Foto: Elias Mascarenhas / Divulgação

Cachoeira celebra 50 anos de tombamento do conjunto arquitetônico e paisagístico em evento on-line

Para comemorar os 50 anos de tombamento do conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade de Cachoeira, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) promove, a partir de segunda-feira (25) um webnário.

O evento on-line será transmitido pelo canal oficial do Iphan no YouTube e vai contar com a participação de professores, pesquisadores, representantes culturais e autoridades, para debates em formato de mesas-redondas e apresentações, sempre a partir das 19h30, até sexta-feira (29).

De acordo com o Iphan, ao mesmo tempo em que se celebram os 50 anos deste tombamento, revela-se também importante discutir as conquistas alcançadas nesse período, além de seus impactos na vida da população local.

Na programação, o webnário contará também com apresentações das filarmônicas Lyra Ceciliana, Minerva Cachoeirana e do grupo Gegê Nagô.

Cachoeira reúne um dos mais importantes acervos arquitetônicos barrocos do Brasil. Reconhecida como Cidade Monumento Nacional em 1971 e tombada no mesmo ano, o conjunto urbano de Cachoeira possui cerca de 670 edificações e, além do acervo colonial, a Ponte D. Pedro II, o mercado, a ferrovia e a hidrelétrica, são importantes marcos culturais.

Programação completa:

25/01 – Segunda-feira
19h30 – Tema: Atribuição de valores do conjunto tombado de Cachoeira e instrumentos de gestão implementados por órgãos governamentais

– Prof. Dr. Nivaldo Andrade – Arquiteto e Urbanista PPGAU/UFBA
– Prof. Dr. Paulo Ormindo de Azevedo – Arquiteto e Urbanista PPGAU/UFBA
– Bruno Sampaio Tavares – Engenheiro Civil/Superintendente do Iphan na Bahia
– João Gustavo Andrade – Arquiteto e Urbanista/Chefe do Escritório Técnico do Iphan em Cachoeira
– Mediação: Camilla Souza

26/01 – Terça-feira
19h30 – Tema: A etnomusicologia do Samba de Roda em Cachoeira e no Recôncavo Baiano

– Apresentação Filarmônica Lyra Ceciliana
– Eliana Gonzaga – Prefeita do município de Cachoeira-BA
– Davi Rodrigues – Secretário de Cultura e Turismo de Cachoeira-BA
– Prof. Dra. Francisca Helena Marques – Cientista Social/CAHL/CECULT/UFRB
– Dra. Dalva Damiana de Freitas – Cantora e Compositora/Fundadora do Grupo de Samba de Roda Suerdieck
– Ananias Viana – Integrante do Samba de Roda Suspiro do Iguape
– Mediação: Camilla Souza

27/01 – Quarta-feira
19h30 – Tema: As irmandades católicas de Cachoeira-BA e seus rastros urbanos: celebrações, procissões e fé

– Apresentação Filarmônica Minerva Cachoeirana
– José Luiz Anunciação Bernardo – Vereador do município da Cachoeira-BA
– Prof. Me. Vanhise da Silva Ribeiro – Cientista Social / CAHL/UFRB
– Ir. Joselita Sampaio – Integrante da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte
– Leonardo Marques – Integrante da Irmandade de Nossa Senhora D’Ajuda
– Mediação: Camilla Souza

28/01 – Quinta-feira
19h30 – Tema: Diáspora e raízes africanas: a capoeira e os Terreiros de Candomblé em Cachoeira-B

– Apresentação grupo Gegê Nagô.
– Roberaldo Galiza – Presidente do Conselho de Políticas Culturais de Cachoeira-BA
– Prof. Dr. Antônio Liberac Pires – Historiador e Antropólogo CAHL/PPGMPH/UFRB
– Jorgenei Gomes dos Santos (Ney Pontão) – Músico e compositor/Instrutor do Grupo de Capoeira Ginga Mundo/Coordenador do Ponto de Cultura Muleki é Tu
– Edvaldo de Jesus Conceição (Buda de Bobosa) – Ogã do Terreiro Zoogodo Bogun Male Rundô (Roça do Ventura)
– Antônio dos Santos (Pai Duda de Candola) – Ogã do Terreiro Ilê Axé Icimimó Aganjú Didê
– Mediação: Camilla Souza

29/01 – Sexta-feira
19h30 – Tema: Experiências empíricas e acadêmicas no conjunto urbano de Cachoeira: conquistas, desafios e novas perspectivasDyane –

– Brito Reis Santos – Diretora do CAHL/UFRB
– Prof. Dr. João Carlos Salles – Reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
– Prof. Dr. Rafael Winter Ribeiro – Geógrafo – PPGG/UFRJ/MP Centro Lúcio Costa/IPHAN
– Jomar Lima – Museólogo/Diretor da Fundação Hansen Bahia
– Mediação: Camilla Souza