessin), e Juan Ramírez (Ramon); Thiago Andrade (Alesson) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

FLUMINENSE – Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (André), Yago Felipe, Nenê (Hudson); Luiz Henrique (Michel Araújo), Fred (Caio Paulista) e Lucca (John Kennedy). Técnico: Marcão.

GOL – Luiz Henrique, aos 33 minutos do 1º tempo.

ÁRBITRO – Flavio Rodrigues de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS – Nino, Juninho Capixaba.

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Fonte Nova.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia encara o Fluminense nesta quarta na Arena Fonte Nova e goleiro Douglas deve atuar

O goleiro Douglas Friedrich do Bahia está se recuperando de um chute no rosto do zagueiro Leandro Castan, do Vasco, quando numa jogada na área, o arqueiro tentava fazer a defesa, mas deve ser escalado contra o Fluminense nesta quarta-feira (3), em jogo, às 21h30, na Arena Fonte Nova.

Com bons resultados nos últimos jogos dentro de casa, quando bateu Corinthians e Athletico nas últimas rodadas da Série A, o Tricolor baiano vai atrás de bons resultados nos próximos jogos dentro de casa contra Fluminense, nesta quarta, e Goiás, no sábado.

O Bahia teve aproveitamento de 53,3%, nos últimos cinco jogos, com oito pontos conquistados de 15 possíveis. A equipe vem de um empate sem gols com o Vasco da Gama e subiu para a 15ª posição.

Confira provável escalação:

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X FLUMINENSE

Data/Hora: 
03/02/2021, às 21h30
Local: Arena Fonte Nova – Salvador (BA)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA – SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA – SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

BAHIA (Técnico: Dado Cavalcanti)
Douglas Friedrich; João Pedro (Nino), Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo e Índio Ramírez; Fessin, Thiago e Gilberto.

Desfalques: Rodriguinho, Nino Paraíba (dúvidas) e Matheus Bahia (lesão na coxa)
Pendurados: Edson, Marco Antonio e Clayson
Suspensos: Rossi

FLUMINENSE (Técnico: Marcão)
Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe e Nenê; Luiz Henrique, Fred e Lucca.

Desfalques: Ganso (recuperação de cirurgia no apêndice) e Felippe Cardoso (recém-recuperado de Covid-19)
Pendurados: Egídio, Martinelli, Calegari, Danilo Barcelos, Fernando Pacheco, Matheus Ferraz, Michel Araújo, Igor Julião, André e Nenê
Suspensos: Ninguém 

Foto: Reprodução / Vasco da Gama

Empate entre Bahia e Vasco em São Januário tem gol anulado pelo VAR e expulsão

O jogo entre Bahia e Vasco na tarde deste domingo, em duelo válido pelo Campeonato Brasileiro, que terminou 0 a 0, em São Januário, no Rio, teve um lance que acabou em gol anulado pelo VAR, por volta dos 30 minutos do segundo tempo.  

Em uma bola cruzada na área do Tricolor, o zagueiro Leandro Castan tentou desviar com um chute para o gol e acabou acertando o rosto de Douglas com a sola do pé, quando o arqueiro tentava fazer a defesa. O goleiro do Esquadrão teve um corte profundo e levou cinco pontos.

Na jogada, a bola sobrou para Igor Catatau que empurrou para as redes, mas após análise do VAR o gol foi anulado e Castan, expulso. O jogador não poderá enfrentar o Flamengo na próxima rodada.

Castan, do Vasco, postou um pedido de desculpas ao goleiro Douglas. “Já falei com ele no vestiário mas queria pedir desculpas publicamente ao Douglas pelo lance e deixar claro que não tive a menor intenção de machucar um colega de profissão”.

Com o resultado, o Tricolor avança para a 15ª posição com 36 pontos e fica colado no Vasco, que está com um ponto a mais.

Na próxima partida o Bahia recebe o Fluminense na Arena Fonte Nova, na próxima quarta-feira (3), pela 34ª rodada, às 21h30. 

Goleiro Douglas / Bahia

FICHA TÉCNICA:

Vasco 0 x 0 Bahia

Campeonato Brasileiro – 33ª rodada

Local: São Januário, no Rio de Janeiro

Data: 31/01/2021 (domingo)

Horário: 16h

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO).

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS).

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, auxiliado por Thiago Duarte Peixoto e Herman Brumel Vani (todos de SP).

Cartões amarelos: Benítez (Vasco); Daniel; Gilberto; Rossi (Bahia).

Cartões vermelhos: Leandro Castan (Vasco).

Vasco: Fernando Miguel; Léo Matos (Ricardo), Marcelo Alves, Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes, Leonardo Gil (Carlinhos) e Benítez (Ygor Catatau); Yago Pikachu, Cano e Talles Magno (Gabriel Pec; Cayo Tenório). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Bahia: Douglas (Anderson); João Pedro (Zeca), Lucas Fonseca (Gabriel Novaes), Ernando e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo, Daniel (Ramon), Rossi e Thiago; Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence o Corinthians por 2 a 1 e deixa zona da degola

Em jogo remarcado da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia venceu o Corinthians por 2 a 1, na quinta-feira (28), na Arena Fonte Nova, e saiu da zona de rebaixamento. No primeiro tempo, Gilberto e Ramírez marcaram os gols para os baianos, enquanto Gabriel descontou para o time paulista na segunda etapa.

Com o resultado, o Tricolor chegou aos 35 pontos e pulou para a 16ª posição, deixando o Fortaleza para trás no Z-4.

A próxima partida do Bahia é contra o Vasco, fora de casa, no próximo domingo (31), às 16h, no estádio São Januário.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Gregore, Juan Ramírez, Ramon (BAH); Jô (COR)

GOLS:
Bahia: Gilberto, aos 31 minutos, e Índio Ramírez, aos 49 minutos do 1º tempo
Corinthians: Gabriel, aos 25 minutos do 2º tempo

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Juninho) e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Gregore e Ronaldo; Rossi (João Pedro), Índio Ramírez (Ramon) e Thiago Andrade; Gilberto (Alesson)
Técnico: Dado Cavalcanti

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos (Raul); Gabriel, Cantillo (Camacho) e Araos (Cafú); Mosquito (Gabriel Pereira), Vital (Éderson) e Jô
Técnico: Vagner Mancini

Foto: Reprodução / Sport

Com atuação ruim, Bahia perde para o Sport por 2 a 0 e entra no Z-4

O Bahia voltou à zona de rebaixamento após derrota para o Sport por 2 a 0 neste domingo (24), na Ilha do Retiro, pela 32ª rodada do Brasileirão. No início da partida, as duas equipes tiveram equilíbrio, mas no segundo tempo o Leão da Ilha pressionou o Tricolor e marcou com Thiago Neves e Iago Maidana.

Em entrevista coletiva, o treinador Dado Cavalcanti disse que o time fez um “segundo tempo desastroso”. Com 32 pontos, o Esquadrão está agora no 17º lugar.

A próxima partida do Bahia é na próxima quarta-feira (28), contra o Corinthians, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:
SPORT 2 X 0 BAHIA

Competição: Campeonato Brasileiro (32ª rodada)
Data: 24 de janeiro de 2021, domingo
Hora: 18h15 (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Gols: Thiago Neves (27′ do 2ºT) e Iago Maidana (40 do 2ºT) para o Sport
Cartões amarelos: Raul Prata, Iago Maidana e Marcão Silva (Sport)

Sport: Luan Polli; Raul Prata (Ewherton), Maidana, Adryelson e Júnior Tavares; Betinho (Bruninho) e Marcão Silva (Ronaldo Henrique); Patric, Thiago Neves (Márcio Araújo) e Marquinhos (Sander); Dalberto. Técnico: Jair Ventura

Bahia: Douglas Friedrich; Nino, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Ronaldo e Gregore; Rossi (Juninho Capixaba), Índio Ramírez (Rodriguinho) e Thiago (Fessin); Gilberto (Gabriel Novaes). Técnico: Dado Cavalcanti

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia sai do jejum e bate o Athletico-PR por 1 a 0 na Arena Fonte Nova

O Bahia saiu da sequência de oito partidas sem vencer na Série A do Brasileiro, ao bater o Athletico-PR por 1 a 0 , na Arena Fonte Nova, na noite desta quarta-feira (20), com gol marcado de Thiago.

Com o resultado, o Bahia dorme fora da zona de rebaixamento, vai aos 32 pontos e chega no 15º lugar, mas precisa torcer por tropeços de adversários para não voltar para a zona de rebaixamento.

A próxima partida do Tricolor é no próximo domingo (24), às 18h15, contra o Sport na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA:
Bahia 1 x 0 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro – 31ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 20/01/2021 (domingo)
Horário: 18h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)
VAR: José Claudio Rocha Filho, auxiliado por Thiago Duarte Peixoto e Fabricio Porfirio de Moura (todos de SP)

Cartões amarelos: Ramon, Ramírez (Bahia)

Gols: Thiago (Bahia)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Ramon (Ronaldo), Ramírez (Edson), Fessin (Rossi) e Thiago (Alesson); Gabriel Novaes (Rodriguinho). Técnico: Dado Cavalcanti.

Athletico Paranaense: Santos; Jonathan (Zé Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Khellven; Alvarado (Bruno Leite), Christian, Jadson e Vitinho (Reinaldo); Carlos Eduardo (Walter) e Renato Kayzer (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori. https://2ecd3404f3b69d86d32e631813b8ddb7.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Bahia perde por 2×1 para o Grêmio e permanece a um degrau do Z-4

O Bahia chega à sétima derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro, após derrota para o Grêmio por 2×1, na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio. O time baiano lutou, mas voltou a ter erros na defesa. O gol do Tricolor foi marcado por Anderson Martins.

Com o resultado, o Bahia permanece com 28 pontos, e está a um degrau da zona de rebaixamento. O Esquadrão pode ser ultrapassado pelo Vasco, que tem a mesma pontuação e enfrenta o Atlético-GO nesta quinta-feira (7).

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2×1 BAHIA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 06/01/2021 – 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (CBF-SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (CBF-SC) e Johnny Barros de Oliveira (CBF-SC)

VAR: Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN)

Cartões amarelos: Vanderlei e Matheus Henrique (GRE); Ramon, Thiago Andrade, Rossi e Gilberto (BAH)

Cartões vermelhos: –

Gols: Vanderson (aos 15’/1ºT) (GRE)

GRÊMIO: Vanderlei; Vanderson (Thaciano, aos 22/2ºT), Rodrigues, Kanneman e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Darlan, aos 23’/2ºT), Matheus Henrique e Jean Pyerre (Pinares, aos 23’/2ºT); Alisson (Everton, aos 40’/2ºT), Pepê e Diego Souza (Churín, aos 33’/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Anderson Martins e Matheus Bahia (Zeca, aos 36’/2ºT); Ronaldo, Daniel (Gabriel Novaes, aos 35’/2ºT) e Ramon (Clayson, aos 13’/2ºT); Thiago (Rossi, aos 13’/2ºT), Ramírez e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Técnico do Bahia estreia com derrota contra o Inter na Arena Fonte Nova

O Bahia foi batido por 2 a 1 pelo Internacional, na Arena Fonte Nova, na noite deste domingo (27), e o técnico Dado Cavalcanti estreou com derrota no seu comando. Com o resultado, o Tricolor chegou a seis derrotas consecutivas na Série A.

De acordo com Dado, a equipe apresentou pontos positivos e negativos no jogo, e ficou incomodado com um início de segundo tempo sonolento da equipe. O internacional aproveitou o relaxamento do time do Bahia que proporcionou no segundo gol em um pênalti convertido por Thiago Galhardo.

O time do técnico Dado Cavalcanti permanece na 16ª colocação. O Bahia só volta a jogar em 2021, no dia 6 de janeiro, em Porto Alegre para enfrentar o Grêmio.

Ficha técnica:
Bahia 1 x 2 Internacional

Competição: Campeonato Brasileiro (27ª rodada)

Hora: 16h, de Brasília
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxiliares: Rafael Trombeta e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos do PR)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Gols: Rodrigo Dourado (Inter) aos 46′ do 1º tempo; Thiago Galhardo (Inter) aos 2′ e Índio Ramirez (Bahia) aos 23′ do 2º tempo
Cartões amarelos: Juninho e Gregore (Bahia); Thiago Galhardo (Inter)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Marco Antônio), Rossi (Clayson), Ramírez e Alesson (Gabriel Novaes); Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Internacional: Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Praxedes (Nonato), Edenilson, Patrick e Caio Vidal (Yuri Alberto); Galhardo (Abel Hernandéz). Técnico: Abel Braga.

Foto: Vitor Tamar / E.C. Bahia

Índio Ramírez será reintegrado ao elenco do Bahia

O Bahia comunicou no site oficial que o jogador Índio Ramírez será reintegrado ao time. A medida vem logo após os laudos encomendados pelo Tricolor não comprovarem as ofensas do colombiano ao jogador do Flamengo, em jogo disputado no último domingo, no Maracanã.

Em um comunicado, na “Carta à sociedade”, o Tricolor diz que vai agir estruturalmente e aprofundar o debate racial. Entre as medidas, o time terá a inclusão de cláusula anti-racista, xenofóbica e homofóbica no contrato dos atletas.

E ainda, vai propor a criação de protocolo antidiscriminatório para jogos de futebol no Brasil.

Foto: Reprodução

Bahia encomenda laudos que apontam que Ramírez não chamou Bruno Henrique de “negro”

O Bahia contratou uma perícia própria para apurar o caso da discussão do jogador Índio Ramírez com Bruno Henrique do Flamengo durante o jogo de domingo entre as duas equipes. Os laudos das cinco empresas contratadas apontam que o colombiano não chamou o atacante de “negro”.

O vice presidente geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, anunciou na terça-feira (22) que o laudo encomendado pelo Rubro-Negro comprovava ofensa de Ramírez a Bruno Henrique.

Na quarta, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, disse que o processo é delicado, e precisaria opiniões de peritos com mais expertise no assunto, com histórico sobre o tema e vivência genuína na língua espanhola.

O time do Bahia contratou o especialista chileno, Eduardo Llanos, que tem o espanhol como língua oficial. Na perícia, ele explica o que foi falado durante a discussão entre os dois jogadores.

“Incialmente nós conseguimos ver que ele (Bruno Henrique) fala para Ramírez: “arrombado” e depois “gringo de m…”. A palavra “arrombado” também é utilizada em cima do outro jogador (Daniel) do mesmo time do Ramírez. Posteriormente, na sequência, quando vem aquela conduta de ambos os jogadores, Ramírez pergunta: “qué pasó?”. Que é o mesmo que perguntar qual é o problema, o que você está querendo. “Qué pasó” é chamar para a briga”, esclarece Llanos.

“Com a mão, ele faz o gesto, que significa que você é um fanfarrão, um falador, você fala o que não sabe, o que não conhece. Para irritar o jogador. E posteriormente, ele fala “tá quanto?”, “tá quanto?”, separado. A palavra correta seria “está quanto”, afirma o especialista.

Sobre o jogador do Flamengo ter entendido “Está falando muito, seu negro” de Ramírez, o especialista acredita que, por conta das diferenças linguísticas, é natural  Bruno Henrique não entender o que o jogador colombiano quis dizer no calor do jogo.

O time do Flamengo informa que não vai opinar sobre os laudos feitos a pedido do Bahia e que aguarda decisão da Justiça.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Presidente do Bahia diz que demissão de Mano tem relação “com os maus resultados do time”

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, disse nesta segunda-feira (21) que a demissão de Mano Menezes não tem relação da postura do treinador diante da denúncia de racismo de Gerson contra Juan Pablo Ramírez. Segundo Bellintani, a demissão foi pelos maus resultados do time tricolor.

“Quando conversei com Mano sobre o desligamento, ainda não tinha tido as informações do jogo. Assisti ao jogo num camarote muito distante lá no Maracanã, quando desci no vestiário encontrei o Mano no corredor, nós conversamos sobre o desligamento dele, em comum acordo, pelos maus resultados”, disse o dirigente.

No entanto, Guilherme Bellintani diz que “o fato de a demissão não ter sido originada na beira do campo não quer dizer que a gente entenda que o que aconteceu está de acordo com o que o Bahia pensa”, completou.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia anuncia Dado Cavalcanti como novo técnico; treinador estava no sub-23 do tricolor

O Bahia anunciou nesta segunda-feira (21), Dado Cavalcanti, de 39 anos, como o novo técnico para comandar o time principal na sequência do Campeonato Brasileiro. Na equipe vão trabalhar Cláudio Prates e Pedro Gama como auxiliares técnicos. 

Em 2019, Dado Cavalcanti começou no Tricolor no time sub-23 e conseguiu chegar a semifinal do Brasileiro da categoria em 2020. Na disputa do Baianão, o Bahia saiu com o título da competição. 

Há dois meses, Dado estava contratado pela Ferroviária, mas o Bahia entrou em acordo com o treinador, que voltou ao time sub-23, como coordenador técnico das categorias de base e participava do departamento de futebol profissional. 

Na trajetória de treinador, ele já comandou equipes como Ponte Preta, Coritiba, Ceará, Paysandu, Náutico, CRB, Santa Cruz, Paraná e outros. 

O Bahia enfrenta o Internacional, no domingo (27), às 16h, na Arena Fonte Nova, já sob o comando de Dado Cavalcanti.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia afasta Índio Ramírez após acusação de racismo de Gerson do Flamengo

O presidente do tricolor, Guilherme Bellintani, após acusação de racismo do meio-campista do Flamengo, Gerson, optou por afastar o meia-atacante Índio Ramírez. Em nota do time Tricolor emitida no domingo (20) afirma que Bellintani ligou para atleta flamenguista para prestar solidariedade.

Ainda em nota, o atleta colombiano Índio Ramírez, nega a acusação, mas o clube está oferecendo a oportunidade dele se defender. Entretanto, o time diz que é “indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza”.

Após o término da partida, o meio campo do Flamengo, Gerson, foi à imprensa e acusou Índio Ramírez de racismo. “O Ramírez, do Bahia, falou para mim, Cala a boca, negro. Eu nunca reclamei na imprensa, mas isso eu não aceito. Eu vim falar em nome de todos os negros. O Mano Menezes também tem que saber respeitar”, ressaltou Gerson.  

Também no domingo, o técnico Mano Menezes foi demitido após a derrota por 4 a 3 para o Flamengo. Mano comandou o Bahia em 24 partidas, com oito vitórias, dois empates e 14 derrotas.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Mano Menezes é demitido do Bahia após derrota para o Flamengo por 4×3 no Brasileirão

O Bahia perdeu para o Flamengo por 4×3 na noite deste domingo, em partida disputada no Maracanã, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esta foi à sétima partida consecutiva que o Tricolor não vence um jogo contando com o Brasileirão e a Sul-Americana.  Com o resultado e polêmicas no jogo, o técnico Mano Menezes foi demitido.

O Bahia começou o primeiro tempo sofrendo pressão e apesar de estar com um a menos no time, com a expulsão de Gabigol, aos nove minutos, o placar da partida na primeira etapa foi de 2 a 0 para o Rubro-Negro. Os gols foram marcados por Bruno Henrique e Isla.

No segundo tempo, o Tricolor reagiu e marcou com Índio Ramírez e Gilberto, duas vezes. Mas o Esquadrão não conseguiu segurar o placar de 3×2. O Flamengo fez pressão no final e marcou com Pedro e Vitinho, definindo a partida. Flamengo 4×3 Bahia.

O Bahia comunicou a demissão do treinador Mano Menezes pelas redes sociais:

“O Esporte Clube Bahia comunica que Mano Menezes não é mais o técnico do Esquadrão. Nesta mesma ocasião, aproveitamos para anunciar que, em relação à grave acusação de racismo envolvendo o colombiano Indio Ramírez, o clube se posicionará em breve após finalizar a apuração do caso”.

Além da derrota, Mano esteve envolvido na denúncia de injúria racial feita pelo meia Gerson pelo meia-atacante do Bahia Índio Ramírez.

Com o resultado, o Bahia está agora na beira da zona de rebaixamento com 28 pontos e na 16ª posição. O próximo desafio do Tricolor é contra o Internacional, no domingo, na Arena Fonte Nova, às 16h.

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia finaliza treino para partida contra o Flamengo neste domingo

O Bahia treinou no CT do Fluminense e realizou o último treino antes da partida contra o Flamengo, marcada para as 18h15 deste domingo, pela 26ª rodada da Série A.

O técnico Mano Menezes realizou um trabalho físico sob sol forte do Rio de Janeiro, com os jogadores focados em um trabalho técnico, na posse de bola e marcação sob pressão. No treinamento, os jogadores trabalharam ainda a saída de bola da defesa, além das faltas laterais e escanteios.

A provável equipe titular escalada pelo técnico Mano Menezes deste domingo é  que o Bahia entre em campo com Douglas, Nino (Ernando), Ernando (Anderson Martins), Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Edson e Ramon; Índio Ramirez, Élber e Gilberto.

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia perde mais uma vez para o Defensa Y Justicia por 1×0 e deixa a Copa Sul-Americana

O Bahia começou o jogo melhor e perdeu oportunidades no primeiro tempo, mas voltou a perder para o Defensa Y Justicia, por 1×0 na Argentina. No segundo tempo, o Tricolor caiu de rendimento e ainda teve a expulsão do atacante Rossi.

Aos 41, saiu o gol que definiu a partida por Braian Romero, que já tinha marcado por duas vezes no jogo de ida.

O time treinado por Mano Menezes se dedica agora exclusivamente na Série A do Campeonato Brasileiro e enfrenta o Flamengo no próximo domingo, no Maracanã, às 18h15.

FICHA TÉCNICA:
Defensa y Justicia 1 x 0 Bahia
Copa Sul-Americana – Quartas de final (2º jogo)

Local: Norberto Tomaghello, em Florencio Varela
Data: 16/12/2020 (quarta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Eber Aquino (Paraguai)
Auxiliares: Eduardo Cardozo e José Cuevas (ambos do Paraguai)
VAR: Juan Benítez (Paraguai)

Cartões amarelos: Paredes, Larralde, Acevedo (Defensa y Justicia) / Gregore, Clayson (Bahia)

Gol: Braian Romero (Defensa y Justicia)

Defensa y Justicia: Unsain; Frías, Héctor Martínez, Paredes (Breitenbruch) e Brítez; Acevedo, Isnaldo, Larralde (Escalante) e Pizzini (Enzo Fernández); Rius (Walter Bou) e Braian Romero (Loaiza). Técnico: Hernán Crespo. 

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia perde para o Defensa y Justicia por 3×2 nas quartas de final da Sul-Americana

O Bahia perdeu para o Defensa y Justicia por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (9), no jogo de ida das quartas de final da Sul-Americana, na Arena Fonte Nova. Gilberto e Matheus marcaram para o Tricolor, enquanto Braian Romero (2) e Enzo fizeram os gols do time argentino. O Esquadrão ainda perdeu um gol de pênalti, com cobrança de Gilberto.

O jogo de volta contra o Defensa y Justicia está marcado para a próxima quarta-feira (16), às 19h15, no estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, na Argentina.

O Bahia precisa vencer por pelo menos 2 a 0; se marcar quatro gols fora, o triunfo por um gol garante vaga nas semi. Em caso do placar for 3 a 2 para o time baiano, a decisão vai para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA:

Bahia 2 x 3 Defensa y Justicia

Local: Fonte Nova, Salvador

Data: 9 de dezembro de 2020, quarta-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Guillermo Guerrero

Assistentes: Christian Daniel Lescano Guerrero e Byron Norberto Romero Ibarra

Cartões amarelos: Juninho Capixaba e Edson (Bahia); Franco Paredes e Braian Romero (Defensa y Justicia)

Gols: Gilberto, aos 40 minutos do primeiro tempo e Matheus Bahia, aos 35 minutos do segundo tempo (Bahia); Braian Romero, aos 4 minutos do primeiro tempo; Braian Romero, aos 26 minutos do primeiro tempo e Enzo Fernández, aos 24 minutos do segundo tempo (Defensa y Justicia)

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho, Juninho Capixaba; Edson, Ramon, Daniel; Rossi, Élber, Gilberto. Técnico: Mano Menezes.

DEFENSA Y JUSTICIA: Ezequiel Unsain; Adonis Frías, Héctor David Martínez, Franco Paredes; Nelson Acevedo, Valentín Larralde; Ciro Rius , Francisco Pizzini, Eugenio Isnaldo, Walter Bou, Braian Romero. Técnico: Hernán Crespo.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia perde a terceira partida consecutiva no Brasileirão contra o Ceará; 2×0

O Bahia perdeu para o Ceará por 2 a 0 na Arena Fonte Nova, pela 24ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com maior rendimento no segundo tempo, o Vovô garantiu o triunfo com Vina e Saulo Mineiro.

O Esquadrão acumula a terceira derrota consecutiva na competição e com o resultado, permanece na 13ª colocação, enquanto o Vozão chegou aos 32 pontos e subiu para a nona posição da tabela.

O próximo compromisso do Tricolor é contra o Palmeiras, fora de casa, no Allianz Parque, no sábado, às 19h.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 0 X 2 CEARÁ

Data: Sábado, 5 de dezembro de 2020
Horário: 19h
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador-BA
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Edson, Elias e Mano Menezes (Bahia); Vina e Tiago (Ceará)
Gols: Vina, aos 37 do segundo tempo, e Saulo Mineiro, aos 49 do segundo tempo

BAHIA
Douglas (Anderson); Matheus Bahia, Juninho, Ernando e Nino Paraíba; Gregore, Rodriguinho (Daniel) e Edson (Elias); Alesson, Fessin (Rossi) e Gabriel Novaes (Gilberto). Técnico: Mano Menezes.

CEARÁ
Richard; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho (Pedro Naressi), Lima (Wescley), Vina (Kelvyn), Fernando Sobral e Léo Chú (Saulo Mineiro); Cléber (Leandro Carvalho). Técnico: Guto Ferreira.