Foto : Mateus Pereira / GOVBA

Fonte Nova volta a ter jogos em novembro em partida do Bahia pela Sul-Americana

A Conmebol divulgou na tarde desta sexta-feira (23) a reabertura da Arena Fonte Nova no dia 5 de novembro, às 21h30, no confronto do Bahia contra o Melgar, no jogo de volta da 2ª fase da Copa Sul-Americana.

A partida de ida contra o time peruano será na quinta-feira, dia 29 de outubro, também às 21h30, no Estádio Nacional de Lima.

O Tricolor baiano já faz quase oito meses sem atuar no gramado da Fonte Nova. A última partida foi no dia 7 de março, quando enfrentou o Doce Mel pela pelo Campeonato Baiano.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence de virada por 3×1 e tira o Atlético-MG da liderança

O Bahia bateu o Atlético-MG de virada por 3 a 1, na noite desta segunda-feira (19), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Pituaçu. No primeiro tempo o Tricolor foi mais defensivo e sofreu gol de Savarino. Na segunda etapa, os donos da casa mudaram a tática, foram pra cima do Galo, e marcaram com Daniel e Gilberto, em duas vezes.

Com o resultado, o Tricolor vai para 19 pontos e sobe para a 12ª colocação da competição. Já o Galo deixa a liderança da competição e cai para o terceiro lugar, com 31.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Fortaleza, dentro de casa, no sábado (24), às 21h.

BAHIA 3 X 1 ATLÉTICO-MG

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: segunda-feira, 19 de outubro de 2020
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Gols: Savarino (20′ 1º T)(Atlético-MG); Daniel (23′ 2º T) e Gilberto (34′ e 43′ 2ºT) (Bahia)
Cartão amarelo: Edson, Gilberto, Elias, Alesson (Bahia) Junior Alonso (Atlético-MG)

BAHIA: Douglas; Ernando (Nino Paraíba), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias, Edson (Gilberto) e Ramon (Daniel); Clayson (Marco Antônio) e Fessin (Alesson). Técnico: Cláudio Prates (interino).

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver (Igor Rabello), Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Nathan (Sávio); Savarino, Keno e Eduardo Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli

Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás

Bahia empata com o Goiás fora de casa em jogo complicado com cinco expulsões

Bahia empatou com o Goiás em 1 a 1 na noite desta sexta-feira (16), no estádio Hailé Pinheiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vinicius Lopes abriu o placar para o Esmeraldino, aos 3 minutos do segundo tempo. Já para o Tricolor de Aço, Fessin marcou aos 49 da etapa final e deixou tudo igual.

Um dos destaques da partida foi o número de expulsões, que chegou a cinco. Os técnicos Mano Menezes e Enderson Moreira, o auxiliar de Mano, Sidnei Lobo, e os jogadores do Bahia, Rossi e Élber.

Com o empate, o time de Mano Menezes, ficou com 16 pontos e na 16º posição. Já a equipe comandada por Enderson Moreira chegou a 10 pontos e permanece na lanterna da competição.

O Bahia enfrenta o Atlético-MG no Pituaçu, em Salvador, na segunda (19), às 20h. Enquanto o Goiás tem jogo contra o Botafogo, também na segunda, às 20h, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Foto: Felipe Santana / E.C. Bahia

Bahia perde no Maracanã para o Fluminense com pênalti revisado pelo VAR; 1×0

Em pênalti marcado após revisão do VAR o Bahia perdeu para o Fluminense na tarde deste domingo (11) no Maracanã, com gol de Nenê que definiu a partida e deixou Mano Meneses irritado com a arbitragem.

O treinador do Esquadrão falou durante os 90 minutos do jogo. Na marcação do pênalti pelo árbitro José Mendonça da Silva Junior, Manu não se conteve e recebeu o cartão amarelo. “Aproveita o jogo, você não apita mais”, “deixa esse vagabundo aí, não fica conversando com vagabundo”, disse o treinador que ainda saiu de campo sem cumprimentar Odair Hellamnn.

O Fluminense está em 5º lugar no Brasileirão com 24 pontos e joga na quarta-feira (14) contra o Atlético-MG, às 21h30, no Mineirão.

Com o resultado, o Bahia permanece com 15 pontos, em 13º lugar e enfrenta o Goiás na sexta (16/10), às 20h, na Serrinha.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 1 X 0 BAHIA

Horário: 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelo: Danilo Barcelos, Digão (FLU) Daniel, Lucas Fonseca e Marco Antônio (BAH)
Gols: Nenê, aos 26min do segundo tempo;

Fluminense: Muriel, Julião, Nino, Digão e Danilo; Hudson, Dodi e Yago; Nenê (Luiz Henrique), Pacheco (Caio Paulista) e Fred (Felipe Cardoso). Técnico: Odair Hellmann

Bahia: Douglas; Ernando, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel (Marco Antônio); Rossi (Fressin), Clayson (Elber) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence o Vasco e convence no Pituaçu com o placar de 3 a 0

O Bahia venceu o Vasco da Gama na noite desta quarta-feira (7) no estádio de Pituaçu, por 3 a 0, em partida válida pela 14ª rodada do Brasileirão. Rossi, Gilberto e Clayson fizeram os gols do Tricolor.

O técnico Mano Menezes fez algumas mudanças no time. Entraram Daniel, Clayso, Rossi e Juninho, enquanto Eric Ramires, Élber e Marco Antônio ficaram no banco. Mano ainda improvisou o zagueiro Ernando, na lateral direita.

Após a partida, na entrevista coletiva, o técnico Mano Menezes se mostrou contente com o desempenho da equipe e deu nota 8 para o grupo.

Com o resultado, o Esquadrão está agora com 15 pontos e na 12º posição na tabela. O Bahia enfrenta o Fluminense, no domingo (11), às 16h, no Maracanã, na próxima rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 3 X 0 VASCO

Data: 7/10/2020 (quarta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Pituaçu, em Salvador (BA)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Andre da Silva Bitencourt (RS)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Gregore, Rossi, Ramon (BAH); Bruno Gomes, Gabriel Pec (VAS)
Cartões vermelhos: Bruno Gomes, do Vasco, aos 22 minutos do segundo tempo
Gols: Rossi, do Bahia, aos 9 minutos do primeiro tempo; Gilberto, do Bahia, aos 31 minutos do primeiro tempo; Clayson, do Bahia, aos 45 minutos do primeiro tempo

Bahia: Douglas, Ernando, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba, Elias, Gregore (Ramon) e Daniel (Ronaldo); Rossi (Élber), Clayson (Fessin) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikacu, Ricardo Graça (Miranda), Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes, Fellipe Bastos e Marcos Junior (Carlinhos); Vinicius (Cayo Tenório), Talles Magno (Gabriel Pec) e German Cano (Ygor Catatau). Técnico: Ramon Menezes

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia perde por 2×1 para o Sport em Pituaçu; no último minuto VAR anula gol de empate

O Bahia perdeu o jogo por 2×1 contra o Sport, neste domingo (4), em Pituaçu, com um gol anulado aos 49 minutos do segundo tempo. A arbitragem, com o auxílio do VAR marcou mão na bola de Clayson, em disputa de bola que originou o gol de Gregore.

O time baiano reclamou bastante do gol anulado, aos 49, do 2º tempo, pelo árbitro Rafael Traci (SC) que acabou não indo olhar o vídeo para tomar a decisão.

O jogo também teve um pênalti a favor do Sport, marcado por Hernane, aos 39, do 1º tempo, que gerou um pouco de reclamação por parte dos Tricolores.  Marcão marcou o segundo para o Rubro-Negro na etapa complementar, e Saldanha diminuiu para o Bahia.

Com o resultado, o time de Mano Menezes continua próximo à zona de rebaixamento, na16ª colocação, com 12 pontos, e só permaneceu nesta posição porque Coritiba, Red Bull Bragantino e Botafogo empataram suas respectivas partidas.

A próxima partida do Esquadrão é contra o Vasco, quarta-feira (7), às 19h15, pela décima quarta rodada da competição.  

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X SPORT

Competição: Campeonato Brasileiro (13ª rodada)

Hora: 18h15 (de Brasília)
Local: Estádio do Pituaçu, em Salvador, BA
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Helton Nunes (ambos do SC)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Clayson e Gilberto (Bahia); Luan Polli, Marcão Silva e Marquinhos (Sport)
Cartões vermelhos: nenhum
Gols: Hernane (37′ do 1ºT) e Marcão Silva (8′ do 2ºT) para o Sport; Saldanha (35′ do 2ºT) para o Bahia

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba (Saldanha), Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Ramires (Daniel); Marco Antônio (Clayson), Gilberto e Élber (Fessin). Técnico: Mano Menezes

Sport: Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão Silva, Ricardinho, Thiago Neves (Jonatan Gomez) e Lucas Mugni (Chico); Hernane (Leandro Barcia) e Marquinhos (Luciano Juba). Técnico: Jair Ventura

Foto : Rafael Machado / E.C. Bahia

Bahia vence o Botafogo por 2×1 e sai da lanterna do Brasileirão

O atacante Gilberto encerrou o jejum no Brasileirão e marcou seu primeiro gol no campeonato, que ajudou o Bahia a vencer o Botafogo por 2×1, na noite de quarta-feira (30), no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Com o triunfo o Tricolor deixou a lanterna da competição, de quebra, também a zona de rebaixamento.

Além do gol de Gilberto o Esquadrão marcou o segundo gol da partida com Elber. No final, Pedro Raul descontou para o time da casa. Vale ressaltar que esse jogo foi válido pela primeira rodada que, foi adiado por conta da final do Campeonato Baiano.

O time do técnico Paulo Autuori começou mais movimentado, tendo mais a posse de bola e trocando muitos passes. Mas o Bahia adiantou a linha de marcação e conseguiu igualar as ações do duelo.

Com este resultado, a equipe do técnico Mano Menezes chegou a 12 pontos, e vai para a 16ª posição da tabela. Já o Alvinegro, permanece com 11 e perdeu uma colocação, caindo para penúltimo.

O Bahia encara o Sport, no domingo (4), às 18h15, em Pituaçu, pela décima terceira rodada do Brasileirão. Enquanto o Botafogo encara o Fluminense, também no domingo.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 1 X 2 BAHIA

Competição: Campeonato Brasileiro
Data: 30/09/2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Victor Luis, Barrandeguy (BOT); Juninho Capixaba, Marco Antônio (BAH)
Cartão vermelho: Barrandeguy, aos 49 minutos do segundo tempo
Gols: Gilberto, do Bahia, aos 41 minutos do primeiro tempo; Elber, do Bahia, aos 38 minutos do segundo tempo; Pedro Raul, do Botafogo, aos 45 minutos do segundo tempo

Botafogo: Diego Cavalieri, Kevin (Barrandeguy), David Sousa (Davi Araujo), Rafael Forster, Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre, Rentería (Warley) e Bruno Nazário (Matheus Babi); Kalou (Rhuan) e Pedro Raul. Técnico: Paulo Autuori

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Elias (Élber), Gregore, Ramires (Rossi) e Clayson (Daniel); Marco Antônio (Ronaldo) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes

Foto: Bruno Queiroz / E. C. Bahia

Bahia perde para o Athletico-PR por 1×0 e chega a 9 jogos sem vencer

Pela12ª rodada do Campeonato Brasileiro o Bahia perdeu para o Athletico Paranaense no sábado (26), na Arena da Baixada. O Tricolor que está com nove partidas sem vencer, perdeu para o time da casa por 1 a 0.

No início da partida os dois times apostaram em fechar espaços, em um jogo bastante equilibrado. As equipes pressionaram a saída de bola adversária para forçar o erro.

O gol do Athletico-PR saiu de um cruzamento de Abner para Christian, que de cabeça abriu o placar e balançou as redes da Arena da Baixada. Aos 32 do segundo tempo, o Tricolor teve a chance de empatar em uma penalidade apontada pelo VAR. No entanto, Santos defendeu a cobrança de Clayson.

O Athletico-PR volta a jogar na terça-feira (29), às 21h30, quando enfrenta o Jorge Wilstermann pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Furacão pulou para 10ª colocação e com 14 pontos.

O próximo desafio do Bahia é na quarta-feira (30), às 21h30, contra o Botafogo em jogo adiado da 1ª rodada do Brasileirão. O Tricolor está com 9 pontos e na 19ª posição.

FICHA TÉCNICA:

Athletico-PR 1 x 0 Bahia

Campeonato Brasileiro – 12ª rodada

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Data: 26/09/2020 (quarta-feira)

Horário: 19h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Grazianni Maciel Rocha e Diogo Carvalho Silva (todos do RJ)

Gol: Christian (Athletico-PR)

Cartões Amarelos: Saldanha (Bahia); Erick (Athletico-PR); Jonathan (Athletico-PR); Thiago Heleno (Athletico-PR); Alvarado (Athletico-PR)

Athletico-PR: Santos; Jonathan (Jorginho), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington, Erick, Pedrinho (Kayzer), Léo Cittadini (Ravanelli) e Christian (Alvarado); Fabinho (Carlos Eduardo). Técnico: Eduardo Barros.

Bahia: Douglas; Edson, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Eric Ramires (Rossi), Ronaldo (Ramon) e Rodriguinho (Marco Antônio); Élber (Clayson) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

Foto: Reprodução / Atlético PR

Bahia enfrenta o Athletico-PR na Arena da Baixada e tenta sair do Z4 neste sábado

O Bahia busca neste sábado (26) encerrar um jejum de oito partidas sem vencer e enfrenta o Athletico Paranaense, às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba. O time comandado por Mano Menezes está com nove pontos e dentro da zona de rebaixamento.

O Tricolor vem de uma derrota para o Corinthians por 3 a 2 na Neo Química Arena. Para o técnico do Esquadrão a defesa precisa melhorar. Já são 18 gols sofridos até agora na competição.

Na última quinta-feira (24), o clube anunciou o experiente volante Elias que já está regularizado na CBF e já pode ter a presença nesta partida, depende apenas do treinador.

Porém, a equipe tem dois desfalques, os laterais-direitos Nino Paraíba, suspenso, e João Pedro, lesionado. É provável que o volante Edson, seja escalado por já ter atuado na lateral. Douglas Borel é outra opção do treinador.

Já o Athletico Paranaense chega confiante para o jogo em casa por ter três vitórias seguidas e ter vencido o Colo-Colo pela Libertadores.  

A Furacão do técnico Eduardo Barros não terá o meio-campista Nikão, que se recupera de uma entorse no tornozelo, e o atacante Walter, que testou positivo para Covid-19.

FICHA TÉCNICA:
Athletico-PR x Bahia
Campeonato Brasileiro – 12ª rodada

Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Data: 26/09/2020 (quarta-feira)
Horário: 19h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Grazianni Maciel Rocha e Diogo Carvalho Silva (todos do RJ)


Athletico-PR: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Erick, Pedrinho, Léo Cittadini e Christian; Fabinho. Técnico: Eduardo Barros.

Bahia: Douglas; Edson, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Jadson,Ronaldo e Rodriguinho; Élber e Gilberto. Técnico: Mano Menezes.

Foto: Divulgação / São Paulo

Bahia anuncia o primeiro reforço de Mano Menezes; o zagueiro Anderson Martins

O primeiro reforço da era Mano Menezes no Tricolor foi anunciado nesta quarta-feira (24) com a contratação do zagueiro Anderson Martins, de 33 anos. O atleta, desde que rescindiu contrato com o São Paulo em agosto desse ano, estava sem clube.

Em 2014, Anderson trabalhou com o técnico Mano Menezes, quando defendeu o Corinthians. Além do Vitória, onde foi revelado, o zagueiro passou por por Vasco, São Paulo, Corinthians, além de El Jaish SC, Al-Gharafa e Umm-Salal do Qatar.

Anderson Vieira Martins é de Fortaleza, tem 33 anos, e tem 1,84m de altura. O contrato do atleta é até 31 de dezembro de 2021. Anderson chega em Salvador nesta sexta-feira (25).

Foto : Reprodução / Twitter

Eric Ramires é regularizado pela CBF e pode jogar contra o Athletico-PR

O meia Eric Ramires está liberado para jogar pelo Bahia, após empréstimo ao Basel, da Suíça. O jogador de 20 anos está em Salvador deste a semana passada e teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta quinta-feira (17), e já pode treinar com o elenco tricolor.

Em setembro do ano passado, Ramires foi emprestado com contrato válido até junho de 2020. Em seguida, por conta da pausa das competições durante a pandemia do coronavírus, ele teve o vínculo prorrogado por mais dois meses.

Como já está regularizado, o atleta pode estrear pelo Bahia no jogo contra o Athletico-PR, no   dia 26 de setembro, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto: Rodrigo Coca / Corinthians

Bahia perde para o Corinthians por 3 a 2 e fica próximo do Z4

O Bahia perdeu para o Corinthians por 3 a 2, pelo Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira (16), na Neo Química Arena, em jogo válido pela 11ª rodada da competição. Os gols corintianos foram de Otero, do estreante Roni e de Gil. Para o tricolor, Nino Paraíba descontou no primeiro tempo, e Saldanha fez outro no final do jogo.

A partida mostrava que os dois times queriam sair da proximidade da zona de rebaixamento, mas o Timão teve mais eficiência no ataque e derrotou o tricolor.

O Bahia continua no Brasileirão com nove pontos e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Já o Corinthians, com a vitória, vai para 12 pontos e fica na 11ª posição.

O time do técnico Mano Menezes enfrenta o Athlético-PR, na Arena da Baixada, no sábado (26), às 19h.

FICHA TÉCNICA:
Corinthians 3 x 2 Bahia
Campeonato Brasileiro – 11ª rodada

Local: Neo Química Arena, em São Paulo
Data: 16/09/2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Auxiliares: Daniel do Espirito Santo Parro e Thiago Rosa de Oliveira (ambos do RJ)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ), auxiliado por Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS) e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ).

Cartões amarelos: Fagner e Araos (Corinthians) / Ronaldo (Bahia)

Gols: Otero e Roni (Corinthians) / Nino Paraíba (Bahia)

Corinthians: Cássio, Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Xavier, Roni (Gustavo Mosquito) e Otero (Bruno Mendes); Everaldo (Léo Natel), Araos (Ramiro) e Mateus Vital (Sidcley).  Técnico: Dyego Coelho.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Wanderson e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Rossi), Jadson (Daniel) e Rodriguinho (Marco Antônio); Élber (Clayson) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia perde para o Atlético-GO por 1×0 na estreia de Mano Menezes

O Bahia perdeu para o Alético-GO por 1 a 0 na noite deste domingo (13), no estádio de Pituaçu, e chegou ao sétimo jogo sem vitória na competição. O goleiro Jean marcou após aproveitar sobra em cobrança de falta aos 39 minutos do primeiro tempo.

O técnico Mano Menezes fez a sua primeira partida a frente do Bahia. No meio de semana, Mano foi anunciado como novo treinador do Tricolor, em substituição a Roger Machado.

Com o resultado, o Bahia permaneceu com nove pontos e na 16º posição, a primeira fora da zona de rebaixamento. Já o Atlético-GO chegou a 12 pontos e subiu ao 11º lugar.

A próxima partida do Bahia é diante do Corinthians, em São Paulo, na quarta-feira (16), às 19h30.

FICHA TÉCNICA BAHIA X ATLÉTICO-GO:

Local: Pituaçu, Salvador

Data: 13 de setembro de 2020, domingo

Horário: 18h (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Rodrigo Carvalhães de Miranda

Cartões amarelos: Rossi e Daniel (Bahia); João Victor (Atlético-GO)

Cartões vermelhos: : Juninho (Bahia);

Gol: Jean, aos 39 minutos do primeiro tempo (Atlético-GO)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Juninho, Ernando, Juninho Capixaba; Ronaldo , Jadson, Rodriguinho; Élber, Gilberto, Clayson. Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, Éder, João Victor, Nicolas, Oliveira; Édson; Chico, Gustavo Ferrareis, Janderson, Renato Kayzer. Técnico: Vagner Mancini.

Foto: Felipe Oliveira / E. C. Bahia

Bahia perde por 2 a 0 para o Grêmio e fica próximo da zona de rebaixamento

Bahia perdeu para o Grêmio por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (10) no estádio do Pituaçu,  pela nona rodada da Série A do Brasileirão. Com este resultado Bahia fica na 15ª posição e próximo da zona de rebaixamento. Os gremistas marcaram com Alisson e Darlan que definiu a partida.

O tricolor baiano até que começou o confronto pressionando, mas após o primeiro gol com um chute de fora da área de Alisson o jogo foi para um rumo diferente. Na primeira etapa o Bahia até tentou, entretanto, Gilberto desperdiçou algumas chances de colocar o esquadrão na frente.

No segundo tempo, o time comandado pelo interino Cláudio Prates não conseguiu passar pela defesa gremista. Foi quando Darlan recebeu e colocou nas redes do Grêmio, com um chute forte, sem chances para o goleiro Mateus Claus.

O técnico Mano Menezes chegou em Salvador na quinta-feira (10), e só observou de perto a partida.

O tricolor de aço enfrenta Atlético-GO no domingo (13), às 18h, em Pituaçu.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X GRÊMIO

Local: Estádio Pituaçu, Salvador (BA)
Data: 10 de setembro de 2020, quinta-feira
Horário: 19h15 (Brasília)
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)
VAR: Irinaldo Jorge dos Santos Silva (BA)

BAHIA: Mateus Claus; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Zeca; Gregore, Ramon, Daniel e Rodriguinho; Élber e Gilberto
Técnico: 
Cláudio Prates 

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda e Cortez; Lucas Silva, Matheus Henrique e Alisson; Isaque, Everton e Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro

Mano Menezes fecha contrato com o Bahia até o fim de 2021

O Bahia anunciou hoje (9) oficialmente por meio do Sócio Digital, aplicativo oficial do clube, a contratação do técnico Mano Menezes. Mano assinou contrato até o final de 2021. 

O presidente do tricolor, Guilherme Bellintani, deu as boas vindas ao novo treinador por rede social. “A construção de um clube mais forte é um desafio diário e coletivo. Vamos a um novo ciclo, seguindo com pés no chão e cabeça nas estrelas. Mano Menezes, seja bem-vindo ao @ecbahia. O futebol do Nordeste cresce com a sua chegada. Obrigado pela confiança”.

O ex-treinador da seleção brasileira já acompanha a partida de amanhã (10) contra o Grêmio, no estádio de Pituaçu, e na sexta-feira já inicia os trabalhos na Cidade Tricolor.

Foto: Bruno Queiroz / E.C. Bahia

Bahia empata em 2×2 com o Inter com pênalti marcado nos acréscimos do 2º tempo

O tricolor empatou em 2 a 2 com o líder do Brasileirão na tarde deste domingo (6), no Beira Rio, e chegou a cinco jogos sem vencer na competição. O Bahia chegou sob pressão por ter sido derrotado pelo Flamengo no jogo anterior por 5 a 3, que causou a demissão do técnico Roger Machado.

Os gols do Internacional foram marcados por Patrick e Galhardo, e balançaram a rede Rodriguinho e Clayson para o Bahia. Apesar do pênalti contestado em favor do Inter, o esquadrão conseguiu um empate aos 51 minutos do segundo tempo.

O time baiano volta a campo na quinta-feira (10), quando enfrenta o Grêmio no estádio de Pituaçu, pela 9ª rodada da Série A.

FICHA TÉCNICA:
INTERNACIONAL x BAHIA

Data: 06 de setembro de 2020, domingo
Local: Beira-Rio, Porto Alegre-RS
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)
Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SP) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Matheus Jussá; Nonato, Edenílson, Patrick e Boschilia; Thiago Galhardo e Marcos Guilherme.
Técnico: Eduardo Coudet

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Zé Carlos; Gregore e Ronaldo; Rossi, Rodriguinho e Élber; Gilberto
Técnico: Cláudio Prates

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Bahia é derrotado pelo Flamengo por 5×3 e técnico Roger Machado é demitido

O Bahia perdeu para o Flamengo na noite desta quarta-feira (2), no estádio de Pituaçu, no placar de 5 a 3. O Rubro-Negro demonstrou pela primeira vez no campeonato brasileiro a capacidade ofensiva que tinha com o técnico Jorge Jesus. O destaque do jogo foi o lateral Maurício Isla que entrou logo na saída de Rafinha para o Olympiacos (GRE).

Já o tricolor com a derrota, demitiu o técnico Roger Machado que já vinha sendo cobrado pela torcida e diretoria do clube. “A diretoria agradece os serviços prestados e deseja boa sorte no seguimento de sua carreira. O auxiliar Cláudio Prates assume até a chegada do novo técnico” disse o clube em nota.

Com aproveitamento de 50%, Roger Machado conquistou os títulos estaduais de 2019 e 2020. Neste período, foram 74 jogos, com 30 triunfos, 22 empates e 22 derrotas.

No jogo, marcaram para o Flamengo, Pedro (2), Everton Ribeiro e Arrascaeta (2), e Rodriguinho, Élber e Daniel descontaram para o Bahia. 

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 3 X 5 FLAMENGO

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: Quarta-feira, 02/09/2020
Horário: 20h30 horas (Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Cartões amarelos: Juninho Capixaba (Bahia); Thuler (Fla)

GOLS
BAHIA: Rodriguinho, aos 31, Élber, aos 41 min do 1º tempo; Daniel, aos 44 min do 2º tempo
FLAMENGO: Pedro, aos 1 e 16, Arrascaeta, aos 37 min do 1º tempo; Everton Ribeiro, aos 2, Arrascaeta, aos 5 min do 2º tempo

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Zeca (Juninho Capixaba); Elton, Daniel e Rodriguinho (Jadson); Élber, Rossi (Marco Antônio) e Gilberto (Saldanha)
Técnico: Roger Machado

FLAMENGO: Gabriel Batista, Isla (Thuler), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Diego), Arrascaeta (Vitinho) e Everton Ribeiro; Pedro (Lincoln) Rocha (Michael) e Pedro
Técnico: Domènec Torrent

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia arranca empate com o Palmeiras aos 49 do segundo tempo no Pituaçu

Aos 49 minutos do segundo tempo, nos acréscimos, o Bahia fez o gol de empate por 1 a 1 contra o Palmeiras na noite deste sábado (29), em Pituaçu. Os gols foram marcados por reservas de ambos os times.

No primeiro tempo, apesar dos espaços em campo para os dois times os goleiros não tiveram trabalho. Já no segundo, foi à vez dos reservas decidirem a partida.

Nino Paraíba na saída de bola, aos 31, tocou errado e Luiz Adriano acionou Scarpa que só rolou a bola para Zé Rafael fazer 1×0.

Nos acréscimos, aos 49, Juninho Capixaba lançou na área e Weverton saiu do gol, dando um soco, e na sobra, com o gol vazio, Marco Antônio chutou para o empate. Final, 1×1.

O tricolor chegou a sua terceira partida consecutiva sem vencer no Brasileirão. Com o resultado, o tricolor vai para oito pontos, e fica na sétima posição na tabela, e o Palmeiras está uma casa acima, com nove pontos.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 1 x 1 PALMEIRAS

Data: 29 de agosto de 2010, sábado
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador-BA
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Rodrigo Correa e Michael Correia
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartão amarelo: Gregore (BAH); Luan, Ramires, e Wesley (PAL)
Gol:
BAHIA:
 Marco Antônio, aos 49 minutos do 2º Tempo
PALMEIRAS: Zé Rafael, aos 31 minutos do 2º Tempo

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Daniel (Marco Antônio) e Rodriguinho (Clayson); Élber, Rossi (Ronaldo) e Gilberto (Saldanha)
Técnico: Roger Machado

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gomez e Diogo Barbosa; Bruno Henrique (Ramires), Patrick de Paula, Gabriel Menino (Gustavo Scarpa) e Lucas Lima (Zé Rafael); Rony (Wesley) e Willian (Luiz Adriano)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Foto: Bruno Queiroz / E. C. Bahia

Bahia perde novamente para o Ceará na 5ª rodada do Brasileiro no Castelão; 2×0

O Bahia perdeu por 2 a 0 para o Ceará na noite deste domingo (23), na Arena Castelão, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O Vozão garantiu o placar nos pés de Cléber e Mateus Gonçalves.

No primeiro tempo, o centroavante alvinegro recebeu de Gabriel Lacerda, e mandou para o fundo das redes. Já na segunda etapa, após passe de Fernando Sobral, Mateus Gonçalves marca o segundo.

O Ceará está na 19º posição com quatro pontos. Enquanto o tricolor cai quatro posições na tabela, saindo do G-4 e indo para a 8ª colocação. O esquadrão tem um jogo a menos.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ X BAHIA

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 23 de agosto de 2020, domingo
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira (ambos do RJ)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

CEARÁ: Fernando Prass, Samuel Xavier, Thiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Ricardinho, Fernando Sobral e Matheus Gonçalves; Cléber e Lima.
Técnico: Guto Ferreira

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo, Gregore, Rodriguinho, Élber e Rossi; Gilberto.
Técnico: Roger Machado

Foto: Rafael Machaddo / ECB

Bahia empata com o São Paulo no Morumbi e ocupa a 4ª posição do Brasileirão

Na noite desta quinta-feira (20), no Morumbi, o Bahia empatou com o São Paulo em 1 a 1 pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a definição da 4ª rodada, o Tricolor baiano ocupa a 4ª posição, atrás de Atlético-MG, Vasco e Internacional.

O tricolor perdeu a chance de marcar aos 13 minutos, quando Rodriguinho foi derrubado na área por Igor Vinícius. O árbitro, após analisar o VAR, marcou pênalti. Gilberto cobrou e acabou parando na defesa do goleiro Tiago Volpi.

Minutos depois, aos 20, o Bahia conseguiu abrir o placar. Rossi recebeu um lançamento de “bandeja” de Rodriguinho e só precisou empurrar para o fundo das redes, na saída do goleiro. Nos últimos momentos do primeiro tempo as equipes tentaram o tudo ou nada, mas ficou no 1×0 para o tricolor.

No segundo tempo, aos 40, depois de tentar em alguns lances, o São Paulo conseguiu chegar ao empate.

Gonzalo Carneiro recebeu cruzamento de Reinaldo, desviou na primeira trave e a bola sobrou livre para Luciano, que só tocou para o fundo das redes. Fim de jogo, São Paulo 1×1 Bahia.

A equipe comandada por Roger Machado tem sete pontos e volta a jogar neste domingo (23), às 20h, contra o Ceará, fora de casa.

Ficha técnica

São Paulo 1 x 1 Bahia
GOLS: São Paulo: Luciano Bahia: Rossi

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Carneiro), Arboleda, Bruno Alves (Léo Pelé) e Reinaldo; Tchê Tchê (Helinho), Liziero (Gabriel Sara), Daniel Alves e Igor Gomes (Luciano); Vitor Bueno e Pablo Técnico: Fernando Diniz

BAHIA: Douglas (Anderson); João Pedro, Ernando, Juninho e Zeca; Gregore (Alesson), Ronaldo e Rodriguinho (Danielzinho); Elber, Rossi (Elton) e Gilberto (Saldanha) Técnico: Roger Machado

Bahia bate o Bragantino no estádio de Pituaçu por 2 x 1

Na tarde deste domingo (16), no estádio de Pituaçu, o Bahia venceu o Bragantino por 2 a 1 pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O tricolor marcou com Juninho e Ernando, o Braga descontou com Léo Ortiz.

No incío da partida o time paulista mostrava mais força dentro do campo, mas quem saiu na frente foi o tricolor aos 25 minutos com o zagueiro Juninho, numa cobrança de escanteio de Juninho Capixaba, no canto de Cleiton.

Atrás do empate o Bragantino fez pressão e fez o gol aos 31. Numa cobrança de falta de Aderlan, Léo Ortiz cabeceou e Douglas Friederich fez a defesa, mas no rebote o zagueiro comcluiu.

No final do Segundo tempo, já nos acrescimos, aos 47, Ernando aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou por cima de Cleiton. Os jogadores do Braga pediram falta no lance, mas o árbitro validou o gol.

Com os resultados da rodada, o Bahia é o 5º colocado da tabela, com seis pontos. O tricolor enfrenta o São Paulo na próxima quinta-feira (20), no Morumbi.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia tenta hoje mais uma vitória no Brasileirão e recebe o Bragantino em Pituaçu

O Tricolor recebe o Bragantino neste domingo (16), às 16h (de Brasília), no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela 3ª rodada da Série A. A equipe de Roger Machado tenta esquecer o vice-campeonato da Copa do Nordeste e ganhar confiança no Brasileiro.

Roger modificou a equipe no início da competição, optando por saída de Lucas Fonseca e dando vaga para Ernando, e preferiu ficar sem centroavante com Fernandão no banco.

A escalação do comandante do tricolor deve ser formada por Douglas Friedrich, Nino, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba, Ronaldo, Élber, Flávio, Daniel, Rossi e Rodriguinho.

Ficha técnica:

Bahia x Bragantino, 3ª rodada do Campeonato Brasileiro;
Quando:
 domingo, 16 de agosto, às 16h (de Brasília);
Onde: estádio de Pituaçu, Salvador;
Provável escalação: Douglas Friedrich; Nino, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo; Élber, Flávio, Daniel e Rossi; Rodriguinho;
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima apita a partida. Ele será auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinicius Gomes. O trio é de Minas Gerais. 

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence o Coritiba na segunda rodada do Brasileirão; 1 a 0, gol de pênalti

Pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia venceu o Coritiba por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (12). O tricolor teve um bom começo de partida, e fez o seu gol no final do primeiro tempo, após Rodriguinho converter pênalti cometido por Sassá.

Já na segunda etapa, o Coritiba foi superior e chegou a ter no jogo duas bolas na trave, mas não conseguiu ter a mesma eficiência do adversário e segue sem vencer no Brasileirão.

Neste final de semana, na terceira rodada da série A, o time comandado por Roger Machado enfrenta o Bragantino, no domingo (16), também em Pituaçu.

Foto: Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia vence o Atlético nos pênaltis e conquista a taça do Baiano de 2020

No início da noite deste sábado (8), Bahia sagrou-se mais uma vez campeão baiano e chega ao seu troféu de número 49. A equipe tricolor se esforçou, mas ficou no 1 a 1 no tempo normal da partida com o Atlético de Alagoinhas, mas venceu nos pênaltis. Nos 90 minutos Daniel marcou para o esquadrão e Magno Alves para o Carcará. Nos pênaltis o resultado foi 7 a 6.

Sem uma chance mais perigosa até os 30 minutos do primeiro tempo, Roger Machado se irritou e deu bronca no time, quando percebeu que o Atlético estava vindo pra cima. Aos 29 Filipinho tabelou com Magno Alves que chutou pra fora.

Em único um lance perigoso antes do fim da primeira etapa Juninho Capixaba recebeu de Flávio, entrou na área e deu um toque sutil por cima de Fábio Lima, entretanto o zagueiro Mailson evitou o gol, mas o árbitro invalidou o gol.

No segundo tempo o Carcará abriu o placar aos 14 minutos com Magno Alves. Ele recebeu na entrada da área, ajeitou para a perna esquerda e bateu com precisão, sem dar chance para o goleiro Douglas.

Após o gol o tricolor partiu pra cima e aos 25 na sobra de bola dentro da área, Ronaldo chutou cruzado e Daniel aproveitou o lance e com a perna esquerda bateu pro gol, 1 x 1.

Aos 33 o Bahia quase vira o jogo quando Élber em jogada individual entrou na área, mas Fábio Lima defendeu, a bola atingiu a trave e foi pra fora. Antes do fim dos 90 minutos, aos 40, o Carcará quase marcou com Vitinho. Ele aproveitou a sobra de bola e bateu pro gol, mas Douglas defendeu.

Nas cobranças de pênaltis o resultado foi 7×6 para o tricolor. Desde 1988 que o esquadrão não havia conquistado o tricampeonato Baiano. O Bahia joga agora na quarta-feira (12) contra o Coritiba no estádio de Pituaçu no Campeonato Brasileiro.

Já o Atlético disputa a série D do Campeonato Brasileiro e se prepara para enfrentar o Gama em data ainda não oficializada.

FICHA TÉCNICA
Bahia 1 (7) x (6) 1 Atlético-BA
Campeonato Baiano – Final (2º jogo)
Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 08/08/2020 (sábado)
Horário: 16h30
Árbitro: Marielson Alves Silva (CBF-Vitória da Conquista)
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias (ambos da CBF-Salvador)
VAR: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen (CBF-Salvador)
Cartões amarelos: Flávio, Daniel (Bahia) / Mailson (Atlético-BA)
Gols: Magno Alves (Atlético-BA) / Daniel (Bahia)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo (Gregore), Flávio (Daniel) e Rodriguinho (Marco Antônio); Rossi (Clayson), Élber e Fernandão (Saldanha). Técnico: Roger Machado.

Atlético de Alagoinhas: Fábio Lima; Paulinho (Edson), Mailson, Eduardo e Filipinho; Lucas Alisson, Dedeco e Edilson (Alex); Tobinha, Russo (Vitinho) e Magno Alves. Técnico: Agnaldo Liz.

Foto: Felipe Oliveira / E. C. Bahia

É decisão! Bahia e Atlético de Alagoinhas decidem o título do Baianão

Após a perda do título da Copa do Nordeste para o Ceará, e o empate com o Atlético de Alagoinhas na primeira partida da decisão do Baianão na última quarta-feira (5), o tricolor tenta embalar para a decisão deste sábado (8).

No primeiro jogo, o Carcará mostrava uma linha consistente na defesa, com boa marcação, enquanto o Bahia insistia no ataque, mas não teve resultados e o jogo terminou em 0 a 0. Com isso, a equipe que vencer fica com o título. Em caso de novo empate, a decisão ocorrerá por meio da disputa de pênaltis.

O governador Rui Costa (PT) criticou nesta quinta-feira (6) a atuação dos jogadores do Bahia e disse que “Parece que o time pegou covid”. O comentário foi após o tricolor ter perdido a Copa do Nordeste para o Ceará e ter empatado o primeiro jogo que decide o Campeonato Baiano.

A partida acontece a partir das 16h30 (horário de Brasília) no estádio de Pituaçu.  Se o esquadrão vencer hoje, chegará ao seu troféu de número 49 no Baianão.